Harry Nyquist

Harry Nyquist, nascido Harry Theodor Nyqvist (7 de fevereiro de 1889Harlingen, 4 de abril de 1976) foi um engenheiro eletrônico nascido na Suécia, teórico da informação, de nacionalidade estadunidense.[1]

Harry Nyquist
Conhecido(a) por Teorema de Nyquist, ruído Johnson–Nyquist, critério de estabilidade de Nyquist
Nascimento 7 de fevereiro de 1889
Varmlândia
Morte 4 de abril de 1976 (87 anos)
Harlingen
Residência Estados Unidos
Nacionalidade Estadunidense
Alma mater Universidade Yale, Universidade de Dakota do Norte
Prêmios Medalha de Honra IEEE (1960), Medalha Rufus Oldenburger (1975)
Orientador(es)(as) Henry Andrews Bumstead
Instituições Bell Labs
Campo(s) Engenharia eletrônica
Memorial a Nyquist na Universidade de Dakota do Norte.

VidaEditar

Nyquist nasceu em Stora Kil, distrito de Nilsby, Varmlândia, Suécia. Filho de Lars Jonsson Nyqvist (nascido em 1847) e Katrina Eriksdotter (nascida em 1857). Seus pais tiveram sete filhos: Elin Teresia, Astrid, Selma, Harry Theodor, Aemelie, Olga Maria e Axel. Nenhum deles foi batizado. Imigrou para os Estados Unidos em 1907.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Obituário, Physics Today

Ligações externasEditar


Precedido por
Emory Leon Chaffee
Medalha de Honra IEEE
1960
Sucedido por
Ernst Guillemin


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.