Abrir menu principal

Hunimundo (rei suevo)

Hunimundo
Rei suevo
Reinado século V

Hunimundo (em latim: Hunimundus; lit. "sob a suserania dos hunos"[1]) foi um rei suevo que esteve ativo no começo do século V. Segundo Hyun Jin Kim provavelmente pode ter sido parente de Hunimundo, o Grande.[2] Sabe-se que habitou com seu povo ao norte da província romana de Nórica e que atacou Batávio, na fronteira entre a Nórica e Récia II, nos anos de São Severino. Em meados de 460, Hunimundo invadiu a Dalmácia atravessando a Panônia, onde capturou parte do gado dos ostrogodos. Quando retornava para seu país foi atacado por Teodomiro próximo ao lago Pelsois, seu exército foi derrotado e ele capturado.[3]

Teodomiro perdoaria Hunimundo, sendo ele adotado segundo o estilo germânico e libertado. Apesar disso, em 465, Hunimundo incitou os esciros a atacar os ostrogodos, causando a morte do rei Valamiro (r. 451–465). Ele e o suevo Alarico uniram-se aos sármatas e demais tribos vizinhas e invadiram a Panônia, onde foram derrotados numa sangrenta batalha por Teodomiro (r. 465–474/475).[3] Sabe-se os invasores foram auxiliados pelo imperador bizantino Leão I, o Trácio (r. 457–474).[4]

Referências

  1. Kim 2013, p. 122.
  2. Kim 2013, p. 121.
  3. a b Martindale 1980, p. 574.
  4. Bury 2012, p. 412.

BibliografiaEditar

  • Kim, Hyun Jin (2013). The Huns, Rome and the Birth of Europe. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 1107067227 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1980). The prosopography of the later Roman Empire - Volume 2. A. D. 395 - 527. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press