Abrir menu principal

A41 (autoestrada)

(Redirecionado de IC24)


A 41 - Autoestradas de Portugal
Nome: Circular Regional Exterior do Porto (CREP)
Traçado actual: Matosinhos (A 28) - Alfena - Espinho (A 29) (62 km)
Traçado previsto: Matosinhos (A 28) -Alfena- Espinho (A 29) (62 km)
Tráfego médio diário: 17 073[1] Ano: 2017 (Dez.)
A 41
62
Cruza com: Concessionário: Regime:
 A 1 ,  A 3 ,  A 4 ,
 A 28 ,  A 32 ,  A 32 *,  A 42 ,  A 43 , N 1, N 13,
N 14, N 105, N 107,
N 108, N 326
Ascendi / AEDL Portagens
Mapa actual da auto-estrada A 41.
Acesso à CREP, na A43, perto de Gens

A  A 41  - CREP - Circular Regional Exterior do Porto é oficialmente uma autoestrada portuguesa que circunda a região do Grande Porto, contribuindo para descongestionar a Via de Cintura Interna e facilitando as ligações entre o sul e o leste da região. Até meados da década de 2000, esta rodovia não era considerada uma autoestrada, mas sim uma via rápida com perfil transversal de autoestrada (similar ao IC19 ou IC23), estando numerada como IC24 em todos os troços que então já estavam em funcionamento.

Desde 1 de Abril de 2011, encontram-se, em serviço, todos os troços desta auto-estrada, que se pode dividir em quatro troços principais:

  • um a norte do Porto, entre Matosinhos e Alfena com uma extensão de 14 km, que resulta da duplicação da antiga variante à EN 107, construída pela Junta Autónoma de Estradas entre 1988 e 1994 em formato de via rápida[2] e duplicada nos anos 90 para formar o chamado IC 24. Este troço foi integrado, em 2002, na concessão SCUT do Grande Porto, tendo passado a ser taxado por portagens electrónicas a partir de 15 de Outubro de 2010.
  • Outro, continuação do anterior, entre Alfena e o nó com a A 42, em Ermida, numa extensão de 9 km. Foi construído de raiz em 2005 e integrado na Concessão SCUT do Grande Porto. Passou igualmente a ser taxado com portagens electrónicas a partir de 15 de Outubro de 2010.
  • Outro a sul e a leste do Porto, entre Alfena e Espinho, com uma extensão de 33 km, construído de raiz no âmbito da concessão AEDL (Auto-estradas do Douro Litoral), e taxado através de portagens tradicionais. Durante o primeiro ano receberam uma média diária de 4.350 viaturas. Com dez nós de acesso e 33 quilómetros custaram 325,2 milhões de euros.
  • O acesso à cidade de Espinho, que a liga à EN1 no Picoto, construído directamente pela Junta Autónoma das Estradas em 2002 como IC24, que nunca foi concessionado e se mantém, por isso, sem portagens.

Índice

Estado dos TroçosEditar

Troço Situação (2011) km
Perafita (  A 28  ) - Alfena Em serviço (1988-1994) como variante à  N 107  [3]
Integrado (década de 1990) no  IC 24 
Concessionado e reclassificado como  A 41  (2007)
(Concessão: Grande Porto)
14,3
Alfena - Ermida (  A 42  ) Em serviço (2005)
(Concessão: Grande Porto)
8,9
Ermida (  A 42  ) - Picoto Em serviço (04/2011)
(Concessão: Douro Litoral)
33,2
Picoto - Espinho Em serviço (2002)
(Concessão: Douro Litoral)
5,4

TraçadoEditar

PerfilEditar

Troço Perfil Extensão
 A 28  - Alfena
 
14 km
Alfena - Aguiar de Sousa
 
20 km
Aguiar de Sousa -  A 32 
 
14 km
 A 32  - Picoto
 
9 km
Picoto -  A 1 
 
2 km
 A 1  - Espinho
 
3 km

SaídasEditar

 
Nó de Alfena da A 41.

Matosinhos - EspinhoEditar

Número da Saída km Nome da Saída Estrada que liga
  |   1 0 Porto / Matosinhos
Viana / Vila do Conde
 A 28 
  Pórtico de Portagem de Freixieiro - € 0,20
  2 2 aeroporto
Porto / Leixões
 VRI 
  Pórtico de Portagem de Gandra - € 0,25
  3 5 Moreira / Maia (norte)
Porto
N 13
  Pórtico de Portagem da Maia - € 0,15
  4 7 Maia (centro)
Trofa
N 14
(Via Norte)
  Pórtico de Portagem de Vermoim - € 0,45
  5 9 Maia (este)
Vermoim
N 107
  6 12 Porto
Braga / Vila Real
 A 3 
  Pórtico de Portagem de Alfena Oeste - € 0,20
  7 14 Alfena (oeste)
Ermesinde
Hospital de Alfena
EN105
  7A   - Alfena (centro)
Valongo
Via do Lombelho
(Valongo / Alfena)
  Pórtico de Portagem de Alfena Este - € 0,60
  8 19 Alfena (este) M 606
  9 22 Sobrado
  Pórtico de Portagem de Sobrado - € 0,10
  10 23 Paços de Ferreira
Felgueiras
 A 42 
  11 25 Gandra norte
Sobrado
Rebordosa
Lordelo sul
M 606
  Praça de Portagem de Gandra
  12 29 Porto / Valongo
Vila Real / Paredes
 A 4 
  13 31 Campo
Recarei
Gandra centro
Zona Industrial
N15-2
  14 34 Aguiar de Sousa N 319-2
  Túnel de Covelo (460 m)
  15 41 Gens

Jovim
Gondomar
Porto (Freixo)

 A 43 
  16 44 Medas
Foz do Sousa
Barragem de Crestuma-Lever
N 108
  17 48 Ol. Azeméis / Feira
Porto / Gaia
 A 32 
  18 50 Sandim
  Praça de Portagem de Argoncilhe
  19 56 Picoto
Argoncilhe
N 1
  20 58 Nogueira da Regedoura N 326
  21 59 Feira / Lisboa
Porto / Gaia
 A 1 
  22 60 Grijó
Guetim
  23 62 Porto / Gaia  A 29 
  62 Espinho
Aveiro / Esmoriz

 A 29 

Nota: o preço das portagens electrónicas indicado na tabela corresponde à tarifa paga por um veículo pertencente à classe 1.

Áreas de ServiçoEditar

  •   Área de Serviço de Moreira-Maia (km 4)
  •     Área de Serviço de Paredes (km 32)

Ligações externasEditar

  1. Relatório do Projecto de Execução do Trecho 1 da A 41/IC 24 Picoto/Ermida - Picoto / A 32: [1][ligação inativa]
  2. Relatório do Projecto de Execução do Trecho 2 da A 41/IC 24 Picoto/Ermida - A 32 / Aguiar de Sousa: [2][ligação inativa]
  3. Relatório do Projecto de Execução do Trecho 3.1 da A 41/IC 24 Picoto/Ermida - Aguiar de Sousa / Campo: [3][ligação inativa]
  4. Relatório do Projecto de Execução do Trecho 3.2 da A 41/IC 24 Picoto/Ermida - Campo / Ermida (A 42): [4][ligação inativa]

Referências