Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCipó-doce
Gynostemma pentaphyllum
Gynostemma pentaphyllum
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Cucurbitales
Família: Cucurbitaceae
Género: Gynostemma
Espécie: G. pentaphyllum
Nome binomial
Gynostemma pentaphyllum
(Thunb.) Makino, 1902

Gynostemma pentaphyllum também chamada Jiaogulan (chinês: pinyin: jiǎogǔlán, literalmente "orquídea twisting-vine")[1] ou cipó-doce ou ainda erva-da-imortalidade, erva-milagrosa, ginseng do sul ou Amacha-Zuru em japonês, é uma trepadeira originária da Ásia.

Seu chá é muito consumido no sul da China.

Esta planta tem sido e é usada pelos povoadores das montanhas do sul da China e norte de Vietnam, como erva para a longevidade e se consume regularmente a sua infusão, em forma de chá.[2][3] Esse fato motivou um pesquisador japonês a investigar a relação entre longevidade o consumo de Jiagulan e constatou que o chá tomado por longos períodos, tem um efeito anti-envelhecimento no corpo humano.

Pesquisa clínicaEditar

Têm sido comprovadas as qualidades como antioxidante do jiaogulan. Incrementa a presença da enzima superóxido dismutase, que permite a defensa antioxidante endógena na maioria das células expostas ao oxigénio.[4] Diversas pesquisas têm demostrado que reduz o nível do colesterol no sangue,[5] particularmente o nível de LDL o "colesterol mau", assim como o dos triglicéridos, entre tanto eleva o nível da HDL o "colesterol bom".[1] Também se tem observado nos estudos, que aumenta a atividade dos linfócitos T e pode actuar como inibidor tumoral.[6]

Pode usar-se no tratamento da hipertensão arterial. Os testes de laboratório demostram que o jiaogulan estimula a libertação de óxido nítrico, causando que os vasos sanguíneos se relaxem, induzindo a redução de pressão arterial elevada.[7] Num estudo, os gipenósidos administrados às pessoas com hipertensão de grau II, mostraram 82% de efectividade na redução da pressão arterial.[8]

Se investiga também o seu uso no tratamento da diabetes.[9][10]

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b Blumert, Michael; Jialiu Liu (2003). Jiaogulan: China's "Immortality" Herb. Badger, CA: Torchlight Publishing. 12 páginas. ISBN 1-887089-16-0 
  2. Winston, David; Steven Maimes (April 2007). Adaptogens: Herbs for Strength, Stamina, and Stress Relief. Healing Arts Press. ISBN 978-1594771583
  3. Bensky, Dan; Andrew Gamble, Steven Clavey, Erich Stöger (2004) Chinese Herbal Medicine: Materia Medica, 3rd Edition. Eastland Press. ISBN 978-0939616428.
  4. Gynostemma pentaphyllum; English Wikipedia.
  5. la Cour B, Mølgaard P, Yi Z (1995) "Traditional Chinese medicine in treatment of hyperlipidaemia"; J Ethnopharmacol 46 (2): 125–9.
  6. Liu, et.al. (1992) "Therapeutic effect of jiaogulan on leukopenia due to irradiation and chemotherapy"; Zhong Guo yi Yao Xue Bao 7 (2): 99.
  7. Tanner M.A.; Bu X.; Steimle J.A.; Myers P.R. (1999) "The direct release of nitric oxide by gypenosides derived from the herb Gynostemma pentaphyllum"; Nitric Oxide 3 (5): 359–65.
  8. Lu, GH et al (1996) "Comparative study on anti-hypertensive effect of Gypenosides, Ginseng and Indapamide in patients with essential hypertension"; Guizhou Medical Journal 20: 19–26.
  9. Hoa N.K.; Phan D.V.; Thuan N.D.; Ostenson C.G. (2009). "Screening of the hypoglycemic effect of eight Vietnamese herbal drugs"; Methods & Findings in Experimental & Clinical Pharmacology 31 (3): 165–9.
  10. Huyen V.T.; Phan D.V.; Thang P.; Hoa N.K.; Ostenson C.G. (2010). "Antidiabetic effect of Gynostemma pentaphyllum tea in randomly assigned type 2 diabetic patients"; Hormone & Metabolic Research 42 (5): 353–7.


  Este artigo sobre rosídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.