Heckler & Koch


A Heckler & Koch GmbH (H&K; pronúncia em alemão: [ˌhɛklɐ ʔʊnt ˈkɔx]) é uma companhia alemã de defesa especializada na produção de armas de fogo. Seus produtos incluem a MP5 Submetralhadora, G3 rifle automático, o fuzil de assalto G36, a arma de Defesa pessoal MP7, a séries de pistolas USP, o Fuzil de precisão PSG1, além de lança-granadas. Todas as armas de fogo da H&K são nomeadas pelo prefixo e designação oficial, com sufixos usados pelas variantes. A empresa está localizada em Oberndorf am Neckar, no estado alemão de Baden-Württemberg, e também possui subsidiárias no Reino Unido, França e Estados Unidos.

Heckler & Koch GmbH
GmbH, Privada
Slogan "Keine Kompromisse!" (Sem compromissos!)
Atividade Defesa
Fundação 1949 (71 anos)
Fundador(es) Edmund Heckler, Theodor Koch, Alex Seidel
Sede Alemanha Oberndorf am Neckar
Área(s) servida(s) Todo o mundo
Locais Alemanha, Reino Unido, França e Estados Unidos
Proprietário(s) Andreas Heeschen e Keith Halsey
Presidente Andreas Heeschen
Empregados 923 (2018)
Produtos Armas de fogo, Armas
Receita Aumento € 239.417 mihões (2019)[1]
Lucro Aumento−1.944 mihões (2019)[1]
LAJIR Aumento € 20.910 mihões (2019)[1]
Faturamento Baixa € 252.383 mihões (final de 2019)[1]
Renda líquida Baixa−120.868 mihões (final de 2019)[1]
Website oficial www.heckler-koch.de

ComposiçãoEditar

O Grupo Heckler & Koch compreende a Heckler & Koch GmbH, a Heckler & Koch Defense, NSAF Ltd. e a Heckler & Koch France SAS. O lema da empresa é "Keine Kompromisse!" (Sem compromissos!).[2] A HK fornece armas de fogo para muitas unidades militares e paramilitares, incluindo SAS, KMar, SEALs da Marinha dos EUA, Delta Force, HRT, Joint Task Force 2 do Canadá, KSK e GSG 9 alemãs e muitas outras equipes de resgate antiterrorista e de reféns.[3][4][5]

ProdutosEditar

Seus produtos incluem as metralhadoras MP5 e UMP, os Fuzis de combate G3 e HK417, os Fuzis de assalto HK33, G36, HK416, as metralhadoras de uso geral MG5 e HK21, a arma de defesa pessoal MP7, a série de armas curtas USP e o fuzil de precisão PSG1. Todas as armas de fogo HK são nomeadas por um prefixo e a designação oficial, com sufixos usados para variantes.

A HK tem um histórico de inovação em armas de fogo, como o uso de polímeros em projetos de armas e o uso de um trilho integral para lanternas de pistola. A HK também desenvolveu rifles de Estriamento poligonal modernos, conhecidos por sua alta precisão, aumento da velocidade do projétil e da vida útil do cano.[6] Nem todos os seus projetos tecnologicamente ambiciosos se tornaram produtos comercialmente bem-sucedidos (por exemplo, o fuzil militar G11 avançado, mas agora abandonado, que disparava munição sem estojo de alta velocidade). Em sua ampla gama de produtos, a HK utilizou os seguintes sistemas operacionais para armas pequenas: operação de blowback, ação de recuo curto, blowback com atraso por roldana, blowback com atraso por gás e também recarga à gás (via pistão de curso curto).

HistóriaEditar

A H&K foi fundada pelos engenheiros Edmund Heckler, Theodor Koch, e Alex Seidel em 1949[2] remanescentes da companhia Mauser; a companhia foi registrada em 1950.[2] Inicialmente, a empresa fabricava ferramentas para máquinas, peças para máquina de costura,[2] bitolas e outras peças de precisão, mas isso mudou em 1956 quando a empresa propôs o G3 rifle automático para o Bundeswehr (Exército Federal Alemão).[2] Desde então, a H&K desenvolve e fabrica mais de cem diferentes tipos de armas de fogo e dispositivos para organizações militares do mundo todo. Em 1991, na sequência do cancelamento dos rifles G41 e G11, a H&K foi comprada pela British Aerospace.[2] Sua maior contribuição para os armamentos, desde então, foi a modificação da série de rifles SA80 para o Exército Britânico, resolvendo vários problemas de confiabilidade, e desenvolvimento do leve e reforçado com fibra de carbono fuzil de assalto G36 padrão do Bundeswehr[2] e numerosas outras organizações militares e forças policiais. Em 2002 a renomeada BAE Systems revendeu a H&K para o grupo alemão (H&K Beteiligungs-GmbH) que foi criado para o propósito desta aquisição.[2]

A H&K foi contratada pelo Exército americano para produzir o subsistema energia cinética[7] (veja: kinetic projectiles ou kinetic energy penetrator) do Objective Individual Combat Weapon, uma substituição planejada para o M16/M203 lançador de granada. O OICW foi desenvolvido para disparar o calibre 5.56x45mm NATO e granadas de 25 mm. O componente de energia cinética foi também desenvolvido separadamente para o XM8, embora agora o OICW e o XM8 estejam indefinidamente suspensos.

A H&K está também contratada para renovar a gama de armas SA80 para o Exército britânico, principalmente porque quando na época do contrato a H&K era parte da BAE Systems.[8]

Recentemente, a H&K desenvolveu uma versão modificada do M4, chamado de HK416.[9] a H&K substituiu o sistema de impacto direto usado por Stoner desenvolvido originalmente no M16. Nesta data,não há indicação que o rifle vai ser adotado pelas Forças Armadas dos Estados Unidos. Entretanto, a força de elite Delta Force e outras Unidades de Operações Especiais colocaram o HK416 em combate,[10] e o Senador Tom Coburn de Oklahoma conclamou uma "uma competição livre a aberta" para determinar se o exército deve comprar o HK416 ou continuar a comprar mais M4s.[11]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e «H&K AG Group Accounts 2019» 
  2. a b c d e f g h «www.heckler-koch.de». www.heckler-koch.de. Consultado em 17 de março de 2014 
  3. «UnOfficial SAS Website». Consultado em 28 de agosto de 2008 
  4. «Unofficial US Navy Seals Website». Consultado em 28 de agosto de 2008. Cópia arquivada em 4 de janeiro de 2008 
  5. «US Special Forces Unofficial website». Consultado em 28 de agosto de 2008 
  6. Hogg, Ian V.; Weeks, John (1992). Pistols of the World: The Definitive Illustrated Guide to the World's Pistols and Revolvers. [S.l.]: DBI Books. p. 161. ISBN 978-0-87349-128-0 
  7. «The Gun Source - H&K». Consultado em 30 de agosto de 2008. Arquivado do original em 22 de maio de 2008 
  8. «British Army Website information page on the SA80 A2 rifle». Consultado em 28 de agosto de 2008 
  9. «Modern Firearms». Consultado em 30 de agosto de 2008 
  10. Cox, Matthew (1 de março de 2007). «Better than M4, but you can't have one». Army Times. Consultado em 15 de março de 2007 
  11. Lowe, Christian (30 de abril de 2007). «Senator Tells Army to Reconsider M4». Military.com. Consultado em 16 de junho de 2007 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Heckler & Koch