Abrir menu principal
Observando o ritual de Havdalá, na Espanha do século XIV

Havdalá (do hebraico הַבְדָּלָה, separação) é uma cerimônia religiosa judaica que marca o final do Shabat e dos dias sagrados, iniciando uma nova semana. O Shabat termina na noite de sábado assim que três estrelas estejam visíveis no céu a olho nu[1][2][3]. O ritual envolve a iluminação de uma vela especial havdalah com várias mechas, abençoando uma taça de vinho e cheirando especiarias doces.[4]

SignificadoEditar

 
Vela de Havdalah, copo de kidush e caixa de especiarias

A Havdalá destina-se a exigir que uma pessoa use todos os cinco sentidos - provar o vinho, cheirar as especiarias, ver a chama da vela e sentir seu calor, e ouvir as bênçãos.[5]

Após um Shabat normal, a ordem das orações corresponde ao acróstico יבנ"ה "Yavneh", com as iniciais Yayin (vinho), Besamim (especiarias), Ner (vela), e Havdalah (a oração Havdalá).[6] A ordem dos elementos quando o Havdala é combinado com Kidush (por exemplo, em uma noite de sábado que é 'Yom Tov' (i.e., literalmente, 'Dia bom', plural 'Yamim Tovim', um festival, especialmente o da Páscoa, Shabuoth, Sukkoth ou Rosh Hashana) é conhecida pelo acróstico Yaknhaz.[7] Estas são as letras iniciais de Yayin (vinho), Kiddush HaYom (abençoando o dia), Ner (vela), Havdala (a bênção de Havdala) e Zman (tempo, i.e. shehechiyanu).

Referências

  1. Aruch, Shulchan; Chayim, Orach. Mishnah Berurah - Sefer 3 - Part Two: Law of Shabbos (em hebraico). [S.l.: s.n.] Consultado em 2 de fevereiro de 2019 
  2. «Spice Container» (em inglês). The Jewish Museum. Consultado em 26 de novembro de 2010 [ligação inativa]
  3. «O significado da havdalá». pt.chabad.org. Consultado em 26 de novembro de 2010 
  4. «Havdalah: The Ritual». Consultado em 30 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 2 de junho de 2013 
  5. «Glossary». Torah.net. Consultado em 30 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 12 de março de 2012. Cerimônia ritual que marca o fim do sábado e a separação entre o sagrado e o profano. Todos os sentidos são usados para abençoar o vinho, a luz de uma vela especial e o cheiro de especiarias. 
  6. «Parashat Toldot». Jerusalem, Israel: Shema Yisrael Torah Network. 2005. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  7. «Klau Library, Cincinnati Illuminated Haggadah Exhibit». Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.