Abrir menu principal
Huamantla
MonumentoToroBravoHuamantla 14.JPG
Geografia
País
Estados
Município
Huamantla Municipality (en)
Capital de
Huamantla Municipality (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Altitude
2 512 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Coordenadas
MunicipiosdeTlaxcalaHuamantla.jpg
Funcionamento
Estatuto
Localidade do México (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Geminações
Acapulco, Zacatelco, Tlaxco (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Identificadores
Website

Huamantla (Speaker Icon.svg wama'ntla) é a cidade principal e sede administrativa do município de Huamantla, no estado mexicano de Tlaxcala. Segundo o censo de 2010 do Instituto Nacional de Estatística e Geografia, possui uma população de 51.996 habitantes,[1] o que a torna a segunda cidade mais populosa do estado. Sua população atual é estimada em 57 732 habitantes,[2] segundo o Conselho Nacional de População. Desde 14 de agosto de 2007, é reconhecida pela Secretaria de Turismo do México como um Povoado Mágico.[3][4][5][6]

Fundada em 18 de outubro de 1534, por instrução de Antonio de Mendoza, tinha por nome San Luis Huamantla.[7] Durante a intervenção estadunidense no México, foi um lugar estratégico, devido à sua comunicação com o porto de Veracruz, de modo que o Exército dos Estados Unidos tomou a cidade em 8 de outubro de 1847, levando a cabo a Batalha de Huamantla.[8] Em 12 de agosto de 1953 a cidade recebeu o título de "heroica" devido às ações empreendidas em tal batalha.[9][10]

Graças a sua localização, entre a cidade do México e Veracruz, se construiu na cidade uma linha de trem ligada à rota México-Veracruz, o que permitiu o desenvolvimento da economia local, transformando a cidade em importante centro agropecuarista do país. Durante a Guerra da Reforma, Huamantla foi convertida na capital de Tlaxcala brevemente pelas forças conservadores em 1858. Em 1863, a cidade foi tomada pelos franceses e a sede do governo estadual retornou a Tlaxcala após a expulsão destes. O General Antonio Rodríguez Bocardo estabeleceu, em 1866, uma sede política e militar em Huamantla.[11]

Atualmente, Huamantla é um importante centro turístico dos setores naturais, culturais e religiosos do estado, o que tem contribuído para seu desenvolvimento social, cultural, político e econômico. Em 2014, a cidade recebeu um reconhecimento da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais pelo melhoramento e pela proteção de seus recursos naturais.[12]

ToponímiaEditar

Huamantla deriva da palavra náhuatl cuahuitl-man-tla, a qual tem origem nos vocábulos cuahuitl (árvore), man (alinhado) e da proposição locativa tla que denota abundância; assim sendo, Huamantla significa "Lugar de árvores alinhadas".[3]

HistóriaEditar

Período pré-hispânicoEditar

 
Códice de Huamantla, que conta a história do povo otomí.

O primeiro assentamento humano registrado na região foi ao sul da cidade atual. Se converteu em um dos treze povos que formaram uma união política entre 1800 e 1200 a.C. e, em seu apogeu, teve uma população de cerca de 3.500 habitantes. O povoado indígena de Huamantla se estendia sobre una superfície de três a cinco hectares. O centro regional de poder mais próximo estava localizado numa região que agora é o sítio arqueológico de Los Cerritos de Natividad, a leste de Huamantla; sua influência se estendia a outras quatorze comunidades. Esta época é marcada pela construção da pirâmide e dos centros urbanos planificados.

O povo otomí, segundo o códice de Huamantla, chegou no morro de Tiltepec e combateu os otomiés de Atlangatepec, que haviam chegado antes à região e desenvolveram a agricultura no local. Os otomiés cultivavam milho, pimenta, feijão, tomate e abacate. Possuíam especial cuidado com o cultivo de agave, do qual extraíam um líquido que era consumido nas celebrações religiosas e como estimulante antes dos combates.

Período colonialEditar

 
Templo de Santa Cruz, primeira paróquia de San Luis Obispo, trasladada para sua localização atual no final do século XVI.

Por instrução do vice-rei, don Antonio de Mendoza, o governador de Tlaxcala, na presença dos caciques locais, sinalizou o lugar onde seria fundada a cidade de San Luis Huamantla, oferecendo os lotes correspondentes aos fundadores nomeados por sua majestade. Huamantla, por ser parte da província de Tlaxcala, deveria ser habitada exclusivamente por tlaxcaltecas y otomíes, em conformidade à real cédula que foi outorgada pelo imperador Carlos V em 1535 aos tlaxcaltecas. Sem embargo, o privilégio e a promessa real seriam quebrados; primeiro pelo vice-rei don Antonio de Mendoza e depois por Felipe II, sucessor de Carlos V. O vice-rei don Antonio de Mendoza outorgou várias concessões de terras a espanhóis entre 1539 e 1543.

IndependênciaEditar

 
Huamantla até 1877.

Para os huamantlecos, não foi fácil participar nas fileiras insurgentes, uma vez que o centro monarquista de Puebla sufocava rapidamente qualquer surto de rebeldia. Apesar disso, vários cidadãos de Huamantla se uniram às fileiras de Vicente Gómez, que enfrentou várias batalhas com o coronel De la Concha em Huamantla, Tlaxco e Calpulalpan. O principal integrante foi o sacerdote Miguel Valentín, líder da facção de Puebla e que também desempenhava o papel de padre em Huamantla. Este não hesitou em usar a influência religiosa que exercia sobre os cidadãos de Huamantla, arrastando o próprio prefeito para suas fileiras. Convenceu o prefeito e os vereadores a enviar uma "representação" ao Congresso Constituinte, no qual deram seu consentimento para a anexação de Tlaxcala a Puebla.

Invasão estadunidenseEditar

 
Representação da morte do capitão Walker na Batalha de Huamantla.

A Batalha de Huamantla foi um enfrentamento armado ocorrido durante a intervenção dos Estados Unidos no México que obrigou ao exército mexicano desistir do Sítio de Puebla.

A ReformaEditar

Durante a Guerra da Reforma, o presidente dos conservadores, Félix María Zuloaga, determinou que Tlaxcala voltaria à condição de província, declarando Huamantla capital do estado em 1858. Em 1863, a capital voltou a ser Tlaxcala após a expulsão dos franceses. Durante o resto do século, a cidade cresceu com a construção de uma linha férrea, que permitiu que as fazendas tivessem acesso aos mercados da cidade do México e dos estados de Puebla, Hidalgo y Veracruz.

Em 1866 o general Juan N. Méndez nomeou o general Antonio Rodríguez Bocardo como governador e comandante militar de Tlaxcala, estabelecendo a sede política e militar de seu governo em Huamantla. A cidade e suas fazendas ofereceram todos os recursos disponíveis para expulsar as tropas imperiais.

Revolução mexicanaEditar

Durante a Revolução Mexicana, Huamantla adquiriu fuzis para acabar com focos da rebelião. Em 11 de fevereiro de 1911, forças federais de Huamantla, Chiautempan e Zacatelco conjuntamente com o primeiro corpo de camponeses, derrotaram os rebeldes na linha de San Pablo del Monte até os terrenos de Huamantla. Nos primeiros dias de julho, a maioria das prefeituras, — entre elas a de Huamantla —, declararam sua rendição, de acordo com a circular emitida pelo Ministério do Interior, na qual se recomendava que a opinião pública fosse respeitada, nomeando autoridades originárias dos grupos revolucionários. Huamantla passou a ser dominada pelos mais importantes pecuaristas do estado. Em abril de 1914 ocorre a invasão norte-americana ao porto de Veracruz; Huamantla imediatamente colocou em atividade um banco de sangue sob a bandeira da Cruz Vermelha.

Período contemporâneoEditar

A telefonia foi estabelecida no município em 1932. Os meios de comunicação se estabeleceram na mesma época com a fundação de jornais e da rádio XEHT, que realizou sua primeira transmissão em 20 de novembro de 1949. Os primeiros vôos para a cidade ocorreram em 1953. Em 1942 se estabeleceu uma planta industrial de leite em pó e de creme pela empresária Ana María Rico e também a fábrica de biscoitos Isabel, sucursal daquela de Puebla.[13]

GeografiaEditar

Se localiza na região Oriente-Huamantla, também chamada de Grande Planície de Huamantla, no Eixo Neovulcânico, a 2.500 metros acima do nível do mar, sendo assim uma das dez cidades mais elevadas do México. Está a apenas 45 quilômetros a leste da capital do estado, a 74 km da cidade de Puebla, a 165 km da cidade do México e a 507 km de Acapulco.[14] Suas coordenadas são 19° 18′ 46″ N, 97° 55′ 18″ O.[15]

 
Grande Planície de Huamantla

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística e Geografia, o município de Huamantla possui uma superfície de 340 quilômetros quadrados, dos quais 30,5 correspondem à cidade de Huamantla.[16] Os recursos hídricos consistem basicamente em córregos com vazão durante a estação chuvosa. O córrego Amomoloc percorre aproximadamente 3,5 quilômetros, na direção sul-norte. Há também os arroios de Tecoac, Xonemila, San Lucas e Los Pilares e 62 poços artesianos, dos quais 16 são usados para o serviço municipal e o restante para a irrigação. Em relação à temperatura, o clima da cidade é considerado semi-seco temperado, com regime de chuvas nos meses de maio, junho, agosto e setembro. Os meses mais calorosos são março, abril e maio. A direção dos ventos em geral é do sudoeste para o noroeste. A temperatura média mínima anual é de 5,4° C e a máxima é de 23,2°C. A precipitação média mínima registrada é de 6,3 milímetros e a máxima é de 119,2 milímetros.[17]

PolíticaEditar

 
Município de Huamantla, no estado de Tlaxcala, segundo o Instituto Nacional de Estatística e Geografia.

A cidade de Huamantla é a sede do município de Huamantla, um dos 60 municípios de Tlaxcala, que se encontra a leste do estado e ocupa uma superfície total de 354km².[18] Em 2010, o município tinha uma população de 84.979 habitantes, dos quais 61,18% moravam na sede municipal e o resto nas localidades de Ignacio Zaragoza, San José Xicohténcatl, Benito Juárez, etc.[18]

A autoridade municipal está constituída por um governo local integrado por um prefeito (também chamado de presidente municipal), conselheiros e curadores.[19] O atual presidente municipal é Jorge Sánchez Jasso do Partido Revolucionário Institucional (PRI), eleito para o mandato de 2017 a 2021.[20] Em relação ao Poder Judiciário, Huamantla pertence ao distrito de Juárez, com sede na própria cidade.[21]

Huamantla pertence aos seguintes distritos eleitorais:

  • Distrito eleitoral local: Pertence ao Distrito 10 e 11, ambos com sede em Huamantla;[19] atualmente representados por José María Méndez Salgado e Ramiro Vivanco Chedraui do Movimento Regeneração Nacional
  • Distrito eleitoral federal: Pertence ao Distrito I, com sede em Apizaco;[19] atualmente representado por Jose de la Luz Sosa Salinas do Movimento Regeneração Nacional

DemografiaEditar

Segundo o Censo de 2010 realizado pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia, a cidade contava até então com um total de 51.996 habitantes, dos quais 24.929 eram homens e 27.067 eram mulheres.[22]

Evolução demográfica de Huamantla
 
Resultado dos censos do Instituto Nacional de Estatística e Geografia de 1900 a 2010.[22]
População para 2017 segundo projeções do Conselho Nacional de População.[23]


Serviços públicosEditar

EducaçãoEditar

Huamantla tinha uma população analfabeta de 3.710 pessoas acima de 15 anos em 2010,[24], o que significa que a taxa de alfabetização da cidade era de 66,8%, cifra muito menor da média estatal de 90,15%,[25] e da média nacional de 92,8%.[26] Ainda segundo o censo de 2010, a cidade possuía 54 escolas de nível pré-escolar, 55 de nível primário, 22 de nível secundário e 4 de nível preparatório.[27] A educação superior é oferecida no município pela Universidade Tecnológica de Tlaxcala,[28] pelo Instituto Franciscano do Oriente[29] e pela Universidad Autónoma de Tlaxcala, que oferece os cursos como veterinária e zootecnia.[30]

TransporteEditar

 
Rede viária de Huamantla.

A estrada federal 136 Huamantla-La Venta e Huamantla-Terrenate, são as principais vias de acesso da cidade, já que permite oferecer uma rede de distribuição de bens e serviços com a cidade de Apizaco.[31] O rodoanel de Huamantla facilita o traslado diário de tlaxcaltecas com o porto de Veracruz.[32][33]

SaúdeEditar

Segundo o censo de 2010, a população beneficiária de serviços de saúde era de 55.049,[27] das quais 11.688 pertenciam ao Instituto Mexicano do Seguro Social, 3.584 ao Instituto de Segurança e Serviços Sociais dos Trabalhadores do Estado, 39.026 aos seguros oferecidos pela PEMEX ou pela Secretaria da Marinha, 115 ao Seguro Popular e 1.037 a outras instituições, tais como os seguros privados de saúde.[34]

Água e eletricidadeEditar

Os serviços públicos de encanamento, drenagem, esgoto e eletricidade são escassos na cidade. O serviço de água potável está a cargo da Comissão de Água Potável e Esgoto do Município de Huamantla,[35] enquanto a Comissão Federal de Eletricidade é responsável pela eletricidade e pela iluminação pública.[36]

Cidades-irmãsEditar

A cidade de Huamantla está irmanada com as seguintes cidades ao redor do mundo:

Ver tambémEditar

Referências

  1. Instituto Nacional de Estadística y Geografía (2010). «Principales resultados por localidad 2010 (ITER)». Consultado em 5 de março de 2011 
  2. CONAPO. «Datos de proyecciones». Consultado em 8 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 18 de julho de 2015 
  3. a b Gobierno del estado de Tlaxcala, ed. (2013). «Huamantla». Consultado em 24 de setembro de 2013 
  4. Secretaría de turismo, ed. (2013). «Programa Pueblos Mágicos». Consultado em 24 de setembro de 2013. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2014 
  5. «Pueblos Mágicos de México». Consultado em 24 de abril de 2015. Cópia arquivada em 28 de maio de 2015 
  6. La Jornada Declaran Pueblo Mágico a Huamantla, en Tlaxcala
  7. El sol de Tlaxcala. Cumple Huamantla 475 años de su fundación Consultado em 14 de julho de 2015
  8. Sítio oficial de Huamantla. Historia de la ciudad Arquivado em 23 de dezembro de 2016, no Wayback Machine.. Consultado em 14 de julho de 2015
  9. Huamntla, datos generales e historia. Tlaxcala, Huamantla Arquivado em 22 de outubro de 2016, no Wayback Machine. Consultado em 14 de julho de 2015
  10. “PATRIMONIO CULTURAL CIUDADES HEROICAS DE MÉXICO” Consultado em 4 de julho de 2017
  11. La reforma. Historia de Huamntla Arquivado em 18 de dezembro de 2014, no Wayback Machine. Consultado em 14 de julho de 2015
  12. SEMARNAT otorga reconocimiento al Municipio de Huamantla. Huamantla.org Consultado em 14 de julho de 2015
  13. Enciclopedia de Huamantla Consultado em 26 de fevereiro de 2015
  14. Distancias Consultado em 22 de junho de 2015
  15. Instituto Nacional para el Federalismo y el Desarrollo Municipal. Regionalización de Tlaxcala Consultado em 18 de julho de 2015
  16. Instituto Nacional de Estadística y Geografía. INEGI Arquivado em 21 de junho de 2015, no Wayback Machine. Consultado em 18 de julho de 2015
  17. Meteored. Clima en Huamantla Consultado em 18 de julho de 2015
  18. a b Unidad de Microrregiones. Secretaría de Desarrollo Social. «Datos generales - Huamantla». Consultado em 20 de junho de 2015 
  19. a b c Starmedios. «Huamantla, Gobierno estructura y organización». Consultado em 20 de junho de 2015 
  20. LISTA DE PRESIDENTES MUNICIPALES ELECTOS TLAXCALA 2016. «Presidente municipal» (PDF). Consultado em 20 de junho de 2015. Arquivado do original (PDF) em 29 de julho de 2017 
  21. LEY ORGÁNICA DEL PODER JUDICIAL DEL ESTADO DE TLAXCALA Arquivado em 10 de setembro de 2016, no Wayback Machine. Consultado em 3 de julho de 2017
  22. a b Instituto Nacional de Estadística y Geografía (2010). «Archivo: Histórico de Localidades». Consultado em 20 de junho de 2015 [ligação inativa]
  23. Datos de Proyección (CONAPO) Arquivado em 18 de julho de 2015, no Wayback Machine. Consultado em 9 de julho de 2017
  24. «Sistema Nacional de Información Municipal». Instituto Nacional para el Federalismo y el Desarrollo Municipal. Consultado em 2 de fevereiro de 2013 
  25. INEGI. «Educación. Tlaxcala». Consultado em 20 de junho de 2015 
  26. PNUD. «Human Development Report 2009» (PDF) (em inglês). Consultado em 20 de junho de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 15 de maio de 2013 
  27. a b México en cifras. Inegi Arquivado em 21 de junho de 2015, no Wayback Machine. Consultado em 20 de junho de 2017
  28. Universidades de Huamantla. Tlaxcala Consultado em 20 de junho de 2015
  29. Universidades en Huamantla, Tlaxcala Consultado em 20 de junho de 2015
  30. Universidades de Tlaxcala. Tlaxcala Consultado em 20 de junho de 2015
  31. Datos viales Tlaxcala Consultado em 4 de julho de 2017
  32. Estado de Tlaxcala. Tlaxcala Consultado em 6 de julho de 2015
  33. Centro SCT Tlaxcala Secretaría de comunicaciones y transportes del estado. Consultado em 6 de julho de 2015
  34. «Salud». webcindario. Consultado em 2 de julho de 2017 
  35. Síntesis. Se homologarán tarifas del servicio de agua potable en Huamantla. Consultado em 4 de julho de 2017
  36. Servicios públicos. Huamantla Consultado em 4 de julho de 2017
  37. db-city.com, ed. (2013). «Hermanamiento Huamantla.». Consultado em 24 de setembro de 2013 
  38. Huamantla respalda lucha de Acapulco Consultado em 3 de janeiro de 2017
  39. EXPRESIÓN DE FE, ARTE, CULTURA E IDENTIDAD DE UN PUEBLO Consultado em 3 de janeiro de 2017
  40. El sol de Tlaxcala Consultado em 3 de janeiro de 2017
  41. a b c «Se hermanan los pueblos mágicos de Huamantla y Zacatlán». Consultado em 14 de janeiro de 2012 
  42. http://www.elforodetaxco.com/foroweb441/foro441interior.pdf/[ligação inativa]
  43. Inicia intercambio cultural entre puebla y huamantla Consultado em 3 de janeiro de 2017
  44. Huamantla y Atlixco realizan encuentro cultural y turístico Consultado em 3 de janeiro de 2017
  45. Firman hermanamiento Huamantla y San José Chiapa Arquivado em 11 de outubro de 2016, no Wayback Machine.. Consultado em 3 de janeiro de 2017
  46. Invitado de honor a informe de alcalde de perote Consultado em 3 de janeiro de 2017
  47. Firman hermanamiento uriangato y Huamantla Consultado em 3 de janeiro de 2017
  48. Hermanamiento entre Huamantla y Bustamante, nuevo león Arquivado em 11 de outubro de 2016, no Wayback Machine. Consultado em 3 de janeiro de 2017
  49. Festejarán aniversario como Pueblo Mágico Consultado em 3 de janeiro de 2017.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Huamantla