I'm Not a Girl, Not Yet a Woman

canção de Britney Spears

"I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é uma canção da artista musical estadunidense Britney Spears, contida em seu terceiro álbum de estúdio Britney (2001). Foi composta e produzida por Max Martin e Rami Yacoub, com auxílio de Dido na escrita. Sua gravação decorreu no ano de 2001 nos estúdios Maratone, em Estocolmo, e Battery, em Nova Iorque. A faixa foi enviada para as rádios dos Estados Unidos em 7 de janeiro de 2002, através da Jive Records, servindo como o segundo single do material, enquanto internacionalmente foi lançado como o terceiro. Além de terem sido editadas vários remixes a partir do tema original, e promovida ainda através de disco de vinil e CD single. Liricamente, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é uma canção sobre angústias e decepções durante a puberdade, derivando musicalmente do pop rock e soft rock.

"I'm Not a Girl, Not Yet a Woman"
Single de Britney Spears
do álbum Britney
Lado B "I Run Away"
Lançamento 7 de janeiro de 2002 (2002-01-07)
Formato(s) CD single  · DVD single  · cassete  · maxi single  · vinil
Gravação
Gênero(s) Pop rock  · soft rock
Duração 3:52
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Jive
Composição Max Martin  · Rami  · Dido Armstrong
Produção Max Martin  · Rami
Cronologia de singles de Britney Spears
"Overprotected"
(2001)
"I Love Rock 'n' Roll"
(2002)
Vídeo musical
"I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" no YouTube

A obra recebeu análises geralmente positivas de críticos musicais, os quais prezoaram e compararam sua escrita com composições de Diane Warren. Entretanto, recebeu o Framboesa de Ouro de Pior Canção Original devido ao lançamento conjunto com o filme Crossroads (2002), da qual Spears era protagonista. Em termos comerciais a canção teve um desempenho mediano, classificando-se nas dez melhores colocações de diversos países, como Alemanha, Austrália, Irlanda, Suécia e Reino Unido. Nos Estados Unidos, atingiu a segunda colocação no periódico genérico Bubbling Under Hot 100, não conseguindo entrar na Billboard Hot 100. Sendo o segundo single da artista lançado no país a não entrar na tabela supracitada.

O videoclipe correspondente foi dirigido por Wayne Isham e filmado no mês de agosto de 2001 em locações do Arizona e Utah, como Page, Lake Powell e Glen Canyon. Lançado em 17 de dezembro na emissora MTV, e mais tarde comercializado em DVD, o trabalho retrata a intérprete cantando na beira de um penhasco e dentro de um desfiladeiro. Em divulgação à "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman", Spears apresentou-a em diversos programas televisivos, como The Oprah Winfrey Show e Saturday Night Live, incluindo-a no repertório da turnê Dream Within a Dream Tour (2001—02).

Antecedentes e lançamentoEditar

"I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é fruto de um trabalho colaborativo entre Max Martin, Rami e Dido Armstrong. As sessões de gravação decorreram nos estúdios Maratone, em Estocolmo, e Battery na cidade de Nova Iorque, em 2001.[1] A artista declarou que a canção foi originalmente composta para a trilha sonora do filme Crossroads, da qual era protagonista.[2] Sendo incluída em seu terceiro álbum de estúdio, Britney (2001), com objetivo de divulgar simultaneamente os dois projetos.[3] "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" foi escolhido como segundo single do disco e lançado em 7 de janeiro de 2002, pela Jive Records.[nota 1][4] Vários remixes a partir do tema original foram criados por Spanish Fly e Chocolate Puma, seguidamente comercializados em disco de vinil e CD single.[5]

Estrutura musical e conteúdoEditar

Demonstração de 21 segundos de "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman".

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Musicalmente, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é uma balada dos gêneros pop rock e soft rock com duração total de três minutos e cinquenta e dois segundos (3:52).[6][7] O seu conteúdo lírico refere-se a angústias e decepções durante a puberdade,[8] ao qual Spears considerou-a sua faixa favorita e elogiou o envolvimento de Dido nas composições do disco; "Foi uma honra você ter trabalhado comigo. Obrigada".[1] De acordo com a partitura publicada no Musicnotes.com pela Alfred Music Publishing, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é definida no compasso de tempo comum com um andamento moderadamente lento que se desenvolve em um metrônomo de 76 batidas por minuto. A canção é composta na tonalidade de mi bemol maior, seguindo uma progressão harmônica básica de Mi♭Lá♭2Fá m7Si♭.[7]

Recepção críticaEditar

Em geral, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" foi recebida com opiniões positivas pelos críticos especialistas em música contemporânea. Nikki Tranker, do blogue PopMatters, escreveu que a canção "é uma power ballad onde proporciona que [a cantora] demonstre seus experientes vocais", e comparou-a favoravelmente com composições de Diane Warren.[9] Fazendo uma resenha sobre a digressão Dream Within a Dream Tour para o periódico Daily News, Jim Farber descreveu a obra como "amável".[8] Stephen Thomas Erlewine, do banco de dados musicais Allmusic, deu à canção uma revisão favorável, dizendo que ela juntamente com "Overprotected" e "What It's Like to Be Me" são "momentos cruciais do disco".[10] A Rolling Stone acrescentou que o tema "representa que a artista só quer ser si mesma".[6]

Jocelyn Vena, para o canal de televisão MTV, escreveu que "(...) enquanto as faixas 'Overprotected' e 'Let Me Be' distinguiam-se da adolescência, Spears estava pronta para ser tratada como uma adulta em 'I'm Not a Girl, Not Yet a Woman'".[2] Na sua resenha para o portal Pink News, Nayer Nissim declarou que o desempenho vocal destaca a real conexão de Spears com a faixa.[11]Us Weekly reparou que a música "é um tanto brega, mas chega a ser introspectiva".[12] Segundo uma lista publicada pela Cosmopolitan, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é a 25.ª melhor canção de Spears.[13] Apesar da boa recepção por parte dos críticos, em 2003, o tema recebeu o Framboesa de Ouro de Pior Canção Original devido ao lançamento conjunto com o filme Crossroads (2002), da qual a artista era protagonista.[14]

VideoclipeEditar

Desenvolvimento e lançamentoEditar

 
Spears dentro de uma caverna durante uma cena do vídeo.

O videoclipe de "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" foi dirigido por Wayne Isham e gravado entre os dias 16 e 17 de agosto de 2001 em locações dos estados do Arizona e Utah, como a cidade de Page; o reservatório artificial de Lake Powell; e a Área de Recreação Nacional Glen Canyon.[15] A trama do vídeo começa com Spears na beira de um penhasco e conforme a música é executada ela aparece em um desfiladeiro e dentro de uma caverna.[2] Sua premissa foi idealizada por Isham, que quis mostrar Spears em um ambiente natural.[2] Falando sobre as filmagens da produção, o diretor disse: "Estávamos na beira de um penhasco e lá foi ela, sem nenhuma proteção, não transparecendo nenhum medo. Nada além de coisas positivas a dizer sobre minha experiência com Britney. [...] No início e ao final das gravações ela transbordava uma energia muito positiva".[2] A estreia do vídeo decorreu em 17 de dezembro pelo canal de televisão MTV, no programa Making the Video, que também transmitiu os seus bastidores.[15] O projeto foi lançado como um DVD single em 17 de abril de 2002 no Japão.[16] Dois anos depois foi incluído no DVD, Greatest Hits: My Prerogative, que reuniu todos os videoclipes lançados por Spears até então.[17]

Avaliação da críticaEditar

O canal MTV incluiu a gravação audiovisual em sua lista anual de melhores e mais memoráveis videoclipes,[18] enquanto a Rolling Stone apontou que o trabalho era uma "retratação da cantora em relação à sua imagem sexy da época".[19] Kaitlin Reilly, da Bustle, elogiou o vídeo e destacou o cenário e a aparência da artista,[20] enquanto o New York Post referiu-se ao seu conceito como simples.[21] O colunista do Thought Catalog, Ryan O'Connell, teve uma opinião crítica, dizendo: "A balada 'I'm Not a Girl, Not Yet a Woman' é uma porcaria vinculada ao lamentável filme Crossroads. [...] Sem surpresas, o videoclipe correspondente é tedioso".[22] Em 2003, a obra venceu nos Prêmios Japan Gold Disc a categoria de Vídeo Musical Internacional do Ano.[23]

Apresentações ao vivoEditar

Em 5 de novembro de 2001, Spears apresentou "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" pela primeira vez no talk show estadunidense The Rosie O'Donnell Show.[24] No mesmo mês, em seu próprio especial transmitido pela MTVTotal Britney Live, a obra foi apresentada como a segunda faixa de seu repertório, juntamente com "I'm a Slave 4 U" e "Stronger".[25] A colunista da Variety, Jill Feiwell, descreveu a apresentação do tema nos American Music Awards de 2002 como "espetacular".[26] Spears interpretou-a novamente para o programa Saturday Night Live, em um medley com "Boys" durante o episódio 12 da 27.ª temporada, em 2 de maio.[27] Dois dias depois, ela participou do The Oprah Winfrey Show.[27] No festival musical de Sanremo, na Itália, a canção foi executada com duas vocalistas de apoio.[28] "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" foi maioritariamente interpretada pela artista ao longo da turnê mundial Dream Within a Dream Tour (2001—02), tendo sido inclusa no repertório como a décima terceira faixa, com suas interpretações decorrendo antes de "Stronger" e seguida pela apresentação da banda.[29] Nas apresentações, a intérprete sentava-se ao lado do pianista e, logo após conversava com o público.[29]

Alinhamento de faixasEditar

CréditosEditar

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman", de acordo com o encarte do álbum Britney (2001):[1]

Locais de gravação
Equipe

Desempenho comercialEditar

Comercialmente, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" obteve um desempenho mediano; nos Estados Unidos, a canção passou duas semanas (entre 9 e 23 de fevereiro de 2002) na segunda colocação da Bubbling Under Hot 100,[36][37] e alcançou a 21.ª posição na parada pop de execuções radiofônicas, onde permaneceu por sete semanas.[38] Enquanto, no dia 2 do mês seguinte, a música estreou no 29.º lugar na Adult Contemporary, tornando-se a segunda entrada de Spears na tabela após "Sometimes" (1999).[39] Em geral, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" é o segundo single da artista lançado no país a não entrar na Billboard Hot 100.[40] Na Europa a faixa foi bem recebida, classificando-se nas dez melhores colocações de vários países, como Alemanha,[41] Áustria,[42] Irlanda,[43] Países Baixos[44] e Suécia.[45] No Reino Unido, a música debutou na segunda colocação da UK Singles Chart em 7 de abril, atrás de "Unchained Melody", de Gareth Gates.[46] Terminando o ano como a 82.ª canção mais comercializada, com a British Phonographic Industry (BPI) emitindo um certificado de prata — denotando um total de 200 mil exemplares vendidos em território britânico até 2019.[47]

Em países da Oceania como a Austrália, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" iniciou seu percurso no gráfico de canções publicado pela ARIA Charts ocupando o 7.º posto, tornando-se o sexto top 10 de Spears no país.[5] Foi eventualmente certificado como ouro pela Australian Recording Industry Association (ARIA) em reconhecimento às 25 mil vendas.[48] Na Nova Zelândia, iniciou seu decurso na 40.ª colocação da parada da Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ) em 28 de abril.[49]

Posições nas tabelas musicaisEditar

Histórico de lançamentoEditar

Região Data Formato(s) Gravadora Ref.
Estados Unidos 7 de janeiro de 2002 (2002-01-07) Rádios contemporary hit Jive
Alemanha 18 de fevereiro de 2002 (2002-02-18) CD maxi single BGM
França 19 de março de 2002 (2002-03-19)
Austrália 1 de abril de 2002 (2002-04-01)
Reino Unido Disco de vinil  · cassete  · CD single RCA
França 2 de abril de 2002 (2002-04-02) CD single BGM
Japão 3 de abril de 2002 (2002-04-03)
17 de abril de 2002 (2002-04-17) DVD single

Notas e referências

Notas

  1. Internacionalmente, "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman" foi lançado como terceiro single do disco, após "I'm a Slave 4 U" e "Overprotected".[4]

Referências

  1. a b c (2001) Créditos do álbum Britney por Britney Spears [CD]. Jive Records (01241-41776-2).
  2. a b c d e Vena, Jocelyn (19 de outubro de 2009). «Britney Spears Declared Her Independence With 'I'm Not A Girl' Video» (em inglês). MTV News. Consultado em 11 de junho de 2022 
  3. Goodman, Abbey (13 de fevereiro de 2002). «Jennifer Lopez Kicks The Boys To The Curb On Next Week's Albums Chart» (em inglês). MTV News. Consultado em 3 de julho de 2022 
  4. a b Dinh, James (10 de maio de 2002). «Jordin Sparks' 'I Am Woman' Joins Other Coming-Of-Age Songs» (em inglês). MTV News. Consultado em 3 de julho de 2022 
  5. a b c «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (ARIA)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 26 de junho de 2022 
  6. a b Walters, Barry (30 de outubro de 2001). «Britney (Britney Spears) — Review». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022. Arquivado do original em 5 de maio de 2009 
  7. a b «Digital Sheet Music — Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman». Music Notes (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022 
  8. a b Halaby, Catherine (9 de dezembro de 2001). «For Spears, maturity is, like, cool». Yale Daily News (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022. Arquivado do original em 6 de junho de 2011 
  9. Tranker, Nikki (5 de outubro de 2001). «Britney Spears: Britney». PopMatters (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022 
  10. Erlewine, Stephen Thomas. «Britney Spears — Britney Album Reviews, Songs & More» (em inglês). Allmusic. Consultado em 3 de julho de 2022 
  11. Megarry, Daniel (28 de fevereiro de 2019). «We ranked every single Britney Spears album from worst to best». Gay Times (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022 
  12. Hautman, Nicholas (2 de dezembro de 2019). «All 40 of Britney Spears' Singles Ranked, From '...Baby One More Time' to 'Slumber Party'». Us Weekly (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022 
  13. Barbour, Shannon (26 de outubro de 2018). «A Definitive Ranking of Britney Spears' Best Tracks for the Britney Stan in Your Life». Cosmopolitan (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2022 
  14. «The 23rd Annual RAZZIE AWARDS®» (em inglês). Golden Raspberry. 10 de fevereiro de 2003. Consultado em 3 de julho de 2022. Arquivado do original em 29 de julho de 2013 
  15. a b «MTV's Making The Video of "I'm Not a Girl, Not Yet a Woman"». Making the Video. Temporada 8. Episódio 2 (em inglês). Nova Iorque. 17 de dezembro de 2001. MTV 
  16. a b c «A special DVD released in conjunction with the theatrical release of Spears' movie "NOT A GIRL" Britney Spears DVD» (em inglês). CDJapan. Consultado em 11 de junho de 2022 
  17. Vineyard, Jennifer (13 de agosto de 2004). «Britney Covers Bobby Brown's 'My Prerogative' For Forthcoming LP» (em inglês). MTV News. Consultado em 11 de junho de 2022 
  18. «MTV Yearbook: 2001» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de julho de 2022. Arquivado do original em 25 de abril de 2010 
  19. «Britney Spears: The Complete Video Guide». Rolling Stone (em inglês). 21 de fevereiro de 2008. Consultado em 2 de julho de 2022. Arquivado do original em 10 de dezembro de 2008 
  20. Reilly, Kaitlin (18 de junho de 2015). «A Definitive Ranking Of All 36 Britney Spears' Music Videos From "...Baby One More Time" To "Pretty Girls" And Everything In Between». Bustle (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2022 
  21. Wieselman, Jarett (15 de fevereiro de 2011). «Britney Spears' Music Video Report Card». New York Post (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2022. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2011 
  22. O'Connell, Ryan (2 de maio de 2012). «A Review Of Every Britney Spears Music Video Ever». Thought Catalog (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2022 
  23. «RIAJ Yearbook 2003» (PDF) (em inglês). Recording Industry Association of Japan. 22 de junho de 2004. p. 18. 27 páginas. Consultado em 11 de junho de 2022 
  24. «Britney Spears Pushes Back U.S. Tour Launch To November 1» (em inglês). Yahoo! Music. 30 de outubro de 2001. Consultado em 12 de junho de 2022. Arquivado do original em 17 de novembro de 2006 
  25. Carson, Daly (13 de novembro de 2001). «Total Britney Live». Total Britney Live (em inglês). Nova Iorque. MTV 
  26. Feiwell, Jill (10 de janeiro de 2002). «American Music nods tune to Keys, Aaliyah». Variety (em inglês). Consultado em 12 de junho de 2022 
  27. a b «Britney Spears Has A Full Schedule In 2002» (em inglês). Yahoo! Music. 30 de outubro de 2001. Consultado em 12 de junho de 2022. Arquivado do original em 18 de novembro de 2006 
  28. «A Sanremo Minogue, Britney e Morissette». Corriere della Sera (em italiano). 2 de fevereiro de 2002. Consultado em 12 de junho de 2022 
  29. a b Reid, Shaheem; Moss, Corey (2 de novembro de 2001). «Britney Goes Bald, Plays Tiny Dancer, Gets Caught In The Rain At Tour Kickoff» (em inglês). MTV News. Consultado em 12 de junho de 2022. Arquivado do original em 18 de abril de 2008 
  30. a b «I'm not a Girl, not yet a Woman — Britney Spears — CD single». Fnac (em francês). Consultado em 11 de junho de 2022 
  31. a b c d «Reviews — For Records Released on 1 April 2002» (PDF). Music & Media (em inglês). 23 de março de 2002. p. 9. 48 páginas. Consultado em 5 de junho de 2022 
  32. a b «I'm not a girl not yet a woman — Britney Spears — CD maxi single». Fnac (em francês). Consultado em 11 de junho de 2022 
  33. a b «The ARIA Report: New Releases Singles — Week Commencing 1st April 2002» (PDF) (em inglês). Australian Recording Industry Association. 1 de abril de 2002. Consultado em 11 de junho de 2022. Arquivado do original (PDF) em 23 de abril de 2002 
  34. a b «I'm Not A Girl, Not Yet A Woman» (em alemão). Amazon. 18 de fevereiro de 2002. Consultado em 11 de junho de 2022 
  35. a b «I'm Not A Girl, Not Yet A Woman Britney Spears CD Album» (em inglês). CDJapan. Consultado em 11 de junho de 2022 
  36. «Bubbling Under Hot 100: Feb 09, 2002». Billboard (em inglês). Consultado em 29 de junho de 2022. Arquivado do original em 19 de junho de 2019 
  37. «Bubbling Under Hot 100: Feb 23, 2002». Billboard (em inglês). Consultado em 29 de junho de 2022. Arquivado do original em 21 de maio de 2019 
  38. a b «Britney Spears Chart History (Pop Songs)». Billboard (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2022 
  39. a b «Britney Spears Chart History (Adult Contemporary)». Billboard (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2022 
  40. Wong, Sterling (16 de agosto de 2011). «Star-Crossed Rivals Britney Spears And Christina Aguilera Finally Meet In The Top 10» (em inglês). MTV News. Consultado em 29 de junho de 2022 
  41. a b «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (GfK Entertainment Charts)» (em alemão). GfK Entertainment Charts. Consultado em 26 de junho de 2022 
  42. a b «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Ö3 Austria Top 40)» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 26 de junho de 2022 
  43. a b «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 26 de junho de 2022 
  44. a b «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Single Top 100)» (em inglês). Single Top 100. Consultado em 26 de junho de 2022 
  45. a b «Årslista Singlar — År 2002» (em sueco). Sverigetopplistan. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 10 de fevereiro de 2015 
  46. «Gates' 'Melody' Goes Three For Three». Billboard (em inglês). 8 de abril de 2002. Consultado em 29 de junho de 2022 
  47. a b «Certificações (Reino Unido) (single) — Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 26 de junho de 2022 
  48. a b «ARIA Charts — Accreditations — 2002 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 12 de junho de 2022. Arquivado do original em 3 de março de 2006 
  49. a b «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Recorded Music NZ)» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 26 de junho de 2022 
  50. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Ultratop 50)» (em neerlandês). Ultratop 50. Consultado em 26 de junho de 2022 
  51. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Ultratop 50)» (em francês). Ultratop 50. Consultado em 26 de junho de 2022 
  52. «Oficiální česká hitparáda — 22/2002» (em checo). IFPI Česká Republika. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 1 de junho de 2002 
  53. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Hitlisten)» (em inglês). Tracklisten. Consultado em 26 de junho de 2022 
  54. «Official Scottish Singles Sales Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 26 de junho de 2022 
  55. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Productores de Música de España)» (em inglês). Productores de Música de España. Consultado em 26 de junho de 2022 
  56. Whitburn, Joel (2005). Bubbling Under the Billboard Hot 100: 1959-2004: Joel Whitburn Presents (em inglês). Menomonee Falls, Wisconsin: Record Research. ISBN 978-0-89820-162-8 
  57. «'Pop Idols' Battle On UK Charts». Billboard (em inglês). 15 de abril de 2002. Consultado em 26 de junho de 2022 
  58. «European Radio Top 50» (PDF). Music & Media (em inglês). 20 de abril de 2002. p. 20. 24 páginas. OCLC 29800226. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original (PDF) em 8 de março de 2021 
  59. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Suomen virallinen lista)» (em inglês). Suomen virallinen lista. Consultado em 26 de junho de 2022 
  60. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 26 de junho de 2022 
  61. «Top 50 Singles» (em grego). IFPI Grécia. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 3 de abril de 2002 
  62. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 26 de junho de 2022 
  63. ブリトニー・スピアーズのCDシングルランキング、ブリトニー・ORICON STYLE (em japonês). Oricon. Consultado em 26 de junho de 2022 
  64. «Nederlandse Top 40 — week 12, 2002» (em neerlandês). Dutch Top 40. Consultado em 26 de junho de 2022 
  65. «Official Singles Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2019 
  66. «Issue nr: 6/2006 (13 Februarie - 19 Februarie 2006)» (em romeno). Romanian Top 100. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2006 
  67. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 26 de junho de 2022 
  68. «Britney Spears — I'm Not a Girl, Not Yet a Woman (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 26 de junho de 2022 
  69. «Top 100 Single-Jahrescharts» (em alemão). GfK Entertainment Charts. Consultado em 26 de junho de 2022 
  70. «ARIA Top 100 Singles for 2002» (em inglês). ARIA Top 100. Consultado em 26 de junho de 2022 
  71. «Jahreshitparade 2002» (em alemão). Austrian Charts. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 12 de março de 2014 
  72. «European Hot 100 Singles 2002» (PDF). Music & Media (em inglês) 2—3ª ed. 11 de janeiro de 2003. p. 14. 26 páginas. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original (PDF) em 25 de janeiro de 2021 
  73. «European Radio Top 100» (PDF). Music & Media (em inglês). 11 de janeiro de 2003. p. 16. 26 páginas. OCLC 29800226. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original (PDF) em 25 de janeiro de 2021 
  74. «Top 100 Songs of 2002» (em inglês). Raidió Teilifís Éireann. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 2 de junho de 2004 
  75. «Jaaroverzichten — Single 2002» (em neerlandês). Dutch Charts. Consultado em 26 de junho de 2022 
  76. «The Official UK Singles Chart 2002» (PDF) (em inglês). UKChartsPlus. p. 1. 6 páginas. Consultado em 26 de junho de 2022 
  77. «Swiss Year-End Charts 2002» (em alemão). Swiss Charts. Consultado em 26 de junho de 2022. Arquivado do original em 2 de abril de 2016 
  78. «Week Of 1-7-02» (PDF) (em inglês). R&R Music Meeting. 21 de dezembro de 2001. Consultado em 11 de junho de 2022. Arquivado do original (PDF) em 10 de abril de 2021