Homero Silva (São Paulo, 30 de janeiro de 1918 – São Paulo, 19 de setembro de 1981) foi o primeiro apresentador da televisão brasileira[1], além de político[2] e professor.

Apresentava o programa TV na Taba da TV Tupi[1]. Foi também radialista das rádios Tupi e Difusora[1] nas décadas de 1940 e 1950. Apresentava o programa de auditório Clube Papai Noel[1], onde surgiram vários cantores, entre os quais Wilma Bentivegna[3]. Na cidade de São Paulo, existe uma praça com o seu nome localizada no bairro da Pompeia[1], próximo à avenida de mesmo nome.

Silva também foi o primeiro na TV brasileira a apresentar programa para jovens, chamado Grêmio Juvenil Tupi[4]. Por bastante tempo, apresentou o Clube dos Artistas[3], mais tarde apresentado por Aírton e Lolita Rodrigues. Silva também apresentava eventos comemorativos na TV Tupi, como a cobertura do Quarto Centenário da cidade de São Paulo.

Foi vereador[1] e deputado[2] no estado de São Paulo. Em 1955, chegou a candidatar-se para a prefeitura da capital, mas ficou em segundo lugar nas eleições, perdendo para Lino de Mattos. Homero Silva foi ainda professor na Faculdade de Direito de Bragança Paulista.

Depois de encerrar a carreira de apresentador na TV Tupi, foi presidente da Fundação Padre Anchieta[3] e depois diretor artístico da Rádio Cultura[3].

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.