Hospital Antônio Prudente (Natal)

O Hospital Antônio Prudente é um hospital da cidade de Natal que pertence ao grupo Hapvida. Foi fundado em 1999 no mesmo local onde antes existia o Hospital Maternidade Santa Helena.[1]

Processo por negligênciaEditar

Em dezembro de 2013, uma mulher de 29 anos que havia feito uma operação de cesariana três meses antes teve uma compressa esquecida dentro de seu abdômen, que infeccionou. Em consequência disso, a mulher passou a sentir dores, inchaços e febre. Ao retornar ao médico, este considerou a situação normal; uma consulta a um outro médico resultou num pedido de exames, que foram negados pelo hospital por serem de outro médico. Após os exames terem sido realizados em outro local, descobriu-se o material esquecido dentro de seu corpo, junto ao útero. A mulher acabou perdendo parte de seu intestino grosso e intestino delgado e passou a usar uma bolsa de colostomia. Ela entrou com um processo contra a instituição e o médico, Rômulo Gomes Cruz, no valor de R$ 600 mil, a título de danos morais e estéticos.[2]

Referências

  1. SOUZA, Itamar (2008). Nova História de Natal 2 ed. Natal: Departamento Estadual de Imprensa 
  2. «Compressa é encontrada dentro de corpo de mulher 3 meses após parto». G1. 25 de abril de 2014. Consultado em 25 de abril de 2014 

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.