Abrir menu principal
Estados Unidos HVM Racing
Carro de 2008 da HVM, pilotado pelo venezuelano Ernesto Viso.
Informações gerais
Nome completo Bettenhausen Motorsports (1986–2001)
Herdez Competition (2002–2004)
CTE-HVM Racing (2006)
Minardi Team USA (2007)
HVM Racing (2005, 2008–2012)
Categorias CART/Champ Car, IndyCar Series
Pilotos
Motor Buick, Cosworth, Ford, Chevrolet, Ilmor, Honda, Mercedes-Benz, Lotus
Chassis Dallara, Lola, Penske, Reynard, Panoz
Pneu Goodyear, Firestone
CART-Champ Car
Estreia Estados Unidos Indy 500, 1986
Vitórias 6 (3 como Herdez Competition,
1 como CTE-HVM e 1 como Minardi Team USA)
Pole Positions 1
Volta mais rápida 6 (3 como Herdez Competition,
1 como CTE-HVM e 2 como Minardi Team USA)
Última corrida Estados Unidos GP do México, 2007
IndyCar Series
Estreia Estados Unidos GP de Homestead, 2008
Vitórias 0
Volta mais rápida 1
Última corrida Estados Unidos GP de Fontana, 2012

A HVM Racing foi uma equipe de corridas automobilísticas dos Estados Unidos que competiu na Champ Car e, posteriormente, pela Indy Racing League.

Índice

HistóriaEditar

Durante a sua história, a equipe, fundada em 1986 pelo piloto Tony Bettenhausen, Jr., destacou-se pela pintura em azul-escuro em seus carros e o patrocínio da Alumax, que durou até 1998. Além de Tony Bettenhausen, outros nomes famosos do automobilismo que defenderam a equipe foram o sueco Stefan Johansson (1992 a 1996), o canadense Patrick Carpentier (1997) e o brasileiro Hélio Castroneves (1998). Gary Bettenhausen, irmão de Tony e um dos fundadores, foi também um dos 33 pilotos que a equipe teve na CART. A última temporada com o nome Bettenhausen foi em 1999, desta vez com uma pintura azul-metálico e o patrocínio da Epson, trazido pelo piloto japonês Shigeaki Hattori, que após várias trapalhadas ao volante do Reynard-Mercedes #16, teve a superlicença retirada por determinação do diretor de provas da CART, Wally Dallenbach, e foi substituído pelo brasileiro Gualter Salles, que disputou as etapas do Rio de Janeiro e de Surfers Paradise, onde chegou em 10º lugar - melhor posição de chegada no ano.

Mudanças de nomeEditar

Com a morte de Tony Bettenhausen, a equipe mudou seu nome para Herdez Competition, tendo como piloto único o mexicano Michel Jourdain Jr., vindo da Dale Coyne Racing, que retomara o nome original após o falecimento do sócio Walter Payton. Até 2004, foram 3 vitórias (2 com o também mexicano Mario Domínguez, e uma com o norte-americano Ryan Hunter-Reay), uma pole-position e 3 voltas mais rápidas.

Em 2005, adotou o nome HVM Racing e contou com 6 pilotos: Fabrizio del Monte, Alex Sperafico, Björn Wirdheim, Homero Richards e Rodolfo Lavín, que obteve 2 quintos lugares como melhor resultado. No ano seguinte, mudou novamente seu nome oficial, desta vez para CTE-HVM Racing depois que o ator e comediante Cedric the Entertainer virou coproprietário (daí a inclusão das iniciais). Foram 4 pódios, uma vitória com o francês Nelson Philippe e uma pole, com o inglês Dan Clarke.

Ainda em 2006, o ex-proprietário da Minardi, Paul Stoddart, compra uma parte da equipe e rebatiza-a como Minardi Team USA, tendo como pilotos Dan Clarke, Mario Domínguez e Robert Doornbos, responsável por 2 vitórias e 2 segundos lugares do time, que ainda obteve um segundo lugar com Clarke em Road America.

Mudança para a IRLEditar

Com a reunificação entre IRL e Champ Car, a Minardi Team USA foi uma das equipes que fizeram a migração, contratando o venezuelano Ernesto Viso, vindo da GP2 (atual Fórmula 2), e retomando o nome HVM Racing. Nelson Philippe e Roberto Moreno, que assinaram com a equipe para a temporada 2008 da Champ Car, disputaram apenas a etapa de Long Beach, a última da história da categoria antes da reunificação. O melhor resultado, até 2009, foi um quarto lugar de Viso, obtido em St. Petersburg.

Para 2010, a HVM volta a utilizar apenas um carro, após demitir Robert Doornbos (que disputara as 5 últimas etapas de 2009), além da contratação de Viso pela KV Racing Technology, tendo seu lugar ocupado pela suíça Simona de Silvestro, que emplaca um quarto lugar, também em St. Petersburg, e ficando em segundo lugar entre os novatos. Ela ainda disputaria 2 temporadas antes de sair da HVM e ir para a KV em 2013, quando o time decidiu não se inscrever para a temporada. O francês Simon Pagenaud disputou ainda uma corrida pela equipe, em 2011.

PilotosEditar

CART / Champ CarEditar

BettenhausenEditar

Herdez CompetitionEditar

CTE/HVMEditar

Minardi Team USAEditar

IndyCar SeriesEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.