HMS Glorious (77)

O HMS Glorious foi um navio de guerra operado pela Marinha Real Britânica e a segunda embarcação da Classe Courageous, depois do HMS Courageous e seguido pelo HMS Furious. Sua construção começou em maio de 1915 nos estaleiros da Harland and Wolff originalmente como um cruzador de batalha, sendo lançado ao mar em abril de 1916 e comissionado na frota britânica em janeiro do ano seguinte. Ele passou a maior parte da Primeira Guerra Mundial patrulhando o Mar do Norte e esteve presente na rendição da Frota de Alto-Mar alemã em novembro de 1918.

HMS Glorious
Operation juno glorious 03.jpg
O Glorious como porta-aviões em 1940
Carreira  Reino Unido
Operador Marinha Real Britânica
Fabricante Harland and Wolff, Belfast
Custo £1 967 223
Batimento de quilha 1º de maio de 1915
Lançamento 20 de abril de 1916
Comissionamento janeiro de 1917
Indicativo visual 77
Estado Naufragado
Destino Afundado em 8 de junho de 1940
Características gerais (como cruzador de batalha)
Tipo de navio Cruzador de batalha
Classe Courageous
Deslocamento 22 720 t (carregado)
Maquinário 4 turbinas a vapor
18 caldeiras
Comprimento 239,8 m
Boca 24,7 m
Calado 7,9 m
Propulsão 4 hélices
- 90 000 cv (66 200 kW)
Velocidade 32 nós (59 km/h)
Autonomia 6 000 milhas náuticas a 20 nós
(11 000 km a 37 km/h)
Armamento 4 canhões de 381 mm
18 canhões de 102 mm
2 canhões de 76 mm
2 tubos de torpedo de 533 mm
Blindagem Cinturão: 51 a 76 mm
Convés: 19 a 76 mm
Barbetas: 76 a 178 mm
Torres de artilharia: 178 a 229 mm
Torre de comando: 254 mm
Tripulação 842
Características gerais (como porta-aviões)
Tipo de navio Porta-aviões
Deslocamento 27 860 t (carregado)
Boca 27,6 m
Calado 8,5 m
Velocidade 30 nós (56 km/h)
Autonomia 5 860 milhas náuticas a 16 nós
(10 850 km a 30 km/h)
Armamento 16 canhões de 120 mm
Blindagem Cinturão: 51 a 76 mm
Convés: 19 a 25 mm
Anteparas: 51 a 76 mm
Aeronaves 48
Tripulação 1 283

Foi descomissionado depois da guerra e convertido em um porta-aviões na década de 1920, voltando para o serviço em 1930 e passando os anos seguintes no Mar Mediterrâneo. Com o início da Segunda Guerra Mundial em 1939, o Glorious caçou o cruzador pesado alemão Admiral Graf Spee no Oceano Índico, porém sem sucesso. Voltou para o Reino Unido em abril de 1940 para apoiar as operações da Campanha da Noruega. A embarcação acabou afundada pelos couraçados alemães Scharnhorst e Gneisenau em junho no Mar do Norte enquanto evacuava aeronaves da Noruega.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.