Iázide ibne Maziade Xaibani

Iázide ibne Maziade Xaibani (Yazid ibn Mazyad al-Shaybani; m. 801) foi um general e governador árabe que serviu ao Califado Abássida.

Iázide ibne Maziade Xaibani
Nacionalidade Califado Abássida
Etnia Árabe
Progenitores Pai: Maziade Xaibani
Ocupação Governador
Religião Islamismo

VidaEditar

 
Dirrã de Almadi (r. 775–785)
 
Dirrã do califa Alhadi (r. 785–786)

Iázide foi membro dos xaibânidas, dominante na região de Diar Baquir ao norte da Jazira (Mesopotâmia Superior).[1] O primeiro membro de sua família ascender à proeminência foi seu tio, Mane ibne Zaida Xaibani, sob os omíadas. Embora Mane lutou contra a Revolução Abássida, ele reconciliou-se com o regime abássida e ele e seu filhos, Zaida e Xarail, mantiveram altos postos militares e governadorias. Iázide primeiro serviu sob Mane durante o governo do último no Sistão, onde Mane caiu em batalha contra os carijitas locais em 769.[2]

Sob o califa Almadi (r. 775–785), lutou contra Iúçufe Albarme no Coração, e em 782 tomou parte na grande campanha contra o Império Bizantino sob o futuro califa Harune Arraxide (r. 786–809). Iázide acompanhou o filho mais velho e sucessor de Almadi, Alhadi (r. 785–786) para seu governo de Jurjam em 783/784. Após Alhadi tornar-se califa, Iázide apoiou-o em sua intenção — em última análise interrompida por sua morte — para remover Harune da sucessão em favor do próprio filho de Alhadi.[2]

A lealdade de Iázide foi recompensada por Alhadi com sua nomeação para a governadoria (osticano) da Armênia (uma grande província compreendendo toda a Transcaucásia), que ele governou até 788/789.[2] Seu governou foi severo para a população cristã nativa, e ele empreendeu uma colonização em larga escala na província, particularmente em Xirvão, com árabes muçulmanos.[1] Ele foi também o primeiro de uma longa linhagem de osticanos chaibanidas, começando com seus filhos, e, por conseguinte, o progenitor da dinastia maziadida que governou Xirvão como emires autônomos e depois independentes (xá de Xirvão) até 1027.[3]

Após seu mantado na Armênia, Iázide foi enviado para combater uma rebelião carijita liderada pelo companheiro dos chaibanidas Ualide ibne Tarife (795/796). Iázide conseguiu derrotá-lo e matá-lo em combate, terminando a revolta.[2][3] Iázide foi renomeado como osticano em 799, a tempo de enfrentar o último ataque cazar ao califado nas províncias caucasianas, que derrotou. Ele morreu na Armênia em 801, e foi sucedido por seu filho Assade.[4]

Ver tambémEditar

Precedido por
Solimão ibne Iázide
Osticano da Armênia
787–788
Sucedido por
Assade
Precedido por
Iúçufe ibne Raxide Açulami
Osticano da Armênia
799–801
Sucedido por
Abdalcader

Referências

  1. a b Ter-Ghevondyan 1976, p. 27.
  2. a b c d Crone 1980, p. 169.
  3. a b Ter-Ghevondyan 1976, p. 27-28.
  4. Ter-Ghevondyan 1976, p. 28.

BibliografiaEditar

  • Ter-Ghevondyan, Aram (1976). Garsoïan, Nina G. (trad.), ed. The Arab Emirates in Bagratid Armenia. Lisboa: Livraria Bertrand. OCLC 490638192