HAT-P-1b

exoplaneta
HAT-P-1b
Exoplanet Comparison HAT-P-1 b.png
Localização
Asc. reta
344,45 grau
Declinação
38,68 grau
Constelação
Astrometria
Paralaxe
6,26 mas
Órbita
Semi grande eixo
0,05561 ua
Inclinação
85,63 grau
Argumento do periastro
360 grau
Caracteristicas físicas
Massa
Raio
Temperatura
1 322 K
Exploração
Data de descoberta
Identificadores
Simbad

HAT-P-1b é um planeta extrassolar que orbita em torno de HAT-P-1, uma estrela semelhante ao Sol, também conhecida como ADS 16402 B. HAT-P-1 é o componente mais fraco do sistema estelar binário ADS 16402. Ele está localizado a cerca de 453 anos-luz de distância a partir da Terra, na constelação de Lacerta. HAT-P-1b está entre os exoplanetas menos densos dos conhecidos. Se fosse colocado na água poderia flutuar, pois sua densidade é equivalente a um quarto da densidade da água. [1][2]

Comparação de tamanho de HAT-P-1b com Júpiter.

DescobertaEditar

HAT-P-1b foi detectado através da procura de trânsitos astronômicos por planetas em órbita da sua estrela hospedeira. À medida que o planeta passa em frente da sua estrela-mãe (como visto da Terra), ele bloqueia uma pequena quantidade da luz que nos chega da estrela. HAT-P-1b foi detectado pela primeira vez por um bloqueio de 0,6% da luz da estrela. Isto permitiu a determinação do raio do planeta e do seu período orbital. A descoberta foi feita pelo Projeto HATNet usando os telescópios localizados no Arizona e Havaí e sua descoberta foi anunciada em 14 de setembro de 2006.[3]

Características e informaçõesEditar

Como evidenciado por sua alta massa e raio planetário, HAT-P-1b é um gigante gasoso, provavelmente composto principalmente de hidrogênio e hélio. O planeta teria, assim, a superfície não bem definida. As teorias atuais preveem que planetas como esse se formaram nas regiões exteriores de seus sistemas solares e migraram para dentro para suas órbitas atuais.

HAT-P-1b é significativamente maior do que o previsto por modelos teóricos.[3] Isto pode indicar a presença de uma fonte adicional de calor dentro do planeta. Um possível candidato é o aquecimento por marés devido a uma órbita excêntrica, uma possibilidade que não foi descartada a partir das medições disponíveis.[4] No entanto, um outro planeta com um raio inflado de forma significativo, HD 209458 b, está em uma órbita circular.

Referências

  1. «HAT-P-1b» (em inglês). Open Exoplanet Catalogue. Consultado em 12 de abril de 2020 
  2. «Planet HAT-P-1 b» (em inglês). Exoplanet.eu. Consultado em 12 de abril de 2020 
  3. a b «Oversize Orb: Puffy planet poses puzzle» (em inglês). Science News Online. Consultado em 19 de agosto de 2015 
  4. Jackson, Brian; Richard Greenberg; Rory Barnes (2008). «Tidal Heating of Extra-Solar Planets». ApJ. 681 (2). 1631 páginas. Bibcode:2008ApJ...681.1631J. arXiv:0803.0026 . doi:10.1086/587641 

Ligações externasEditar

  Media relacionados com HAT-P-1b no Wikimedia Commons

Coordenadas:   22h 57m 47s, +38° 40′ 30″