Hello Kitty

personagem fictício
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Hello Kitty (desambiguação).

Hello Kitty (ハロー・キティ Harō Kiti?),[1] também conhecida por seu nome completo Kitty White (キティ・ホワイト Kiti Howaito?),[2] é uma personagem criada pela empresa japonesa Sanrio.[3] Apesar do bigode, das orelhas e do nome ("Kitty" é um termo equivalente a "gatinho", em inglês), Sanrio retrata Hello Kitty como uma jovem gijinka (antropomorfização) de um Bobtail Japonês com um laço vermelho e, notavelmente, sem boca.[4] De acordo com sua história, ela é uma estudante britânica da 3ª série do signo de escorpião.[5] Kitty e sua irmã gêmea, Mimmy, fazem aniversário em 1º de novembro.[6][7]

Hello Kitty
Stand Noguera Kitty Madrid.jpg
Criado(a) por Yuko Shimizu
Descrição ficcional
Sexo Feminino
Terra Natal Inglaterra
Família Mãe: Mary White

Pai: George White
Irmã gêmea: Mimmy
Avó: Margaret White
Avô: Anthony White

Aparições
Primeira aparição 1974
Editora(s) Sanrio

Hello Kitty é um elemento básico do segmento kawaii da cultura popular japonesa. Em 2010, a Sanrio transformou a Hello Kitty em um fenômeno de marketing global,[8] no valor de US$6 bilhões por ano.[9] Em 2014, quando a Hello Kitty estava com 40 anos, ela estava valendo US$8 bilhões por ano.[10] Desde 2019, Hello Kitty é a segunda franquia de mídia de maior valor de todos os tempos (atrás apenas de Pokémon), tendo gerado US$80 bilhões em vendas de varejo vitalícias.[11]

CriaçãoEditar

 
Yuko Shimizu foi a designer original da Hello Kitty.

A Hello Kitty foi criada originalmente pela designer da Sanrio, Yuko Shimizu, em 1974.[12][13][14] Shimizu deixou a companhia aproximadamente um ano depois. A segunda designer, Setsuko Yonekubo, assumiu por cinco anos até 1980, quando essa tarefa foi dada a Yuko Yamaguchi, que ainda está à frente do trabalho.

A primeira aparição da personagem em um item foi uma bolsa de moedas de vinil no Japão, onde ela foi retratada sentada entre uma garrafa de leite e um aquário.[15] A Sanrio decidiu fazer Hello Kitty britânica porque, na época de sua criação, os países estrangeiros, em particular a Grã-Bretanha, eram modernos no Japão.[16] A Sanrio já tinha vários personagens ambientados nos EUA e queria que a Hello Kitty fosse diferente.

O nome Kitty veio de um dos gatos que a personagem Alice criava no livro Through the Looking Glass de Lewis Carroll.[17] O lema da Sanrio é "comunicação social" e Tsuji queria que o nome da marca refletisse isso. Ele primeiro considerou "Hi Kitty" antes de decidir-se por "Hello" como saudação.[18]

Porta-vozes da Sanrio disseram que a Hello Kitty não tem boca, pois querem que as pessoas "projetem seus sentimentos no personagem" e "fiquem felizes ou tristes junto com a Hello Kitty."[19] Outra explicação que a Sanrio deu para sua falta de boca é que ela "fala com o coração. Ela é a embaixadora da Sanrio para o mundo e não está presa a nenhum idioma específico".[16]

HistóriaEditar

Hello Kitty vendeu bem imediatamente após o lançamento de 1974, e as vendas da Sanrio aumentaram sete vezes até cair temporariamente em 1978. Novas séries com Hello Kitty em designs temáticos diferentes são lançadas regularmente, seguindo as tendências atuais. Yuko Yamaguchi, a principal designer da maior parte da história da Hello Kitty, disse que moda, filmes e TV a inspiram na criação de novos designs.

Hello Kitty foi originalmente comercializado apenas para um público infantil e pré-adolescente. Na década de 1990, o mercado-alvo da Hello Kitty foi ampliado para incluir adolescentes e adultos como uma marca retrô. Comercializado para aqueles que não podiam obter mercadorias da Hello Kitty quando crianças, ou que lembram com carinho dos itens que possuíam, a Sanrio começou a vender produtos da marca Hello Kitty, como bolsas e laptops. A série Face 1994-1996 foi a primeira a ser projetada para um apelo mais maduro.

De acordo com a Sanrio, em 1999, a Hello Kitty apareceu em 12.000 produtos diferentes anualmente. Em 2008, a Hello Kitty era responsável por metade da receita líquida de $ 1 bilhão da Sanrio, e havia mais de 50.000 produtos diferentes da marca Hello Kitty em mais de 60 países. Começando em 2007, seguindo as tendências no Japão, a Sanrio começou a usar designs mais escuros para a Hello Kitty com mais preto e menos rosa, se afastando dos estilos kawaii.

Hello Kitty e Mimmy celebraram seu 40º aniversário em 1º de novembro de 2014. A celebração ("ARIGATO EVERYONE! Birthday Celebration") aconteceu no parque temático, Sanrio Puroland, em Tóquio por vários dias.[20]

Em 1º de janeiro de 2020, a Sanrio Hello Kitty Town em Iskandar Puteri, Malásia fechou definitivamente devido à falta de visitantes.[21] Em 21 de fevereiro de 2020, o parque temático Sanrio Puroland em Tóquio foi fechado temporariamente devido à pandemia COVID-19.[22]

Em junho de 2020, a Sanrio divulgou uma declaração de que seu fundador, Shintaro Tsuji, de 92 anos, se aposentaria como presidente-executivo da Sanrio no dia 1º de julho, e seu neto, Tomokuni Tsuji, de 31 anos, assumiria o cargo.[23][24]

ProdutosEditar

 
Hello Kitty Airbus A330-200.
 
Louis Vuitton Hello Kitty Mini

Voltada originalmente para o mercado feminino pré-adolescente, a linha de produtos da Hello Kitty se expandiu de bonecas, adesivos, cartões comemorativos, roupas, acessórios, material escolar e papelaria para bolsas, torradeiras, televisores, outros eletrodomésticos, massageadores e equipamentos de informática. Esses produtos variam de itens de mercado de massa a produtos de consumo sofisticados e colecionáveis raros.[25] Em 2014, mais de 50.000 linhas de produtos Hello Kitty estavam disponíveis em mais de 130 países.[26]

A Sanrio e vários parceiros corporativos lançaram produtos da marca Hello Kitty, incluindo a guitarra elétrica Hello Kitty Stratocaster (desde 2006, com a Fender nos EUA)[27] e um avião comercial Airbus A330-200 a jato, denominado Hello Kitty Jet (2005–2009, com a EVA Airways em Taiwan).[28][29] A Sanrio também colaborou com muitas marcas em coleções de jóias da Hello Kitty,[30] como a Simmons Jewelry Co. em 2005 e 2008.[31]

Em 2009, a Hello Kitty entrou no mercado vinícola com uma coleção de quatro vinhos disponíveis para compra online, dando continuidade à expansão de produtos direcionados a públicos mais velhos.[32]

Instrumentos musicaisEditar

A Fender Musical Instruments Inc. fez uma parceria com a Hello Kitty para criar a Hello Kitty Stratocaster. Embora inicialmente destinada a meninas pré-adolescentes, a Hello Kitty Stratocaster provou seu valor nas mãos de guitarristas, incluindo Zakk Wylde, John5 e Slash.[33]

AcessóriosEditar

A Hello Kitty nasceu em pequenos artigos para garotas e consequentemente se desenvolveu também da mesma forma. A Sanrio lança todos os anos uma série de artigos com a Hello Kitty, incluindo bolsas, cadernos, agendas, fichários, bijuterias, adesivos, (auto-colantes), chaveiros e muito mais.

Desenhos animadosEditar

A primeira série animada da Hello Kitty foi produzida em 1986 e se chamava Hello Kitty's Furry Tale Theatre, com 13 episódios. Na série, produzida pela extinta DiC Entertainment e animada pela Toei Animation, envolvia Hello Kitty e seus amigos fazendo suas próprias versões de contos de fadas populares.[34][35] A próxima série animada foi um OVA intitulado Hello Kitty and Friends, lançado em 1993, também com 13 episódios. Hello Kitty's Paradise foi lançado em 1999 e tinha 16 episódios.

Hello Kitty's Stump Village foi lançado em 2005, e The Adventures of Hello Kitty & Friends foi lançado em 2006 e já foi ao ar 52 episódios. Uma série crossover com o nome Kiss Hello Kitty (com versões animadas dos membros da banda de rock Kiss com a Hello Kitty) foi anunciada em março de 2013,[36] mas nunca foi lançada. A primeira aparição de Hello Kitty no universo 3D foi em The Adventures of Hello Kitty & Friends.

Em 2016, a Hello Kitty ganhou sua primeira animação brasileira para youtube chamada O Mundo da Hello Kitty.[37]

Em agosto de 2018, a Sanrio começou a transmitir uma série de animação CGI no YouTube. Mostra Hello Kitty falando para a câmera sobre sua vida no estilo de vlogging de YouTubers virtuais.[38]

Sanrio irá transmitir uma série animada 2D em inglês chamada Hello Kitty and Friends Supercute Adventures no YouTube no dia 26 de outubro de 2020.[39]

Jogos eletrônicosEditar

Vários jogos da Hello Kitty foram produzidos desde o lançamento do primeiro título para NES em 1992; entretanto, a maioria desses jogos nunca foi lançada fora do Japão. Hello Kitty também fez participações especiais em jogos com outros personagens da Sanrio, como o jogo Kero Kero Keroppi no Bōken Nikki: Nemureru Mori no Keroleen, lançado em 1994 para SNES.

Foram lançados também consoles de edição especial, como o Hello Kitty Dreamcast, o Hello Kitty Game Boy Pocket e o Hello Kitty Crystal Xbox, vendidos exclusivamente no Japão. Hello Kitty também apareceu como personagem convidada no jogo Sonic Dash, como parte da parceria da Sega com a Sanrio.[40] Hello Kitty (assim como My Melody, outra personagem da Sanrio) também apareceu em Super Mario Maker.[41]

A Sanrio Digital lançou em 2009[42] o MMORPG gratuito Hello Kitty Online,[43] que permite que os jogadores criem e personalizem personagens e os usem para lutar contra monstros, socializar uns com os outros, minerar, fazer tarefas domésticas como cultivar ou cozinhar e participar de missões.

Em 17 de abril de 2019, a Sanrio anunciou uma parceria com a The Tetris Company[44] e um crossover de Tetris com a Hello Kitty já está disponível no site oficial.[45]

MúsicaEditar

A Hello Kitty possui seu próprio álbum de música, o Hello World, com canções inspiradas na Hello Kitty e interpretadas por artistas como Keke Palmer, Cori Yarckin e Ainjel Emme sob a gravadora da Hello Kitty: Lakeshore Records.[46] Hello Kitty também foi escolhida pela AH-Software para ser a base da nova Vocaloid Nekomura Iroha (猫 村 い ろ は), desenvolvida e distribuída pela AH-Software Co. Ltd., em colaboração com a Sanrio para comemorar seu 50º aniversário.[47][48]

A cantora e compositora canadense Avril Lavigne escreveu e gravou uma música chamada "Hello Kitty" para seu quinto álbum de estúdio, Avril Lavigne, lançado em 2013.

Um dos grandes motivos para o sucesso estrondoso da marca Hello Kitty foi o aparecimento dos seus acessórios em famosos na década de 90, como Mariah Carey. Atualmente sua marca sofre divulgações maciças por causa de famosos como Paris Hilton e Steven Tyler.

ControvérsiasEditar

Existem rumores e lendas urbanas de que a Hello Kitty seja, na realidade, um símbolo diabólico. Desde 2005, alguns sites da internet especulam que o motivo da Hello Kitty não possuir boca foi um pacto diabólico.[49] Segundo essa lenda urbana, uma menina de 14 anos tinha câncer na boca e estava em fase terminal,[50] então sua mãe fez um pacto com o diabo para que a menina se curasse[51] e em troca ela criaria uma marca que ganhasse sucesso mundialmente.[52] No entanto, não há nenhuma comprovação de nenhuma dessas especulações.

Esse boato começou a se espalhar a partir de um e-mail de 2008 em espanhol, com algumas modificações, afirmando que os pais de uma menina de 12 anos com câncer de boca fizeram um pacto com o diabo para trazer à fama mundial um personagem em troca do retorno de sua filha à saúde. O relato também afirma que "Kitty" é uma palavra chinesa que significa "demônio", portanto, Hello Kitty significa "olá demônio".[53] No entanto, a Hello Kitty é de origem japonesa, não chinesa, Kitty significa "gatinho", e não se conhece nenhuma palavra chinesa em que "kitty" significa "demônio".[54]

A empresa japonesa Sanrio falou sobre a polêmica:

“Kitty parece feliz quando as pessoas estão felizes. Ela parece triste quando elas estão tristes. Por motivos psicológicos, achamos que ela não deveria estar presa a nenhuma emoção específica, e é por isso que ela não tem boca.”[55]

Outra controvérsia envolvendo a boneca foi um crime brutal ocorrido em 1999 em Hong Kong conhecido como o "Assassinato Hello Kitty", em que uma jovem de 23 anos, Fan Man-yee, foi aprisionada e torturada durante um mês em um apartamento de Tsim Sha Tsui, por três homens, Chan Man-lok, de 34 anos, Leung Shing-cho, de 27, e Leung Wai-lun, de 21, após supostamente ter roubado uma carteira. Após um mês de torturas e abusos, Fan foi morta (ou morreu devido aos traumas físicos que sofreu) e foi desmembrada. Seus captores então a-decapitaram e colocaram sua cabeça em uma boneca Hello-Kitty de tamanho real e descartaram os seus restos mortais.

Os restos de Fan não seriam achados até a namorada de 13 anos de Chan Man-lok (quem havia acompanhado os assassinos em seu crime e também presenciado o que eles haviam feito) guiar a polícia até onde eles haviam sido descartados.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «サンリオキャラクターたちの本名、言えますか?». Excite Bit. 11 de julho de 2008 
  2. «Hello Kitty». Sanrio. Consultado em 16 de outubro de 2020. Arquivado do original em 24 de junho de 2011 
  3. «Hello Kitty | cartoon character». Encyclopedia Britannica. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  4. «Hello Kitty Hooks Generations On Cute, Kitsch». NPR. 3 dezembro 2010 
  5. Miranda, Carolina A. «Hello Kitty is not a cat, plus more reveals before her L.A. tour». latimes.com. Consultado em 6 de março de 2018 
  6. «Hello Kitty». Sanrio Puroland. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  7. «Mimmy». Sanrio Puroland. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  8. Tabuchi, Hiroko (14 maio 2010). «In Search of Adorable, as Hello Kitty Gets Closer to Goodbye». The New York Times 
  9. «Hello Kitty making aliyah». Ynetnews. 18 fevereiro 2011 
  10. Martinez, Michael; Hurtado, Jaqueline (2 novembro 2014). «Hello Kitty turns 40, draws 25,000 fans to convention». CNN 
  11. «Pokémon é a franquia mais lucrativa do mundo». Tecmundo. 29 de agosto de 2019 
  12. «AngelCatSugar Official Website» (em inglês). angelcatsugar.com. Consultado em 12 de janeiro de 2010. Arquivado do original (html) em 18 de fevereiro de 2009 
  13. «Hello Kitty - HILARY MAGAZINE» (em inglês). hilary.com. Consultado em 12 de janeiro de 2010. Arquivado do original (html) em 3 de janeiro de 2010 
  14. «Centenário da imigração japonesa - NOTÍCIAS - Hello Kitty é ícone da influência japonesa no mercado mundial» (html). G1.com. Consultado em 12 de janeiro de 2010 
  15. «Hello Kitty Turns 35». Time. 1 de junho de 2009 
  16. a b Walker, Esther (21 de maio de 2008). «Top cat: how 'Hello Kitty' conquered the world». The Independent. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  17. «Hello Kitty, You're 30». St. Petersburg Times. 15 de novembro de 2004. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  18. Tracey, David (29 maio 1999). «The Small White Cat That Conquered Japan». New York Times 
  19. Walker, Rob (2008). Buying In: The Secret Dialogue Between What We Buy and Who We Are. [S.l.]: Random House, Inc. ISBN 978-1-4000-6391-8 
  20. «Hello Kitty's 40th Anniversary». Go Tokyo. 28 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2017 
  21. «Fans say goodbye to Hello Kitty as Johor theme park calls it a day». The Straits Times. 1 de janeiro de 2020. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  22. Furutani, Kasey (25 de fevereiro de 2020). «Sanrio Puroland and Ghibli Museum closing temporarily due to Covid-19». Time Out. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  23. Enjoji, Kaori (15 de junho de 2020). «The 92-year-old founder of Hello Kitty is handing the business to his grandson». CNN. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  24. «Aos 92 anos, criador da Hello Kitty passa o comando da Sanrio para o neto». Claudia Abril. 16 de junho de 2020. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  25. Paschal, Jan (3 de maio de 2003). «Sanrio's Hula Kitty heads to the beach». Star Bulletin. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  26. Hinson, Tamara (30 de novembro de 2014). «Inside the cult world of Hello Kitty». The Guardian 
  27. «Hello Kitty Stratocaster goes high-end». engadget. 30 de junho de 2006. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  28. «World's first `Hello Kitty' airplane to make debut Lunar New Year flights». Taipei Times. 13 de dezembro de 2005 
  29. «EVA Air's Hello Kitty jet to fly permanently between Singapore and Taiwan from June». Straits Times 
  30. «Hello Kitty ganha coleção de joias». Fashion Network 
  31. «Hello Kitty Fine Jewelry». Cópia arquivada em 12 de maio de 2011 
  32. Catherine Garcia (26 de março de 2010). «Please pass the bubbly, Hello Kitty». Entertainment Weekly. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  33. Elizabeth Matsangou (6 de junho de 2017). «Hello Kitty is taking over the world, one product at a time». The New Economy 
  34. Crump, William D. (2019). Happy Holidays—Animated! A Worldwide Encyclopedia of Christmas, Hanukkah, Kwanzaa and New Year's Cartoons on Television and Film. [S.l.]: McFarland & Co. 132 páginas. ISBN 9781476672939 
  35. Erickson, Hal (2005). Television Cartoon Shows: An Illustrated Encyclopedia, 1949 Through 2003 2 ed. [S.l.]: McFarland & Co. pp. 402–403. ISBN 978-1476665993 
  36. Lockner, Melissa (29 de março de 2013). «Hello Kitty and KISS to Team Up For New Animated Series». TIME. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  37. «O MUNDO DA HELLO KITTY CHEGA AO YOUTUBE». Revista recreio. 18 de agosto de 2016 
  38. «Hello Kitty Makes Her Virtual Youtuber Debut». Crunchyroll 
  39. Hello Kitty and Friends Supercute Adventures Trailer. Sanrio 
  40. «Sonic Dash App». Sanrio 
  41. Billy Steele (25 de maio de 2016). «Hello Kitty is the latest addition to 'Super Mario Maker'». engadget. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  42. «Hello Kitty Online | FAQ» (em inglês). Cópia arquivada em 25 de junho de 2014 
  43. «Hello Kitty Online» (em inglês). Cópia arquivada em 30 de outubro de 2013 
  44. Official Press Release (17 de abril de 2019). «Sanrio and The Tetris Company Team Up to Introduce New Co-Branded Online Games and Merchandise». Tetris 
  45. «Versão de Tetris com Hello Kitty e outros personagens da Sanrio já está disponível». 33giga. 11 de junho de 2019 
  46. «Hello Kitty». Lakeshore Records. Arquivado do original em 26 de abril de 2019 
  47. «VOCALOID2 猫村いろは» 
  48. «猫村いろは(ねこむらいろは | ハローキティといっしょ!» [Nekomura Iroha | Com Hello Kitty!]. Cópia arquivada em 27 de julho de 2010 
  49. Renata Medeiros (16 de novembro de 2015). «Por que a personagem Hello Kitty não tem boca?». R7. Consultado em 13 de março de 2017 
  50. «Por que a Hello Kitty não tem boca?». Consultado em 13 de março de 2017 
  51. «Hello Kitty "A Lenda Urbana"». 2004. Consultado em 13 de março de 2017 
  52. «Porque a boneca da HELLO KITTY não tem boca!». UOL. 10 de abril de 2013. Consultado em 13 de março de 2017 
  53. «Se tiver coragem, conheça a verdadeira e perturbadora história da Hello Kitty». UOL. 5 de janeiro de 2017. Consultado em 13 de março de 2017 
  54. David Mikkelson. «Hello Kitty». Snopes 
  55. Ana Paula Schreider (15 de abril de 2014). «Hello Kitty é do diabo: lenda fala de pacto de personagem com demônio». Consultado em 13 de março de 2017 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Hello Kitty
  Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.