Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Hugo Bellard ([onde?],[quando?]) é um arranjador, maestro, produtor musical, compositor, letrista e autor de jingles brasileiro.

Índice

CarreiraEditar

Sua carreira começou profissionalmente com 16 anos, quando já tocava em orquestras [1]. Começou tocando jazz, bossa nova e soul music mas, como arranjador e produtor de música pop e rock, contribuiu para o sucesso de dezenas de artistas conhecidos. Foi quando formou seu primeiro conjunto, o Forma 4, do qual fazia parte o baterista Paschoal Meirelles.

Com 18 anos, juntamente com o jornalista Armando Henrique, fundou o movimento Musicanossa[2], que reuniu os maiores nomes da bossa nova em shows semanais no Teatro Santa Rosa. A direção musical dos shows era de Hugo Bellard, Antonio Adolfo e Roberto Menescal.

TecladistaEditar

Trabalhou como tecladista de Ivan Lins de 1971 a 1973. Outros artistas com quem trabalhou foram Pery Ribeiro, Leny Andrade, Marcos Valle, Banda Veneno de Erlon Chaves e Taiguara, além de tocar em discos de Raul Seixas, Marcos Valle, Marisa Gata Mansa, Doris Monteiro, Lúcio Alves, Hermínio Belo de Carvalho, João Nogueira, Tito Madi, Evinha, Roberto Ribeiro, Geraldo Vespar, Milton Nascimento, Agnaldo Timóteo, Silvio Cesar, O Terço, e outros. Foi integrante do Formula 7, grupo instrumental de soul jazz com Marcio Montarroyos, Helio Delmiro, Luis Maya e Gerson King Combo.

Direções musicaisEditar

Fez arranjos e direções musicais para peças de Millor Fernandes, espetáculos de Carlos Lyra e Juca Chaves, dentre outros.

Foi diretor musical do espetáculo GEMINI V 2, com Pery Ribeiro e Leny Andrade, com direção geral de Miele & Bôscoli.

ArranjadorEditar

Discografia: Marcos Valle (LP Vento Sul, 1972), Peninha (Sonhos, 1977), Carlos Lyra (LPs Eu e Elas, Carlos Lyra, e Herói do Medo), Leny Andrade, Fernando Mendes (Você Não me Ensinou a te Esquecer), José Augusto, Pery Ribeiro, Renato e Seus Blue Caps, Sally Baldwyng, Marizinha, [1], Zé Rodrix (Soy Latino Americano), Sidney Magal, The Fevers, Canção de Natal da TV Globo, Montezuma, Sandy Q, Superbacana, Odair José, Othavio Bonfá, Adriana, Rosemary, Ian Guest e outros.

ProdutorEditar

Como produtor, além de produzir três discos antológicos do grande nome da MPB Carlinhos Lyra, descobriu o cantor e baterista Serginho, do grupo Roupa Nova, e lançou a atriz Elizângela como cantora, que resultou no compacto simples mais vendido do mercado de discos brasileiros com a música Pertinho De Você, que também foi lançado em língua espanhola em países da América Latina.

Autor - compositorEditar

Como autor tem músicas gravadas por dezenas de artistas como Leny Andrade, Carlos Lyra, The Fevers, Gerson King Combo, Adriana, Golden Boys, Marizinha, Sidney Magal, Renato e Seus Blue Caps, Wando, Silvio Cesar, Forma 4, Limão com Mel, Sula Miranda, Fernando Mendes, Quinteto Ternura, Montezuma, e muitos outros.

Algumas de suas composições foram em parceria com Paulo Sérgio Valle, Fernando Mendes e Renato Barros (do grupo Renato & Seus Blue Caps).

Disco lançado no exteriorEditar

O disco de Hugo Bellard Free Love Concert, creditado como Hugo Belardi (nome que usou frequentemente, principalmente ao assinar seus trabalhos mais populares[3]), em que misturou dance, rock e pop com a utilização dos sintetizadores pioneiros Moog e Arp Soloist, foi lançado em diversos países como Inglaterra, Estados Unidos, México, Espanha, Chile, Porto Rico, Japão e Alemanha, pelas gravadoras Capitol, EMI, Decca e Odeon.

JinglesEditar

É ainda autor de dezenas de jingles, sendo que ganhou uma concorrência internacional para o jingle da Pan Am defendendo o Brasil, quando do lançamento do Jumbo, concorrência da qual participou até Burt Bacharach, representando os Estados Unidos. Outro exemplo é o arranjo original da música de natal da TV Globo.

Referências

Ligações externasEditar