Harry Crerar

O general Henry Duncan Graham Crerar, foi um oficial do Exército Canadense. Foi o principal nome do Canadá na Segunda Guerra Mundial, onde ele comandou o Primeiro Exército Canadense.[1]

Harry Crerar
Nome completo Henry Duncan Graham Crerar
Nascimento 28 de abril de 1888
Hamilton, Ontário,
 Canadá
Morte 1 de abril de 1965 (76 anos)
Ottawa, Ontário,
 Canadá
Alma mater Real Colégio Militar do Canadá
Serviço militar
Serviço Comando das Forças Terrestres Canadenses
Anos de serviço 1910–1946
Patente General do Exército
Conflitos Primeira Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Condecorações Ordem dos Companheiros de Honra
Ordem do Banho
Ordem de Serviços Distintos
Venerável Ordem de São João
Decoração das Forças Canadenses

Início de carreiraEditar

Harry nasceu em Hamilton, Ontário, filho do advogado Peter Crerar e de Marion Stinson Crerar e morreu em Ottawa, Ontário. Antes de seu serviço militar, ele trabalhou como engenheiro na Comissão de Energia Hidroelétrica de Ontário, onde fundou o departamento de pesquisa em 1912. Frequentou o ensino básico em sua cidade natal, Hamilton, e em 1906 foi para o Real Colégio Militar do Canadá, em Kingston, Ontário.[1] Foi promovido ao posto de tenente-coronel de artilharia durante a Primeira Guerra Mundial. Ao contrário da maioria dos oficiais, ele permaneceu no exército após a guerra. Frequentou o Colégio Militar de Camberley, de 1923 a 1924, e logo em seguida no Colégio de Defesa Imperial, encerrando os estudos em 1931. Foi nomeado diretor de operações militares e de inteligência militar em 1935 e comandante do Real Colégio Militar do Canadá, em 1939.[2]

Segunda Guerra MundialEditar

Serviu na Segunda Guerra Mundial inicialmente como brigadeiro no Estado Maior da Sede Militar Canadense na Inglaterra. No início de 1940, foi nomeado vice-chefe do Estado Maior do Exército e, mais tarde naquele ano, tornou-se Chefe do Estado Maior do Exército.[2]

Promovido ao posto de major-general, tornou-se General de Comando Oficial da 2ª Divisão de Infantaria do Canadá, que estava na Inglaterra em 1941. No ano seguinte, foi promovido a tenente-general e assumiu o comando do I Corpo Canadense na Inglaterra e também o comandando na Itália, lutando brevemente na Campanha Italiana.[2]

Em março de 1944, ele retornou à Inglaterra e foi promovido novamente, desta vez para comandar o Primeiro Exército Canadense. Embora tenha sido designado como o comandante Primeiro Exército Canadense, mantinha sob seu comando uma quantidade significativa de tropas britânicas e polonesas, incluindo todo o I Corpo Britânico, comandado pelo tenente-general John Crocker, juntamente com a 1ª Divisão Blindada polonesa e outras tropas de vários países europeus. O Primeiro Exército Canadense estava sob as ordens do General Bernard Montgomery, comandante do 21º Grupo do Exércitos, durante as primeiras semanas da Campanha da Normandia.[3]

O Primeiro Exército continuou lutando na França, sendo destacada a atuação na Batalha da Bolsa de Falaise, seguida pela limpeza da costa do Canal da Mancha. Crerar estava se recuperando de um ataque de disenteria durante a Batalha de Scheldt, em outubro de 1944, e seu posto foi assumido pelo tenente-general Guy Simonds, comandante do II Corpo Canadense. O Primeiro Exército de Crerar, reforçado com o XXX Corpo Britânico, sob o comando do tenente-general Brian Horrocks, desempenhou um papel importante na Batalha da Floresta Reichswald, codinome Operação Veritable. O Primeiro Exército, agora composto pelo I Corpo Canadense, passou a participar da invasão dos Aliados Ocidentais na Alemanha e da libertação da Holanda. O fim da Segunda Guerra Mundial na Europa veio logo depois.[4]

Despedida do exércitoEditar

 
Placa que indicava a mensagem de despedida.

Um sinal de despedida publicado em nome do general Harry Crerar para as tropas do Primeiro Exército Canadense que partem da Holanda em 1945

''Aqui está desejando-lhe uma viagem rápida e satisfatória para casa, e que você encontre a felicidade no final dela. Você volta com sua parte da magnífica reputação conquistada pelos canadenses em todas as operações nas quais eles participaram dessa guerra. Uma boa reputação é uma posse além do preço. Mantenha-o pelo bem de todos nós, passado e presente - nos próximos dias. Sei que você será bem-vindo em seu retorno. Certifique-se de que as unidades e os rascunhos canadenses que se seguem depois de você receber um 'lar de boas-vindas' tão bom quanto eles também voltarem. Boa sorte para cada um de vocês - e obrigado por tudo. (H.D.G Crerar) General.''[5]

Pós GuerraEditar

 
General Harry Crerar.

Crerar chegou a Halifax, Canadá, no navio SS Île de France, com 980 veteranos canadenses da Segunda Guerra Mundial em 5 de agosto de 1945. Ele retornou a Ottawa dois dias depois. Crerar retirou-se do exército em 1946 e depois ocupou cargos diplomáticos na Tchecoslováquia, na Holanda e no Japão.

Durante o debate da bandeira de 1963-1964, ele acreditava que a bandeira vermelha canadense deveria permanecer como a bandeira nacional do Canadá.

Crerar foi empossado no Conselho Privado da Rainha para o Canadá em 25 de junho de 1964.

MorteEditar

Harry Crerar morreu em 1 de abril de 19645, aos 76 anos, em Ottawa.[6]

Referências

  1. a b «CrerarHDG». www.canadaveteranshallofvalour.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  2. a b c «Biography of General Henry Duncan Graham Crerar (1888 – 1965), Canada». generals.dk. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  3. «Harry Crerar | The Canadian Encyclopedia». www.thecanadianencyclopedia.ca. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  4. «75 anos do Dia D: as histórias do desembarque na Normandia - Internacional». Estadão. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  5. «Harry Crerar». Military Wiki (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  6. «German Chain of Command in Western Europe, June 1944». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2020 

BibliografiaEditar

  • Atlas de ferradura dourado MapArt - página 657.
  • JL Granatstein. Os Generais: os Comandantes Seniores do Exército Canadense na Segunda Guerra Mundial (Toronto, 1993). ISBN 0-7737-5728-7 [1][2]
  • O Colégio Hillfield-Strathallan comemora 100 anos, O Espectador. Hamilton, Ont. 8 de setembro de 2001.
  • Juno Beach Center - General HDG Crerar.