Abrir menu principal

Halterofilismo nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012

Weightlifting pictogram.svg
Halterofilismo
Olympic rings without rims.svg

As competições de halterofilismo nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 foram realizadas entre 28 de julho e 7 de agosto no ExCeL, em Londres. Foram disputados 15 eventos, sendo oito masculinos e sete femininos, determinadas por categorias de peso.[1]

CalendárioEditar

Julho/Agosto 25 26 27 28 29 30 31 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
Feminino 1 1 1 1 1 1 1
Masculino 1 1 1 1 1 1 1 1
Dia de competição Dia de final

EventosEditar

 
Egípcia Abeer Abdelrahman durante uma tentativa na categoria até 75 kg.

Quinze conjuntos de medalhas serão concedidas nos seguintes eventos:[1]

QualificaçãoEditar

MedalhistasEditar

FemininoEditar

Evento   Ouro   Prata   Bronze
Até 48 kg
detalhes
Wang Mingjuan
 CHN China
Hiromi Miyake
 JPN Japão
Ryang Chun-hwa
 PRK Coreia do Norte
Até 53 kg
detalhes
Hsu Shu-ching
 TPE Taipé Chinês
Citra Febrianti
 INA Indonésia
Iulia Paratova
 UKR Ucrânia
Até 58 kg
detalhes
Li Xueying
 CHN China
Pimsiri Sirikaew
 THA Tailândia
Rattikan Gulnoi
 THA Tailândia
Até 63 kg
detalhes
Christine Girard
 CAN Canadá
Milka Maneva
 BUL Bulgária
Luz Acosta
 MEX México
Até 69 kg
detalhes
Rim Jong-sim
 PRK Coreia do Norte
Roxana Cocoș
 ROU Romênia
Anna Nurmukhambetova
 KAZ Cazaquistão
Até 75 kg
detalhes
Lidia Valentín
 ESP Espanha
Abeer Adelrahman
 EGY Egito
Madias Nzesso
 CMR Camarões
Mais de 75 kg
detalhes
Zhou Lulu
 CHN China
Tatiana Kashirina
 RUS Rússia
Jang Mi-ran
 KOR Coreia do Sul

MasculinoEditar

Evento   Ouro   Prata   Bronze
Até 56 kg
detalhes
Om Yun-chol
 PRK Coreia do Norte
Wu Jingbiao
 CHN China
vago
Até 62 kg
detalhes
Kim Un-guk
 PRK Coreia do Norte
Óscar Figueroa
 COL Colômbia
Eko Yuli Irawan
 INA Indonésia
Até 69 kg
detalhes
Lin Qingfeng
 CHN China
Triyatno
 INA Indonésia
Răzvan Martin
 ROU Romênia
Até 77 kg
detalhes
Lu Xiaojun
 CHN China
Lu Haojie
 CHN China
Iván Cambar
 CUB Cuba
Até 85 kg
detalhes
Adrian Zieliński
 POL Polônia
Kianoush Rostami
 IRI Irã
Tarek Yehia
 EGY Egito
Até 94 kg
detalhes
Saeid Mohammadpour
 IRI Irã
Kim Min-jae
 KOR Coreia do Sul
Tomasz Zieliński
 POL Polônia
Até 105 kg
detalhes
Oleksi Torokhti
 UKR Ucrânia
Navab Nassirshalal
 IRI Irã
Bartłomiej Bonk
 POL Polônia
Mais de 105 kg
detalhes
Behdad Salimi
 IRI Irã
Sajjad Anoushiravani
 IRI Irã
Ruslan Albegov
 RUS Rússia

Quadro de medalhasEditar

 Ordem  País         Ordem
por total
1  CHN China 5 2   7 1
2  PRK Coreia do Norte 3   1 4 3
3  IRI Irã 2 3   5 2
4  POL Polônia 1   2 3 4
5  UKR Ucrânia 1   1 2 6
6  CAN Canadá 1     1 12
 ESP Espanha 1     1 12
 TPE Taipé Chinês 1     1 12
9  INA Indonésia   2 1 3 4
10  KOR Coreia do Sul   1 1 2 6
 EGY Egito   1 1 2 6
 ROU Romênia   1 1 2 6
 RUS Rússia   1 1 2 6
 THA Tailândia   1 1 2 6
15  BUL Bulgária   1   1 12
 COL Colômbia   1   1 12
 JPN Japão   1   1 12
18  CMR Camarões     1 1 12
 KAZ Cazaquistão     1 1 12
 CUB Cuba     1 1 12
 MEX México     1 1 12
TOTAL 15 15 14 44

DopingEditar

Em 13 de julho de 2016, o Comitê Olímpico Internacional cassou a medalha de bronze da ucraniana Iulia Kalina obtida na categoria até 58 kg feminino por uso de turinabol, substância que ajuda no aumento da massa muscular.[2][3] A Federação Internacional de Halterofilismo repassou a medalha para a tailandesa Rattikan Gulnoi.[4]

Três meses depois, em 18 de outubro, foi a vez da desclassificação do russo Apti Aukhadov da categoria até 85 kg masculino após a reanálise de seu exame antidoping apontar o uso de turinabol e drostanolona. Consequentemente ele perdeu a medalha de prata.[5]

O Cazaquistão foi o principal afetado nas desclassificações de 27 de outubro de 2016, quando três das suas quatro medalhas de ouro obtidas em Londres foram anuladas. Zulfia Tchinchanlo na categoria até 53 kg feminino, Maia Maneza (63 kg) e Svetlana Podobedova (até 75 kg) foram pegas pelo uso das substâncias oxandrolona e estanozolol. Além delas, a bielorrussa Marina Chkermankova foi pega com estanozolol e turinabol e perdeu a medalha de bronze na categoria até 69 kg feminino.[6]

Seguindo as desclassificações retroativas, em 21 de novembro de 2016 ocorreu o maior número delas com seis medalhistas punidos: Cristina Iovu, da Moldávia, bronze na categoria até 53 kg feminino (turinabol); Natalia Zabolotnaia, da Rússia, e Irina Kulecha, da Bielorrússia, prata e bronze na categoria até 75 kg feminino (turinabol e estanozolol); Hripsime Khurchudian, da Armênia, bronze na categoria acima de 75 kg feminino (turinabol e estanozolol); Aleksandr Ivanov, da Rússia, e Anatolie Cîrîcu, da Moldávia, prata e bronze na categoria até 94 kg masculino (turinabol e tamoxifeno).[7] No dia 25 do mesmo mês, o cazaque Ilia Ilin foi desclassificado por uso de turinabol e estanozolol e perdeu a medalha de ouro na categoria até 94 kg masculino.[8]

Em 5 de abril de 2017, a russa Svetlana Tsarukaeva perdeu a medalha de prata na categoria até 63 kg feminino após a reanálise do seu exame antidoping acusar o uso de turinabol.[9] Em 13 de novembro, o também russo Ruslan Albegov foi suspenso por doping e perdeu a medalha de bronze na categoria acima de 105 kg masculina.[10]

A última desclassificação aconteceu em 29 de março de 2019, com o azeri Valentin Hristov perdendo a medalha de bronze obtida na categoria até 56 kg masculino por uso de turinabol oral.[11]

Referências

  1. a b «Weightlifting at the 2012 London Summer Games». Sports-Reference. Consultado em 10 de julho de 2014 
  2. «IOC sanctions Ukrainian weightlifter Yulia Kalina for failing anti-doping test at London 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 13 de julho de 2016. Consultado em 14 de julho de 2016 
  3. «Por doping, levantadora de peso da Ucrânia tem medalha olímpica retirada». GloboEsporte.com. 14 de julho de 2016. Consultado em 14 de julho de 2016 
  4. «Results by Events – XXX OLYMPIC GAMES – 58 kg Women» (em inglês). Federação Internacional de Halterofilismo. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  5. «IOC SANCTIONS TWO ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TEST AT LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 18 de outubro de 2016. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  6. «IOC SANCTIONS EIGHT ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TEST AT LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 27 de outubro de 2016. Consultado em 9 de novembro de 2016 
  7. «IOC SANCTIONS 12 ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TEST AT LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 21 de novembro de 2016. Consultado em 18 de março de 2017 
  8. «IOC SANCTIONS SEVEN ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TESTS AT BEIJING 2008 AND LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 25 de novembro de 2016. Consultado em 4 de abril de 2017 
  9. «IOC SANCTIONS THREE ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TEST AT BEIJING 2008 AND LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 5 de abril de 2017. Consultado em 11 de julho de 2017 
  10. «Atleta russo medalhista de bronze em Londres-2012 é suspenso por doping2». Terra. 13 de novembro de 2017. Consultado em 10 de dezembro de 2017 
  11. «IOC SANCTIONS THREE ATHLETES FOR FAILING ANTI-DOPING TESTS AT LONDON 2012» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. 29 de março de 2019. Consultado em 24 de abril de 2019 

Ligações externasEditar