Abrir menu principal

Hóquei no gelo nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1998

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ice hockey pictogram.svg
Hóquei no gelo
Olympic rings without rims.svg

Os eventos de hóquei no gelo realizados nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1998 tiveram como arenas o Big Hat e Aqua Wing Arena, localizadas na cidade de Nagano, no Japão.

Esta foi a primeira edição dos Jogos Olímpicos de Inverno em que jogadores da National Hockey League (NHL) conseguiram um período de férias, permitindo que cada time nacional fosse montado da melhor forma. Além disso, os atletas foram obrigados a se hospedar na Vila Olímpica, ao contrário das edições anteriores em que as Confederações Nacionais poderiam optar por hotéis cinco estrelas.

As seleções de Canadá e Estados Unidos foram favorecidas com essa permissão, já que haviam se enfrentado na final do Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo de 1996. Após um resultado abaixo do esperado na primeira fase, sendo eliminados com apenas uma vitória, vários jogadores americanos foram presos for vandalizarem seus quartos na Vila Olímpica. Mesmo pagando pelo prejuízo, os americanos nunca se desculparam pelo incidente [1] O time canadense teve um bom início, mas acabou perdendo exatamente o jogo semifinal para a República Tcheca. Existia a expectativa de que Wayne Gretzky finalmente ganharia uma medalha olímpica, algo que nunca aconteceu.

Com problemas internos, a seleção da Rússia não conseguiu enviar alguns de seus melhores jogadores da NHL.[2] Mesmo assim chegou a final contra a República Tcheca, do goleiro Dominik Hašek que era considerado o melhor de sua posição no mundo a época e, após um jogo tenso, os tchecos ganharam o inédito campeonato olímpico.

FormatoEditar

MasculinoEditar

O formato do torneio masculino foi criticado por que a NHL confirmou que não liberaria os jogadores para a disputa da primeira fase. Sendo assim, 14 times disputaram o torneio que foi composto por três fases. Isto foi motivado pelas campanhas de Alemanha e Eslováquia que ganharam os seus grupos na primeira fase e não conseguiram evoluir para as semifinais. Além disso, várias críticas surgiram pois os oito times que chegaram a fase final estariam automaticamente classificados para as quartas de final. O formato foi mantido para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2002.[3]

Os sete piores ranqueados mais o time do Japão participaram da fase preliminar, divididos em dois grupos de quatro (Grupos A e B). O formato deste torneio preliminar era simples, com todas as seleções se enfrentando dentro dos grupos e apenas o vencedor de cada um avançando para a fase seguinte. As equipes eliminadas fizeram jogos de consolação no mesmo formato, apenas para definir a posição final.[4]

Os seis times automaticamente classificados, mais os dois times melhores ranqueados dos grupos A e B, se classificaram para a fase final. Eles foram novamente divididos em dois grupos de quatro times, com o posicionamento seguindo os resultados do Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo de 1995, com cada um jogando três jogos.

As quatro equipes de cada grupo avançaram para as automaticamente para as quartas de final, onde a partir de então se enfrentaram em jogos eliminatórios até se chegar aos dois finalistas. As equipes eliminadas durante as quartas fizeram jogos de consolação no mesmo formato, apenas para definir a posição final.

FemininoEditar

Esta foi a primeira edição da história dos Jogos Olímpicos de Inverno em que um torneio feminino de hóquei sobre o gelo foi disputado. O Canadá havia ganhado todas as competições entre seleções no ano anterior e jogado todas as finais contra os Estados Unidos, fato que se repetiu em Nagano, mas dessa vez a vitória foi estadunidense que se tornou o primeiro time campeão feminino da história da modalidade.[5]

Ao contrário do masculino, não houve um torneio qualificatório da modalidade. As cinco primeiras colocadas do Campeonato Mundial Feminino de Hóquei sobre o Gelo de 1997 se classificaram automaticamente para o torneio. A sexta vaga estava reservada para o time do Japão, na posição de país-sede.

O formato do torneio foi simples, sendo todos contra todos, onde os dois primeiros colocados do grupo único se classificaram para a final, enquanto que o terceiro e quarto colocados disputaram a medalha de bronze.

EventosEditar

  • Equipes femininas
  • Equipes masculinas

MedalhistasEditar

 
Final da competição masculina entre Rússia e Rep. Checa.
Evento   Ouro   Prata   Bronze
Masculino
detalhes
Josef Beránek
Jan Čaloun
Roman Čechmánek
Jiří Dopita
Roman Hamrlík
Dominik Hašek
Milan Hejduk
Milan Hnilička
Jaromír Jágr
František Kučera
Robert Lang
David Moravec
Pavel Patera
Libor Procházka
Martin Procházka
Robert Reichel
Martin Ručínský
Vladimír Růžička
Jiří Šlégr
Richard Šmehlík
Martin Straka
Jaroslav Špaček
Petr Svoboda
 CZE República Checa
Pavel Bure
Valeri Bure
Mikhail Shtalenkov
Alexei Gusarov
Alexei Yashin
Dmitri Yushkevich
Alexei Zhamnov
Alexei Zhitnik
Valeri Kamensky
Darius Kasparaitis
Andrei Kovalenko
Igor Kravchuk
Sergei Krivokrasov
Boris Mironov
Dmitri Mironov
Aleksey Morozov
Sergei Nemchinov
German Titov
Andrei Trefilov
Oleg Shevtsov
Sergei Gonchar
Sergei Fedorov
Valeri Zelepukin
 RUS Rússia
Teemu Selänne
Aki Berg
Tuomas Grönman
Raimo Helminen
Sami Kapanen
Saku Koivu
Jari Kurri
Janne Laukkanen
Jere Lehtinen
Juha Lind
Jyrki Lumme
Jarmo Myllys
Mika Nieminen
Janne Niinimaa
Teppo Numminen
Ville Peltonen
Kimmo Rintanen
Ari Sulander
Jukka Tammi
Esa Tikkanen
Kimmo Timonen
Antti Törmänen
Juha Ylönen
 FIN Finlândia
Feminino
detalhes
Chris Bailey
Laurie Baker
Alana Blahoski
Lisa Brown-Miller
Karyn Bye
Colleen Coyne
Sara Decosta
Tricia Dunn
Cammi Granato
Katie King
Shelley Looney
Sue Merz
Allison Mleczko
Tara Mounsey
Vicki Movsessian
Angela Ruggiero
Jenny Potter
Jen Schmidgall
Sarah Tueting
Gretchen Ulion
Sandra Whyte
 USA Estados Unidos
Jennifer Botterill
Thérèse Brisson
Cassie Campbell
Judy Diduck
Nancy Drolet
Lori Dupuis
Danielle Goyette
Geraldine Heaney
Jayna Hefford
Becky Kellar
Katheryn Mccormack
Karen Nystrom
Lesley Reddon
Manon Rhéaume
France St-Louis
Laura Schuler
Fiona Smith
Vicky Sunohara
Hayley Wickenheiser
Stacy Wilson
 CAN Canadá
Sari Fisk
Kirsi Hänninen
Satu Huotari
Marianne Ihalainen
Johanna Ikonen
Sari Krooks
Emma Laaksonen
Sanna Lankosaari
Katja Lehto
Marika Lehtimäki
Riikka Nieminen
Marja-Helena Pälvilä
Tuula Puputti
Karoliina Rantamäki
Tiia Reima
Katja Riipi
Päivi Salo
Maria Selin
Liisa-Maria Sneck
Petra Vaarakallio
 FIN Finlândia

Quadro de medalhasEditar

 Ordem  País        
1  USA Estados Unidos 1     1
1  CZE República Checa 1     1
3  CAN Canadá   1   1
3  RUS Rússia   1   1
5  FIN Finlândia     2 2

Referências

Ligações externasEditar