Guilherme I da Sicília

Guilherme I da Sicília (1131 - 7 de maio de 1166) chamado o mau, foi rei da Sicília de 1154 a 1166.[1][2] Foi o quarto filho de Rogério II da Sicília[1] e Elvira de Leão, filha ilegítima do rei Afonso VI de Leão e Castela.

Guilherme I
Rei da Sicília
Consorte Margarida de Navarra, rainha da Sicília
Antecessor(a) Rogério II da Sicília
Sucessor(a) Guilherme II da Sicília
Nascimento 1131
Morte 07 de maio de 1166
Sepultado em Catedral de Monteale
Casa Casa de Altavila
Pai Rogério II da Sicília
Mãe Elvira de Leão
Título(s) Príncipe de Taranto e Duque da Apulia e da Calábria

O cognome de o mau parece pouco merecido segundo o historiador Hugo Falcandus. Segundo ele, este título foi atribuído pelos barões rebeldes que queriam denegrir o rei. É óbvio, entretanto, que o rei Guilherme I teve um caráter e energia muitos inferiores ao pai, Rogério II da Sicília.

Seu reinado foi marcado por constantes revoltas feudais e por tentativas de invasão por parte dos muçulmanos. Guilherme morreu em 7 de maio de 1166 e foi sepultado na catedral de Monreale. Foi sucedido por seu terceiro filho, Guilherme II da Sicília.

De sua mulher Margarida de Navarra, rainha da Sicília, teve quatro filhos:

Referências

  1. a b c Baedeker (Firm), Karl (1887). Italy, Handbook for Travellers: Southern Italy and Sicily with excursions to the Lipari islands, Malta, Sardinia, Tunis, and Corfu (em inglês). Leipsic: K. Baedeker. p. xlvi 
  2. Falcando, Ugo (1998). The History of the Tyrants of Sicily by "Hugo Falcandus," 1154-69 (em inglês). Manchester: Manchester University Press. p. 13 

Precedido por
Rogério II
Rei da Sicília
11541166
Sucedido por
Guilherme II