Abrir menu principal

Um hipanto é uma estrutura floral que é o resultado da fusão das bases das sépalas, pétalas e estames. A sua presença serve de diagnóstico de muitas famílias, incluindo Rosaceae, Grossulariaceae e Fabaceae. Em alguns casos, pode ser tão profundo, e com um topo tão estreito, que a flor parece ter um ovário inferior.

GeometriaEditar

As várias formas da estrutura do hipanto são úteis na identificação de espécies. Existe uma diversidade de formas geométricas associadas com o hipanto incluindo formas obcónica como as encontradas em Heteromeles[1] ou em forma de pires como em algumas espécies do género Mitellastra.[2]

Referências

  1. C. Michael Hogan, PhD (18 de setembro de 2008). «Toyon Heteromeles arbutifolia». GlobalTwitcher (Nicklas Stromberg, ed.). Consultado em 15 de abril de 2009. Arquivado do original em 19 de julho de 2009 
  2. LeRoy Abrams (1951). Illustrated Flora of the Pacific States. [S.l.]: Stanford University Press. ISBN 0804700044 

Ligações externasEditar

  • imagens de hipanto no MorphBank, um banco de imagens biológicas.


  Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.