Hélio dos Anjos

futebolista brasileiro

Hélio César Pinto dos Anjos, mais conhecido como Hélio dos Anjos (Janaúba, 7 de março de 1958) é um treinador e ex-futebolista brasileiro, que atuava como goleiro. Atualmente comanda a Ponte Preta.

Hélio dos Anjos
Informações pessoais
Nome completo Hélio César Pinto dos Anjos
Data de nasc. 7 de março de 1958 (64 anos)
Local de nasc. Janaúba (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Informações profissionais
Período em atividade 1971–presente
Clube atual Ponte Preta
Posição ex-Goleiro
Função Treinador
Clubes de juventude
1978 Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1971–1978
1978–1979
1979–1980
1981–1986
Cruzeiro
América Mineiro
Flamengo
Joinville
0072 000(0)
0009 000(0)
0001 000(0)
0009 000(0)
Times/clubes que treinou
1986
1988–1989
1989–1990
1990–1991
1991
1991–1992
1993
1993
1994
1994
1995
1995
1995
1996
1996–1997
1997
1998
1999–2001
2001
2001
2001
2002
2003–2004
2004
2004
2005
2005–2006
2006
2006
2007–2008
2008–2010
2010
2011
2011–2012
2012
2012
2013
2014
2015
2015
2015
2016
2016
2016–2017
2017–2018
2019–2020
2020–2021
2021–2022
2022–
Joinville (interino)
Joinville
Avaí
Sãocarlense
Juventude
Vitória
Santo André
Náutico
XV de Piracicaba
Atlético Paranaense
Remo
Santo André
Goiás
Vitória
Sport
Grêmio
Vitória
Goiás
Juventude
Guarani
Vasco da Gama
Paysandu
Sport
Fortaleza
Vitória
Fortaleza
Juventude
Fortaleza
Náutico
Arábia Saudita
Goiás
Al-Nasr
Sport
Atlético Goianiense
Atlético Goianiense
Figueirense
Fortaleza
Atlético Goianiense
Caxias
Goiás
ABC
Najran
Al-Faisaly
Al-Qadisiyah
Goiás
Paysandu
Náutico
Náutico
Ponte Preta
Última atualização: 24 de fevereiro de 2022

CarreiraEditar

Quando ainda atuava como jogador na posição de goleiro, Hélio chegou a jogar no Flamengo, entre os anos de 1978 e 1980. Na época era apenas o terceiro goleiro do elenco, atrás do titular Raul Plasmann e do reserva Cantarele. É famoso pelo rigor quanto a disciplina dos jogadores e como um técnico revelador de talentos. Uma característica de Hélio dos Anjos é a constante volta aos clubes que treinou como Juventude (4 vezes), Goiás (5 vezes), Fortaleza (4 vezes), Vitória (3 vezes), Sport (3 vezes), entre outros. É também empresário, sócio da Construtora G4[1].

Já foi treinador de grandes clubes do Brasil, como Náutico, Grêmio, Vasco da Gama, Goiás, Sport, Atlético Paranaense, Vitória, Bahia, Fortaleza, dentre outros. No Goiás, clube o qual mais jogos treinou (294 jogos) e mais títulos ganhou, foi escolhido pela torcida o treinador da história do Goiás. Em 2006 levou o Náutico a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. De março de 2007 a junho de 2008, treinou a Seleção Saudita de Futebol, substituindo o compatriota Marcos Paquetá. Na seleção foi vice-campeão da Copa da Ásia em 2007. Em 2011, chegou no Atlético Goianiense,[2], onde conseguiu salvar a equipe do descenso à Série B, e classificou o time para a Copa Sul-Americana. Permaneceu no Atlético-GO até março de 2012. No mesmo ano, passou pelo Figueirense e em 2013, treinou o Fortaleza.

Em 2014, retornou ao Atlético Goianiense, mas não resistiu a uma sequência de resultados ruins na Série B e foi demitido. No começo de março de 2015, Hélio dos Anjos acertou com o Caxias, com a difícil missão de livrar o clube gaúcho do rebaixamento no estadual, faltando apenas 4 partidas para o término da competição e comandar a equipe na Série C.[3] Sem conseguir salvar o clube do rebaixamento no Campeonato Gaúcho, Hélio deixou o comando do clube. 

No dia 6 de abril de 2015, torna-se treinador do Goiás, pela quinta vez em sua carreira.[4] Foi novamente campeão goiano com o Goiás.[5]

Em 01 de janeiro de 2016, Hélio dos Anjos é confirmado como novo técnico do Najran Sport Club da Arábia Saudita, Hélio trabalhou por último no ABC.[6] Em 24 de maio do mesmo ano, Hélio dos Anjos foi confirmado como novo treinador do Al-Faisaly, também equipe da Arábia Saudita.[7] No dia 10 de novembro de 2016, Hélio dos Anjos deixou o Al-Faisaly e acertou com outra equipe novamente da Arábia Saudita, o Al-Qadisiyah, sua passagem tem duração até maio do ano de 2017.[8]

No dia 16 de setembro de 2017, Hélio dos Anjos foi confirmado como novo técnico do Goiás para o restante do Campeonato Brasileiro da Série B, esta será a sexta passagem dele no clube goiano. Hélio terá a difícil missão de livrar o Goiás do rebaixamento a Série C.[9] Em 08 de abril de 2018, o Goiás se sagrou campeão Goiano diante do Aparecidense, Hélio dos Anjos chega ao seu 5° título goiano, todos no comando do Esmeraldino, o treinador mineiro possui uma grande identificação com o clube, sendo o treinador que mais comandou o Goiás com mais de 350 jogos no total.[10] No início de maio, a diretoria do Goiás optou por finalizar a sexta passagem de Hélio dos Anjos no comando do clube goiano por motivos de resultados no começo da Série B, o esmeraldino realizou uma boa campanha no estadual, liderando a fase de classificação e ganhando o campeonato e na Copa do Brasil, vencendo Sinop, Boa Esporte, Coritiba e Avaí. A má fase chegou na Série B, competição onde o clube esmeraldino conquistou apenas 1 ponto em quatro partidas, somando 43 jogos e obtendo 18 vitórias, 13 empates e 12 derrotas.[11]

É o quarto treinador com mais títulos estaduais (12), atrás somente de Givanildo Oliveira, Vanderlei Luxemburgo e Maurício Simões.[12] Foi campeão consecutivamente: 1995 a 1997, 1999/2000 e 2020/21.

TítulosEditar

Como jogadorEditar

Flamengo
Joinville

Como treinadorEditar

Seleção da Arábia Saudita
Juventude
Vitória
Remo
Paysandu
Goiás
XV de Piracicaba
  •   Acesso a Primeira divisão do Campeonato Paulista: 1994
Santo André
  •   Acesso a Primeira divisão do Campeonato Paulista: 1993
Sport
Náutico

Referências

  1. Hélio dos Anjos investe R$ 9 milhões em Aparecida
  2. futebol Interior. «Após sonhar com Kleina, Atlético-GO acerta com ex-técnico de rival». Consultado em 12 de agosto de 2011. Arquivado do original em 13 de março de 2014 
  3. «Caxias anuncia Hélio dos Anjos como técnico para aliviar crise no Gauchão». globoesporte.com 
  4. «Emocionado, Hélio dos Anjos inicia quinta passagem no Goiás: "Em casa"». Globo Esporte. 6 de abril de 2015 
  5. «Campeão, Hélio dos Anjos desabafa e convoca torcida do Goiás - Futebol Interior». futebolinterior.com. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  6. «Futebol Interior: O maior portal do futebol brasileiro!». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 22 de dezembro de 2016 [ligação inativa]
  7. «Técnico Hélio dos Anjos assina contrato com clube da Arábia Saudita - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  8. «Casa nova! Hélio dos Anjos troca de clube na Arábia Saudita». Terra 
  9. «Série B: Hélio dos Anjos é anunciado como novo treinador do Goiás». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  10. «Campeão, Hélio diz que Estadual será "obrigação" enquanto ele estiver no Goiás». Globoesporte 
  11. «Goiás demite técnico Hélio dos Anjos após derrota no clássico contra o Vila Nova». Globoesporte 
  12. Aguiar, Vítor; Mendes, Yago (20 de maio de 2021). «De títulos, eles entendem...». Diario de Pernambuco. Consultado em 22 de janeiro de 2022 

Ligações externasEditar

Precedido por
Norberto Lopes
Geraldo Damasceno
Treinador do Joinville
1986
1988–1989
Sucedido por
Edu Coimbra
Vicente Arenari
Precedido por
Lico
Treinador do Avaí
1989–1990
Sucedido por
Gil Alves
Precedido por
Paulo Emílio
Geninho
Evaristo de Macedo
Oswaldo de Oliveira
Treinador do Vitória
1991–1992
1996
1998
2004
Sucedido por
João Francisco
Edinho
Celso Roth
Evaristo de Macedo
Precedido por
Mário Juliato
Paulo Campos
Gilson Kleina
Marcelo Chamusca
Treinador do Náutico
1993
2006–2007
2020–2021
2021–2022
Sucedido por
Luciano Veloso
Paulo César Gusmão
Marcelo Chamusca
Felipe Conceição
Precedido por
Procópio Cardoso
Treinador do Atlético Paranaense
1994
Sucedido por
Sérgio Cosme
Precedido por
Fernando Oliveira (interino)
Treinador do Remo
1995
Sucedido por
Carlinhos
Precedido por
Walter Nascimento
Carlos Alberto Silva
Vadão
Wagner Lopes
Sílvio Criciúma
Treinador do Goiás
1995
1999–2001
2008–2010
2015
2017–2018
Sucedido por
Othon Valentim Filho
Vica
Jorginho
Julinho Camargo
Ney Franco
Precedido por
Lori Sandri
Heriberto da Cunha
Geninho
Treinador do Sport
1996–1997
2003–2004
2011
Sucedido por
Eduardo Amorim
Nereu Pinheiro
Mazola Júnior
Precedido por
Evaristo de Macedo
Treinador do Grêmio
1997
Sucedido por
Sebastião Lazaroni
Precedido por
Ernesto Paulo
Paulo Porto (interino)
Treinador do Juventude
2001
2005–2006
Sucedido por
Emerson Leão
Ivo Wortmann
Precedido por
Carlos Alberto Silva
Treinador do Guarani
2001
Sucedido por
Luiz Carlos Ferreira
Precedido por
Alcir Portella (interino)
Treinador do Vasco da Gama
2001
Sucedido por
Paulo César Gusmão
Precedido por
Givanildo Oliveira
Léo Condé
Treinador do Paysandu
2002
2019–2020
Sucedido por
Darío Pereyra
Matheus Costa
Precedido por
Ferdinando Teixeira
Dorival Júnior
Valdir Espinosa
Vica
Treinador do Fortaleza
2004
2005
2006
2013
Sucedido por
Ferdinando Teixeira
Dorival Júnior
Valdir Espinosa
Luís Carlos Martins
Precedido por
Jairo Araújo (interino)
Adílson Batista
Marcelo Martelotte
Treinador do Atlético Goianiense
2011–2012
2012
2014
Sucedido por
Jairo Araújo (interino)
Jairo Araújo (interino)
Wagner Lopes
Precedido por
Argel Fuchs
Treinador do Figueirense
2012
Sucedido por
Márcio Goiano
Precedido por
Luciano Almeida (interino)
Treinador do Caxias
2015
Sucedido por
Luís Antônio Zaluar
Precedido por
Toninho Cecílio
Treinador do ABC
2015
Sucedido por
Sérgio China
Precedido por
Gilson Kleina
Treinador da Ponte Preta
2022–
Sucedido por