Hinterlândia

região ou regiões afastadas da costa

Hinterlândia (do alemão Hinterland) literalmente significa a 'terra de trás' (de uma cidade ou porto). Em alemão, a palavra também se refere à parte menos desenvolvida de um país - menos dotada de infraestrutura e menos densamente povoada, sendo também sinônimo de sertão ou interior.[1]

Em geografia urbana, hinterlândia corresponde a uma área geográfica (que pode se tratar de um município ou um conjunto de municípios) servida por um porto e a este conectada por uma rede de transportes, através da qual recebe e envia mercadorias ou passageiros (do porto ou para o porto).[2] Trata-se, portanto, da área de influência de uma cidade portuária que, por concentrar significativa atividade económica, pode engendrar uma rede urbana, constituída por centros urbanos menores.[3] Posteriormente, o conceito passou a ser utilizado também no caso de cidades não portuárias que são "cabeças-de-rede".[4][5]

Por analogia, o termo pode ser aplicado à área que circunda um centro de comércio ou serviços e da qual provêm os clientes. O conceito foi também aplicado à área ao redor de ex-colónias europeias na África, que, apesar de não serem parte da colónia, eram por ela influenciadas.[carece de fontes?]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Verbete "hinterlândia"». Dicionário Aulete da Língua Portuguesa. Consultado em 12 de agosto de 2015 
  2. PAIVA, Rodrigo Tavares Zonas de Influência Portuárias (Hinterlands) e um Estudo de Caso em um Terminal de Contêineres com a Utilização de Sistemas de Informação Geográfica Capítulo 3. "Hinterland", p. 38. PUC-Rio, 2006
  3. Por SANTOS, Milton Manual de geografia urbana. Edusp, 2008, 3ª ed. p.122.
  4. A Construção de uma nova centralidade urbana: Sete Lagoas (MG), por Marly Nogueira. Revista Sociedade & Natureza, vol. 18, n° 35 (2006).
  5. Grande cidade aos 50 anos, por Aldo Paviani.
  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.