Hollywood or Bust

filme de 1956 dirigido por Frank Tashlin

Hollywood or Bust (no Brasil, Ou Vai Ou Racha), é um filme de comédia de 1956 dirigido por Frank Tashlin e protagonizado pela dupla Martin e Lewis. Vale dizer que este foi o último filme da dupla.

Hollywood or Bust
Ou Vai Ou Racha (BRA)
 Estados Unidos
1956 •  cor •  95 min 
Direção Frank Tashlin
Produção Hal B. Wallis
Roteiro Erna Lazarus
Elenco Dean Martin
Jerry Lewis
Pat Crowley
Anita Ekberg
Género comédia
Idioma inglês

SinopseEditar

Malcolm Smith (Jerry Lewis) é um homem simples e trabalhador que sonha em ir a Hollywood conhecer a atriz dos seus sonhos, Anita Ekberg. Com isso, ele vai todas as semanas a um sorteio do bairro para ganhar um carro para poder ir a Hollywood e realizar o seu sonho. Em um desses sorteios noturnos, Malcolm conhece um sujeito chamado Steve Wiley (Dean Martin), um vigarista que trabalha em uma gangue que também está lá para ganhar o carro, mas a única diferença é que ele vai trapacear no sorteio e ganhar de qualquer jeito. Para a pura sorte de Malcolm, este também ganha o carro (na verdade, ele seria o verdadeiro ganhador) fazendo com que ele e Steve dividam o prêmio. Malcolm quer ir de qualquer jeito para Hollywood, e Steve tem que ir junto fingindo que vai ajudá-lo mas, ele planeja isso para de repente se livrar de Malcolm e entregar o carro ao seu chefe. Mas no meio da viagem, Steve se vê enrolado por Malcolm ser um pouco inteligente e também por ambos não terem dinheiro para gasolina, comida e etc... A situação dos dois melhora quando eles acabam conhecendo uma moça chamada Terry (Pat Crowley) que também está seguindo o mesmo rumo para trabalhar como dançarina em Los Angeles. Sendo assim, os três seguem o caminho juntos mas, ainda viriam muitas complicações até eles chegarem a Hollywood e Malcolm finalmente conhecer sua musa.

ElencoEditar

Ficha técnicaEditar

O fim para a dupla Martin & LewisEditar

Este foi o último filme que Jerry Lewis fez com Dean Martin. A dupla fez no total 16 filmes entre os anos de 1949 e 1956. Jerry Lewis constatou que já nas filmagens, ele e Dean Martin não se falavam, exceto na hora das gravações das cenas. A relação entre os dois estava por um fio, por conta de uma série de discussões que surgiram antes e durante o período das filmagens. Pode-se dizer que as discussões que ocorreram durante as filmagens haviam sido decisivas para selar o fim da parceria com Martin. Este é o único filme da dupla que Lewis se recusou a ver para não relembrar deste período difícil.

CuriosidadesEditar

  • As gravações foram de Abril a Junho de 1956 e um mês após os términos das gravações (Julho), Martin e Lewis anunciou a separação. O filme tinha estreado em Dezembro do mesmo ano, cinco meses após a separação da dupla.
  • Jerry chegou a passar mal e ser internado às pressas em um dos dias das gravações devido ao fumo e excesso de trabalho. Jerry precisou reduzir o esforço e parar urgentemente de fumar.
  • Anita Ekberg já tinha feito com a dupla o filme Artists and Models. Depois, ela chegou a fazer com Dean Martin o filme 4 for Texas e com Jerry Lewis, o filme Way...Way Out. Já Pat Crowley, fez com a dupla o filme Money from Home.

Ligações externasEditar