Abrir menu principal

Wikipédia β

Hortêncio Pereira de Britto


Hortêncio Pereira de Britto, em trajes militares.

Hortêncio Pereira de Britto (28 de fevereiro de 1905, Fazenda Pinturas, Acari - 17 de março de 1944, Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro) foi um aviador e Major Aviador do Exército.

Era filho de Napoleão Antão Pereira de Britto e Anunciada Bezerra de Britto, importante figuras de sua cidade-natal, sendo neto do renomado Félix de Araujo Pereira (Félix dos Garrotes) e descendente do português colonizador Tomaz de Araujo Pereira.

Terminou o curso primário no Grupo Escolar Tomás de Araújo e, em 1920, foi para Natal, tendo estudado no Colégio Santo Antônio - Marista, onde fez o preparatório para a Escola Militar.

Depois ingressou na Carreira Militar no Rio de Janeiro na Arma de Aviação saindo Aspirante-a-Oficial em 25 de janeiro de 1932 na 5ª Turma. No final do mesmo ano, já 2° Tenente-Aviador, inaugura a linha do Correio Aéreo Militar entre os estados do Rio de Janeiro e Mato Grosso.

Em 1934 é promovido a 1° Tenente-Aviador e transferido para o Regimento de Aviação em Curitiba. Ainda com a mesma patente é designado para o Destacamento de Aviação em Campo Grande, sendo seu 1° Comandante; dando início às atividades do Correio Aéreo de Fronteiras.

Em 1935 o 1° Tenente-Aviador Hortêncio Pereira de Britto faz parte como piloto militar da comitiva de Getúlio Vargas em visita à Argentina e Uruguai, tendo sido piloto por diversas vezes do Presidente Vargas.

Em 1936 inaugura com o companheiro e também 1° Tenente-Aviador Ricardo Nicoll a linha do Correio Aéreo Militar entre o Rio de Janeiro e Assunção, no Paraguai, pilotando um Waco Cabin, matrícula C-47.

Em 1939 a linha do Correio Aéreo Nacional entre o Rio de Janeiro e a Região do Tocantins foi inaugurada por ele e pelo Capitão Roberto Carlos de Assis Jathay. A viagem foi realizada em um avião Bellanca K-25.

Concluiu o Curso de Engenharia Civil em Juiz de Fora e em 1943 fez especialização em Engenharia Aeronáutica nos Estados Unidos, voltando ao Rio de Janeiro, onde permaneceu como Sub-Comandante do Parque da Aviação no Campo dos Afonsos como Major-Aviador-Engenheiro-Aeronáutico.

Participou também da construção do Campo de Pouso de Belém, construído sob sua supervisão direta.

Em 17 de março de 1944 decolou do Campo dos Afonsos em um bi-motor Lodestar a serviço da Pátria e não mais regressou.

Depois de falecido, foi honrrosamente elevado a Tenente-Brigadeiro.

Casou-se com a senhora Beth Leig de Britto e da união nasceram os filhos Ellyn e Otto L. Leig Pereira de Britto.

FontesEditar

BRITO SOBRINHO, Hortêncio Pereira de. Cartas de Hortêncio Pereira de Britto. Trabalho de transcrição de cartas de Hortêncio Pereira de Britto endereçadas ao pai e ao irmão. Acari: s. ed., 2007.