Hermann Amandus Schwarz

professor académico alemão
Hermann Amandus Schwarz
Desigualdade de Cauchy-Schwarz, Teorema de Clairaut-Schwarz
Nascimento 25 de janeiro de 1843
Jerzmanowa
Morte 30 de novembro de 1921 (78 anos)
Berlim
Residência Alemanha
Sepultamento Cemitério de Grunewald
Nacionalidade alemão
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade Técnica de Berlim, Universidade Humboldt de Berlim
Ocupação matemático, professor universitário
Empregador Universidade de Göttingen, Universidade de Halle-Wittenberg, Universidade Humboldt de Berlim, Universidade de Zurique, Instituto Federal de Tecnologia de Zurique
Obras destacadas desigualdade de Cauchy-Schwarz, teorema de Clairaut-Schwarz
Orientador(es) Ernst Kummer e Karl Weierstrass[1]
Orientado(s) Lipót Fejér, Richard Fuchs, Harris Hancock, Gerhard Hessenberg, Paul Koebe, Leon Lichtenstein, Heinrich Maschke, Herman Müntz, Robert Remak, Carl Schilling, Theodor Vahlen, Ernst Zermelo
Instituições Universidade de Halle-Wittenberg, Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, Universidade de Göttingen
Campo(s) matemática
Tese 1864: De superficiebus in planum explicabilibus primorum septem ordinum

Karl Hermann Amandus Schwarz (Jerzmanowa, 25 de janeiro de 1843Berlim, 30 de novembro de 1921) foi um matemático alemão.

É conhecido por seu trabalho em análise complexa. Nasceu em Hermsdorf, Silésia, então pertencente à Alemanha.

Trabalhou em Halle an der Saale, Universidade de Göttingen e Universidade de Berlim, nos campos da análise complexa, geometria diferencial e cálculo de variações.

Sepultado no Cemitério de Grunewald.

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.