Abrir menu principal

Hiromori Hayashi (28 de dezembro de 1831[1] – 5 de março de 1896[2])[3] foi um compositor japonês que compôs o hino nacional japonês "Kimigayo".

Índice

Vida e carreiraEditar

Ele obteve alguns cargos na corte real desde sua juventude. Ele se mudou para Tóquio após a Restauração Meiji e em 1875 ajudou a fundir a teoria musical ocidental com a teoria japonesa. A versão final do hino foi tocada pela primeira vez para o Imperador Meiji para seu aniversário, em 3 de novembro de 1880.[4]

Fontes são contraditórias sobre quem compôs a música.[5] A historiadora Emiko Ohnuki-Tierney escreve que "o compositor é nominalmente identificado como Hayashi Hiromori, um músico da Corte Imperial, mas acredita-se que Oku Yoshiisa, que trabalhou para Hayashi, foi quem compôs a música, com alguns rearranjos por Franz Eckert (1852–1916)."[6] A melodia que Hayashi fez substituiu um arranjo feito por John William Fenton, um líder de banda militar irlandês, que foi rejeitado em 1870. A Corte então adotou uma nova melodia composta por Yoshiisa Oku e Akimori Hayashi. O compositor é frequentemente listado como Hiromori Hayashi, que era o supervisor deles e o pai de Akimori. Akimori também foi um dos pupilos de Fenton.[7] O músico alemão Franz Eckert aplicou à melodia uma harmonia com estilo ocidental.

Ver tambémEditar

NotasEditar

Referências

  1. Fontes afirmam que ele nasceu em 1821, 1830 e 1831.
  2. Algumas fontes falam de 1886.
  3. As datas dadas são publicadas no catálogo da Biblioteca do Congresso.
  4. Chizuko Izawa, Nobuo Ohta (2005). Human learning and memory: advances in theory and application : the 4th Tsukuba International Conference on Memory. Routledge, ISBN 978-0-8058-4788-8
  5. Jun Hongo (17 de julho de 2007). Hinomaru, 'Kimigayo' expressa conflitos tanto do passado quanto do futuro. Japan Times
  6. Emiko Ohnuki-Tierney (2002). Kamikaze, cherry blossoms, and nationalisms: the militarization of aesthetics in Japanese history. University of Chicago Press, ISBN 978-0-226-62091-6
  7. Colin Joyce (30 de agosto de 2005). «Briton who gave Japan its anthem». Telegraph.co.uk. Published by Telegraph Media Group Limited. Consultado em 10 de dezembro de 2007