Abrir menu principal
Hs 132
Caça
Desenho do HS.132
Descrição
Tipo / Missão Caça interceptador e bombardeiro de mergulho
País de origem  Alemanha Nazi
Fabricante Henschel Flugzeugwerke AG
Período de produção 1945
Quantidade produzida 4[carece de fontes?]
Primeiro voo em Nunca voou
Variantes
  • Hs 132A Bombardeiro de mergulho
  • Hs 132B Bombardeiro de mergulho / Anti-carro
  • Hs 132C Bombardeiro de mergulho
  • Hs 132D versão de envergadura maior
Tripulação 1 (Hs 132A)
Especificações (Modelo: Hs 132A)
Dimensões
Comprimento 8,90 m (29,2 ft)
Envergadura 7,20 m (23,6 ft)
Altura m (9,84 ft)
Área das asas 14,80  (159 ft²)
Alongamento 3.5
Peso(s)
Peso carregado 3 400 kg (7 500 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x turbojato BMW 003A
Força de empuxo (por motor) 798 kgf (7 830 N)
Performance
Velocidade máxima 780 km/h (421 kn)
Alcance bélico 1 120 km (696 mi)
Teto máximo 10 000 m (32 800 ft)
Armamentos
Bombas Até 500 kg (1 100 lb) de carga de bombas em racks externos
Notas
Para outros dados ver seção "Características particulares"

Henschel Hs 132 [1][2][3] - foi um protótipo de bombardeiro de mergulho a jato e aeronave de ataque ao solo que iria integrar diversos esquadrões substituindo os antigos Junkers Ju 87 "Stuka".

Índice

HistóricoEditar

Em 1944, os Junkers Ju 87 Stuka não eram mais tão eficientes em combate no Front Oriental, pois eram alvos de interceptadores soviéticos e da artilharia anti-aérea. Então, uma pequena produtora chamada Henschel lançou o projeto de construir um bombardeiro de mergulho a jato com motor a reação. O esquadrão seria liderado ainda pelo mais famoso piloto de Stuka da história, Hans-Ulrich Rudel.

Se algo desse errado, o piloto jamais ejetaria, pois se o fizesse na velocidade em que se encontrava o avião, colidiria com o motor e seria puxado pelo fluxo de ar que ele gera, logo morreria. O protótipo nunca voou. O Exército Vermelho tomou a fábrica da Henschel em Maio de 1945, aproveitando a tecnologia que apreenderam para utilizá-la na Guerra Fria.

DesignEditar

O piloto acomodava-se na cabine de vidro, que era exatamente o nariz da aeronave, garantindo ao piloto uma excelente visão do campo de batalha terrestre. Em outros aspectos estéticos, assemelhava-se ao Heinkel He 162 Volksjäger Salamander (caça monoposto a jato), com motor a jato na parte superior do avião, cauda com leme duplo, e asas emergentes localizadas na linha do motor. Os instrumentos eram colocados sob o piloto, e outros atrás, que apenas seriam visíveis através do uso de espelhos. A estrutura da cauda era feita de madeira. O principal alvo ainda era o tanque médio soviético T-34.

Características geraisEditar

  • 7,2 metros de envergadura
  • 8,9 metros de comprimento
  • 3,0 metros de altura
  • Peso máximo: 3000 kg
  • Velocidade máxima: 780 km/h (vazio) e 700 km/h (carregado)
  • Autonomia de 680–1120 km
  • Teto de Serviço de até 10.500 metros
  • 1 Tripulante (piloto)

Características particularesEditar

Versão A
  • 1 Motor BMW 003E-2, 500 kg de bombas e particularmente mais rápida em relação às outras, o ideal da Henschel seria que fosse tão rápido que jamais seria atingido por nenhuma bateria antiaérea.
Versão B
  • 1 Motor Junkers Jumo 004B com 500 kg de bombas + 2 X MG-151 de 20mm
Versão C
  • 1 Motor HeS 011a com 1000 kg de bombas + 2 X MG-151 de 20mm

Referências

BibliografiaEditar

Bibliografia consultada
  • Green, William. Warplanes of the Third Reich. London: Macdonald and Jane's Publishers Ltd., 1970 (fourth impression 1979). ISBN 0-356-02382-6.
  • Smith, J.Richard and Kay, Anthony. German Aircraft of the Second World War. London: Putnam & Company Ltd., 1972 (third impression 1978). ISBN 0-370-00024-2.
  • Wood, Tony and Gunston, Bill. Hitler's Luftwaffe: A pictorial history and technical encyclopedia of Hitler's air power in World War II. London: Salamander Books Ltd., 1977. ISBN 0-86101-005-1.