Abrir menu principal

Os cefalópodes têm uma longa história geológica, sendo os primeiros nautilóides encontrados no estrato do Cambriano superior,[1] e supostos representantes do  grupo coroa presentes em lagerstätte do Cambriano inferior.[2]

A classe desenvolveu-se durante o Cambriano médio, e passou por pulsos de diversificação durante o período Ordoviciano,[3] tornando-se diverso e dominante nos mares do Paleozoico e Mesozoico. Fauna tomotiana como Tommotia foram outrora interpretados como cefalópodes primordiais, mas são hoje reconhecidos como escleritos de  animais maiores,[4] e os cefalópodes aceites mais antigos datam do Período Cambriano Médio. Durante o Cambriano, cefalópodes são mais comuns em ambientes perto da costa de baixa profundidade, mas também já foram encontrados em águas profundas.[5] Pensava-se que cefalópodes tinham surgido de dentro do clado de Monoplacophora triblidideos.[6] Contudo, estudos genéticos sugerem que são mais basais, formando um grupo-irmão aos Scaphopoda mas de outro modo basais a todas as grandes classes de moluscos.[7] A filogenia interna de Mollusca no entanto está aberta a interpretações.

ReferênciasEditar

  1. Dzik, J. (1981). «Origin of the cephalopoda» (PDF). Acta Palaeontologica Polonica. 26 (2): 161–191 
  2. Smith, M. R.; Caron, J. B. (2010). «Primitive soft-bodied cephalopods from the Cambrian». Nature. 465 (7297): 469–472. Bibcode:2010Natur.465..469S. PMID 20505727. doi:10.1038/nature09068. Consultado em 6 de março de 2016. Arquivado do original em 27 de janeiro de 2016 
  3. Kröger, B.; Yun-bai, Y. B. (2009). «Pulsed cephalopod diversification during the Ordovician». Palaeogeography Palaeoclimatology Palaeoecology. 273: 174–201. doi:10.1016/j.palaeo.2008.12.015 
  4. Begtson, Stefan (1970). «The Lower Cambrian fossil Tommotia». Lethaia. 3 (4): 363–392. doi:10.1111/j.1502-3931.1970.tb00829.x 
  5. Landing, Ed; Kröger, Björn (2009). «The Oldest Cephalopods from East Laurentia». Journal of Paleontology. 83: 123–127. doi:10.1666/08-078R.1 
  6. Clarke, M.R.; Trueman, E.R., ed. (1988). «Main features of cephalopod evolution». The Mollusca. 12: Palaeontology and Neontology of Cephalopods. Orlando, Fla.: Acad. Pr. ISBN 0-12-751412-0 
  7. Giribet, G.; Okusu, A, A.; Lindgren, A.R., A. R.; Huff, S.W., S. W.; Schrödl, M, M.; Nishiguchi, M.K., M. K. (maio de 2006). «Evidence for a clade composed of molluscs with serially repeated structures: monoplacophorans are related to chitons» (Free full text). Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America. 103 (20): 7723–7728. Bibcode:2006PNAS..103.7723G. PMC 1472512 . PMID 16675549. doi:10.1073/pnas.0602578103