Abrir menu principal

Hélio Ribeiro (dublador)

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Hélio Ribeiro
Nome completo Helio Ribeiro Silva
Nascimento 05 de junho de 1957 (62 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Ator
Dublador
Diretor de dublagem
Atividade 1975-presente (ator)
1978-presente (dublador)
Cônjuge Melise Maia

Helio Ribeiro Silva (Rio de Janeiro, 5 de junho de 1957), é um ator, dublador e diretor de dublagem brasileiro.[1] Ele é o dublador oficial dos atores:Joaquin Phoenix, Christian Slater, Dennis Quaid, Robert De Niro, Steve Martin, Jeff Daniels, Kevin Costner, Tom Berenger, Bill Pullman e Hugo Weaving. Atuou na novela Sonho Meu, da Rede Globo, entre 1993 e 1994, interpretando o delegado Juarez . Participou recentemente do seriado A Diarista, A Turma do Didi e Geral.com, ambos na referida emissora. Também atuou em Louca Paixão, novela da Rede Record. Fez também o advogado de Vicente de Freitas (Marcello Novaes) em Sete Pecados, novela global das 19 horas, recentemente fez algumas cenas em Beleza Pura, da Rede Globo como um advogado e em 2015 fez uma curta atuação na novela da globo, Babilônia. Na TV Manchete fez “ Dona Beja” e “Mania de querer”, ambas com direção de Herval Rossano. Recentemente viveu o também advogado Dr. Érico Sepúlveda ao lado de Jonas Bloch na novela Bela, a Feia. Recentemente viveu o vilão Max Oliveira na novela Vitória. e em 2016 fez também outra curta atuação na novela da globo, Êta Mundo Bom!, como Eugênio Costa, pai de Leandro e sogro de Maria (Bianca Bin). Fez parte do elenco do seriado “Copa Hotel” do Gnt com direção de Mauro Lima. No cinema participou dos filmes: “Reis e Ratos” de Mauro Lima, “Os Salafrários”(inédito) de Pedro Antônio e “Olga” de Jayme Monjardim, além dos curtas “Caso Libras” de Melise Maia e “O Lunático” de Bruno Lima. Trabalhou como ator e diretor ao lado de Melise Maia e Rubens Camelo no seriado de Tv “Ribanceira” para o Canal Brasil, também como ator está no elenco fixo do Seriado “Dependentes” de Marco Altberg para o Canal Futura com data prevista de estreia para novembro de 2019. Teve matéria de destaque escrita pelo jornalista Rodrigo Fonseca no Jornal “O Estadão” de São Paulo por sua dublagem de Joaquin Phoenix no filme “Coringa”(2019). Tem mais de vinte peças de teatro no seu currículo.

Entre 1983 e 1990, atuou com Bibi Ferreira em "Piaf – a Vida de Uma Estrela da Canção", e já tinha feito outras peças de destaque com a atriz.[2][3] Indicado como melhor ator no FITA(Festival de Teatro de Angra)em 2014 com a peça “Freud, a última sessão” com direção de Ticiana Studart.

Foi Diretor Teatral do Grupo Teatral Machado Sobrinho da Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativa Moraes Junior no Rio de Janeiro. Atualmente é a voz oficial da campanha do Posto Ipiranga(2019)

TelevisãoEditar


Referências

Ligações externasEditar