Haakon VI da Noruega

Rei da Noruega e da Suécia

Haakon VI & II (Suécia, agosto de 1340Noruega, 11 de setembro de 1380) foi rei da Noruega como Håkon VI Magnusson (de 1355 até sua morte em 1380) e rei da Suécia como Håkan Magnusson (de 1362 até ser deposto em 1364).
Era filho do rei Magno IV da Suécia & VII da Noruega (Magnus Eriksson) com sua esposa Branca de Namur. Casou em 1363 com a futura rainha Margarida I da Dinamarca, filha do rei Valdemar IV da Dinamarca, com quem teve um filho: Olavo II da Dinamarca & IV da Noruega. A subida de Olavo, em 1376, para rei da Dinamarca abriu caminho para a união entre a Noruega e a Dinamarca, durante 400 anos. [1] [2] [3] [4] [5] [6]

Haakon VI & II
Haakon VI da Noruega
Rei da Noruega
Reinado 1355
a 1380
Antecessor(a) Magno VII
Sucessor(a) Olavo IV
Rei da Suécia
Reinado 15 de fevereiro de 1362
a 15 de fevereiro de 1364
Predecessor(a) Magno IV (sozinho)
Sucessor(a) Alberto
Co-monarca Magno IV
 
Nascimento 1340
Morte 11 de setembro de 1380 (40 anos)
  Oslo, Noruega
Sepultado em Igreja de Santa Maria, Oslo, Noruega
Esposa Margarida I da Dinamarca (Margareta)
Descendência Olavo II da Dinamarca & IV da Noruega
Casa Casa de Bjälbo ( PRONÚNCIA)
Pai Magno IV & VII
Mãe Branca de Namur
Religião Catolicismo

Håkon foi criado na Noruega, e foi designado como futuro rei do país em 1343. Em 1355 ascendeu ao trono. O seu envolvimento político e militar na Suécia e na Dinamarca enfraqueceu a sua autoridade na Noruega. Governou até morrer em 1380. Está sepultado na Igreja de Santa Maria, em Oslo. [3] [7]

Håkan foi eleito rei da Suécia em 1362, depois de ter aprisionado o seu pai Magnus Eriksson em 1361 na cidade de Kalmar. Após uma rápida reconciliação, pai e filho reinaram juntos, até que, em 1364, um grupo de grandes senhores (stormän) se revoltou contra os dois, e instalou Albrekt de Mecklenburgo como novo rei da Suécia. [5]

Ver também

editar

Referências

  1. Saboya, André Nassim de (2014). «Ascensão e queda da União de Kalmar». História e Cultura. 3 (1). p. 354. ISSN 2238-6270. Consultado em 4 de fevereiro de 2024. Hakon, rei da Noruega e da Suécia 
  2. SABOYA, André Nassim de (2014). «Ascensão e queda da União de Kalmar». História e Cultura (v. 3 n. 1). ISSN 2238-6270. Consultado em 4 de fevereiro de 2024. Seguidamente, os reis da Suécia foram destronados, Magnus Eriksson, Hakon, Albrecht de Mecklenburg, Érico da Pomerânia, Karl Knutsson, Cristiano, Hans e Cristiano II, o que indica uma falta de consenso e uma instabilidade interna… 
  3. a b Halvard Bjørkvik e Erik Opsahl. «Håkon 6. Magnusson» (em norueguês). Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 16 de fevereiro de 2024 
  4. «Håkan Magnusson». Bonniers Compact Lexikon (em sueco). Estocolmo: Bonnier lexikon. 1999. p. 444. 1301 páginas. ISBN 91-632-0161-5 
  5. a b Lagerqvist, Lars O. (1976). «Håkan Magnusson». Sverige och dess regenter under 1000 år (em sueco). Estocolmo: Bonnier. p. 89. 399 páginas. ISBN 91-0-075007-7 
  6. Graca, John V. Da (1985). Heads of State and Government (em inglês). Berlim: Springer. p. 153. ISBN 9781349079995 
  7. Dick Harrison e Lennart Sjöstedt. «Håkan Magnusson» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 3 de fevereiro de 2024 

Precedido por
Magno VII
Rei da Noruega
1355 - 1380
Sucedido por
Olavo IV
Precedido por
Magno IV
Co-rei da Suécia
1362 - 1364
Sucedido por
Alberto


  Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.