Abrir menu principal
Harrison Schmitt
Nome completo Harrison Hagan Schmitt
Nascimento 3 de julho de 1935 (84 anos)
Santa Rita, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Alma mater Instituto de Tecnologia
da Califórnia

Universidade de Oslo
Universidade Harvard
Ocupação geólogo
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 12d 13h 52min
Seleção Grupo 4 da NASA 1965
Tempo de AEV 20h 35min
Missões Apollo 17
Insígnia da missão Apollo 17-insignia.png
Aposentadoria 30 de agosto de 1975
Prêmios Medalha de Serviço
Distinto da NASA

Harrison Hagan "Jack" Schmitt (Santa Rita, 3 de julho de 1935) é um astronauta, geólogo e ex-senador dos Estados Unidos. Foi um dos integrantes da missão Apollo 17, a última a pousar na Lua, em dezembro de 1972.[1] Nesta missão, ele se tornou o primeiro membro do grupo de astronautas–cientistas da NASA a ir ao espaço.[2] Ele continua a ser o único cientista profissional a ter voado em uma órbita para fora da Terra e a ter visitado a Lua.[3] Ele foi um membro bastante influente da comunidade de geólogos do Programa Apollo e, antes de começar sua própria preparação para a missão, fazia parte da equipe de cientistas que fazia treinamento rotineiro visando uma viagem à Lua.[4]

NASAEditar

Antes de se juntar à NASA, como membro de primeira equipe de astronautas-cientistas da agência espacial, em 1965, “Jack” Schmitt trabalhou no Centro de Astrogeologia dos Estados Unidos, onde realizou diversas experiências e desenvolveu técnicas de geologia de campo, que viriam a ser utilizadas pelas tripulações das missões Apollo.[5] Após sua admissão na agência espacial, ele exerceu um papel chave no treinamento dos astronautas da Apollo, para ajudá-los a ser bons observadores geológicos, quando estivessem na órbita lunar, e competentes geólogos de campo na superfície do satélite. Ao fim de cada missão, ele participava dos exames e avaliações do material recolhido e ajudava as equipes nos aspectos científicos de suas missões.

Como ele era o único geólogo profissional no time de astronautas e havia se graduado na pilotagem dos módulos de comando e lunar, não foi surpresa quando foi escolhido para se tornar tripulante da última das missões lunares, a Apollo 17, onde exerceu um trabalho fundamental no exame e coleta de materiais rochosos da região lunar de Taurus-Littrow, em companhia do comandante da missão, Eugene Cernan. Durante a missão, ele recolheu do solo lunar a rocha designada como "Troctolite 76535", que vem sendo chamada de "sem dúvida a mais interessante amostra rochosa trazida da Lua".[6] Entre outras distinções, ela é uma peça central nas evidências que sugerem que a Lua um dia teve um campo magnético ativo.[7]

Na volta para a Terra, Schmitt tirou uma das mais famosas e divulgadas fotografias da terra vista do espaço, batizada como A Bolinha Azul, mostrando integralmente todo o planeta azul e esférico brilhando no espaço.[8]

PolíticaEditar

Em agosto de 1975, Harrison Schmitt deixou a NASA para concorrer ao senado americano pelo Partido Republicano, sendo eleito senador pelo estado do Novo México, seu estado natal.[9] Derrotado nas eleições para um segundo mandato, passou a trabalhar como consultor em geologia, espaço e políticas públicas.[10]

Ainda na atualidade, continua advogando o retorno à Lua, para que se possa utilizar o satélite como fonte de hélio-3, um tipo de isótopo radioativo de hélio abundante na Lua, combustível fundamental para o desenvolvimento de reatores nucleares a serem usados como propulsores de motores de naves espaciais, capaz de atingir velocidades muito maiores que as atuais, possibilitando a exploração espacial dos satélites e planetas mais distantes do nosso sistema solar.[11]

Ver tambémEditar

Referências

  1. NOGUEIRA, Salvador. Rumo Ao Infinito: passado e futuro da aventura humana na conquista do espaço. São Paulo: Globo, 2005
  2. DARLING, David. The Complete Book of Spaceflight. New York, NY: John Willey & Sons, 2002
  3. «Naked Science: Living on the Moon». National Geographic Television. 15 de agosto de 2010 
  4. RUMERMAN, Judy A., comp. U.S. Human Spaceflight: a record of achievement, 1961–1998. Monographs in Aerospace History, Nº 9. Houston, TX: NASA, 1998.
  5. «Vermont Scientist May Be On Early Mission to the Moon». The Burlington Free Press. Burlington, Vermont. Associated Press. p. 1 – via Newspapers.com 
  6. Nancy S. Todd. «Lunar Sample Compendium» 
  7. «Rock Suggests Early Moon's Fiery Core Churned a Magnetic Field». The New York Times 
  8. Reinert, Al. «The Blue Marble Shot: Our First Complete Photograph of Earth». The Atlantic 
  9. Graves, Howard. «Schmitt Announces He's Seeking U.S. Senate». Silver City Daily Press. Silver City, New Mexico. Associated Press. p. 1 – via Newspapers.com 
  10. «Winners, losers in governor, Senate, House races». The Orlando Sentinel. Orlando, Florida. p. 137 – via Newspapers.com 
  11. Schmitt, Harrison H. (1997). «Interlune-Intermars Business Initiative: Returning to Deep Space». Journal of Aerospace Engineering. 10 (2): 60–67. doi:10.1061/(ASCE)0893-1321(1997)10:2(60)