Abrir menu principal

Histórias Extraordinárias

filme de 1968 dirigido por Roger Vadim, Louis Malle e Federico Fellini
Histoires extraordinaires
No Brasil Histórias Extraordinárias
Em Portugal Histórias Extraordinárias
Em italiano Tre passi nel delirio
 França ·  Itália
1968 •  cor •  121 min 
Direção Federico Fellini
Roger Vadim
Louis Malle
Roteiro Federico Fellini
Roger Vadim
Louis Malle
Pascal Cousin
Clement Biddle Wood
Daniel Boulanger
Bernardino Zapponi
Baseado em Edgar Allan Poe (contos)
Narração Vincent Price
Elenco Brigitte Bardot
Alain Delon
Jane Fonda
Terence Stamp
Peter Fonda
Género suspense
terror
Idioma francês
inglês
italiano
Página no IMDb (em inglês)

Histórias Extraordinárias[1][2] (em francês: Histoires extraordinaires; em italiano: Tre passi nel delirio) é um filme franco-italiano de 1968, dos gêneros terror e suspense, dividido em três segmentos baseados em três contos de Edgar Allan Poe, cada um dirigido por um cineasta diferente: Federico Fellini, Roger Vadim e Louis Malle.

Os três segmentos que compõem o filme são baseados nos contos "Metzengerstein", "William Wilson" e "Never Bet the Devil Your Head", todos de Poe.

SinopseEditar

Metzengerstein, dirigido por Vadim, conta a história de uma condessa promíscua (Jane Fonda) que se apaixona por um barão (Peter Fonda), seu primo, e rejeitada por ele por seu comportamento amoral, incendeia seus estábulos, causando a morte do barão no incêndio, quando tentava salvar seus cavalos premiados. Um cavalo negro selvagem escapa do incêndio e foge para o castelo de Metzengerstein, onde vive a condessa, que, impressionada com sua beleza, resolve domá-lo e tê-lo para si. Durante uma tempestade de raios, o cavalo a arrasta para o incêndio que os raios haviam causado.

William Wilson, dirigido por Malle e ambientado no século XIX, conta a história clássica do duplo (Doppelgänger), que persegue o personagem do título (Delon) por toda sua vida, acentuado-se nos momentos mais cruéis de sua existência. Brigitte Bardot é Giuseppina, uma jogadora que desafia Wilson numa mesa de pôquer. Enquanto jogam, seu duplo (também Delon), convence a todos que Wilson trapaceou nas cartas, o que causa seu assassinato a facadas por Wilson. Após se confessar com um padre, Wilson comete suicidio pulando da torre 'Palazzo della Ragione', e em seu corpo é encontrada uma faca cravada nas costas.

Toby Dammit, inspirado livremente no terceiro conto de Poe, é dirigido por Fellini. Conta a história do ator shakespeariano Toby Dammit (Stamp), que afunda na carreira devido ao alcoolismo e para voltar ao sucesso faz um pacto com o Diabo, perdendo a vida e a cabeça, num acidente com a Ferrari que ganhou como pagamento por seu último filme.

ProduçãoEditar

  • Roger Vadim dirigiu o seu segmento logo após terminar as filmagens de Barbarella, com sua então mulher Jane Fonda. Durante as filmagens, o irmão de Jane, Peter, também no elenco, encontrou-se com o roteirista Terry Southern, que estava no set a convite de Vadim e os dois resolveram escrever um filme que fosse um 'faroeste moderno'. No ano seguinte, a idéia de Fonda e Southern se transformaria no filme Sem Destino., que seria premiado no Festival de Cannes, inauguraria a estética dos 'road-movies' e influenciaria o modo de Hollywood fazer cinema na década de 1970.[3]
  • Louis Malle aceitou participar do filme para levantar dinheiro para a realização de seu filme autoral O Sopro no Coração, que ainda levaria três anos até que pudesse ser filmado. Sua escolha de Brigitte Bardot para o papel de Giuseppina, se deveu, segundo ele, a um compromisso com o produtor, para aumentar a carga de erotismo no filme e fazê-lo mais atraente para o espectador comum.[4]

Referências

  1. «Histórias Extraordinárias». Brasil: CinePlayers. Consultado em 3 de março de 2019 
  2. «Histórias Extraordinárias». Portugal: CineCartaz. Consultado em 3 de março de 2019 
  3. Lee Hill - A Grand Guy: The Life and Art of Terry Southern (Bloomsbury, 2001)
  4. Mena José Luis and Cuesta Javier – Diccionario de Cine (Edimat, 2004)
  Este artigo sobre um filme francês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.