Hawker Typhoon

Typhoon
Caça
Um Hawker Typhoon Mark IB a ser armado, em 1943, com duas bombas de cimento para praticar.
Descrição
Tipo / Missão Caça-bombardeiro
País de origem  Reino Unido
Fabricante Hawker Aircraft
Período de produção 19411945
Quantidade produzida 3,317[1][2]
Primeiro voo em 24 de fevereiro de 1940 (80 anos)
Introduzido em 11 de setembro de 1941
Aposentado em outubro de 1945
Variantes Hawker Tornado
Hawker Tempest
Hawker Sea Fury
Tripulação 1
Especificações (Modelo: Typhoon Mk Ib)
Dimensões
Comprimento 9,741 m (32,0 ft)
Envergadura 12,67 m (41,6 ft)
Altura 4,67 m (15,3 ft)
Área das asas 25,9  (279 ft²)
Alongamento 6.2
Peso(s)
Peso vazio 4 010 kg (8 840 lb)
Peso carregado 5 171 kg (11 400 lb)
Peso máx. de decolagem 6 010 kg (13 200 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x motor a pistão refrigerado a liquido Napier Sabre IIA, IIB ou IIC; sendo o IIA com 2 180 hp (1 630 kW), o IIB com 2 200 hp (1 640 kW) e o IIC com 2 260 hp (1 690 kW)
Performance
Velocidade máxima 663 km/h (358 kn)
Alcance bélico 821 km (510 mi)
Teto máximo 10 700 m (35 100 ft)
Razão de subida 13,9 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 1 x canhão Hispano Mk II
Foguetes 8 x RP-3 não guiado ar-terra
Bombas 2 x de 230 kg (507 lb) ou 2 x de 450 kg (992 lb)
Notas
Dados de: Mason 1991 unless otherwise stated[nota 1]

O Hawker Typhoon foi uma aeronave britânica, designada para desempenhar missões como caça-bombardeiro. Produzido pela Hawker Aircraft, foi inicialmente desenvolvido para ser um interceptor de média-alta altitude, para substituir o Hawker Hurricane; porém, vários problemas de design fizeram com que nunca conseguisse realizar esta operação na plenitude.[3]

O Typhoon foi designado para ter 12 metralhadoras e ser alimentado por um poderoso motor. A sua introdução ao serviço em 1941 revelou uma série de problemas com a aeronave, e durante vários meses o futuro da aeronave foi incerto.[3] Quando a Luftwaffe lançou em serviço o formidável Focke-Wulf Fw 190 em 1941, o Typhoon era o único caça capaz de o "apanhar" em baixas altitudes; graças a isto, o Typhoon assegurou um importante papel como um interceptor de baixa altitude.[4]

Através da iniciativa de pilotos como Roland Beamont, esta aeronave alcançou importância em operações nocturnas e como caça de longo-alcance.[5] A partir do final de 1942, o Typhoon passou a estar equipado com bombas e, a partir de 1943, com RP-3 de ataque ar-solo. Com este conjunto de armamento, o Typhoon tornou-se uma das aeronaves mais eficazes da Segunda Guerra Mundial no que toca a ataques ar-solo.[6]

OperadoresEditar

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hawker Typhoon
Desenvolvimento relacionado
Aeronave de comparável missão, configuração e era

Notas

  1. Mason 1991, pp. 328–329.

Referências

  1. Thomas and Shores 1988, pp. 165–166.
  2. Thomas 2000, p. 28.
  3. a b Thomas and Shores 1988, p. 16.
  4. Thomas and Shores 1988, pp. 35–36.
  5. Thomas and Shores 1988, p. 34.
  6. Thomas and Shores 1988, pp. 23–26.

BibliografiaEditar

  • Thomas, Chris. Hawker Typhoon (Warpaint Series No. 5). Husborne Crawley, Bedfordshire, Reino Unido: Hall Park Books Ltd., 2000. Sem ISBN. (inglês)
  • Mason, Francis K. Hawker Aircraft Since 1920 (3rd revised edition). London: Putnam, 1991. ISBN 0-85177-839-9.
  • Thomas, Chris and Christopher Shores. The Typhoon and Tempest Story. Londres: Arms and Armour Press, 1988. ISBN 0-85368-878-8. (inglês)


  Este artigo sobre uma aeronave, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.