Hawker-Siddeley Harrier

Hawker-Siddeley Harrier é um caça de ataque ao solo e reconhecimento, com capacidade para pouso e decolagem vertical (V/STOL). O Harrier foi uma das primeiras aeronaves a ter esse sistema, que na época era uma nova tecnologia em desenvolvimento.

Hawker-Siddeley Harrier
Caça
Um Harrier designado para treinos, em 1978.
Descrição
Tipo / Missão Caça monomotor, V/STOL de ataque ao solo
País de origem  Reino Unido
Fabricante Hawker-Siddeley
Período de produção 19671970s
Quantidade produzida 278
Desenvolvido de Hawker Siddeley P.1127
Desenvolvido em BAE Sea Harrier
AV-8 Harrier II
British Aerospace Harrier II
Primeiro voo em 28 de dezembro de 1967 (52 anos)
Introduzido em 1 de abril de 1969
Aposentado em 2006
Tripulação 1 (piloto)
Especificações (Modelo: Harrier GR.3)
Dimensões
Comprimento 14,27 m (46,8 ft)
Envergadura 7,70 m (25,3 ft)
Altura 3,63 m (11,9 ft)
Área das asas 18,68  (201 ft²)
Alongamento 3.2
Peso(s)
Peso vazio 6,140 kg (13,5 lb)
Peso máx. de decolagem 11,430 kg (25,2 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 × Rolls-Royce Pegasus 103 turbofan 21.500 lbf (95,6 kN)
Performance
Velocidade máxima 1,176 km/h (0,634 kn)
Alcance bélico 370 km (230 mi)
Alcance (MTOW) 3,425 km (2,13 mi)
Autonomia 1.30 h(s)
Teto máximo 15,600 m (51,2 ft)
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2 × canhões ADEN de 30 mm
Foguetes 4 × pods com 18 × foguetes de 68 mm cada
Mísseis 2 × AIM-9 Sidewinder (AAM)
Bombas Capacidade para uma variedade de bombas de fragmentação e bombas guiadas por laser

O Harrier era normalmente usado como um avião de ataque ao solo, embora a sua manobrabilidade também o permitisse que ele se envolver efetivamente em combates contra outras aeronaves a distâncias curtas. O Harrier é alimentado por um único turbofan Pegasus montado na fuselagem. Vários bicos de reação pequenos também estão equipados, no nariz, cauda e nas pontas das asas, com a finalidade de equilibrar a aeronave durante o voo vertical. 

O Harrier provou seu valor na guerra das Malvinas, onde enfrentou e derrotou caças muito mais rápidos da família Dassault Mirage III, da Força Aérea Argentina.

Operadores militaresEditar

  Tailândia

  Índia

  Espanha

  Reino Unido

  Estados Unidos

Ver tambémEditar

Desenvolvimento relacionado
Aeronaves semelhantes
Artigos relacionados:
Desenvolvimento: Hawker P.1127 - Hawker Kestrel - Hawker-Siddeley Harrier - Sea Harrier - RAF Harrier II
Equivalência:
Série: A-5 - A-6 - A-7 - AV-8 - YA-9 - A-10 - A-12
Listas relacionadas: Lista de aviões
  Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.