Índice Internacional de Nomes de Plantas

(Redirecionado de IPNI)
International Plant Names Index
upright=!Artigos sem imagens
História
Fundação
Predecessor
Authors of Plant Names (d)
Quadro profissional
Tipo
País
Organização
Fundadores
Reais Jardins Botânicos de Kew
Harvard University Herbaria (en)
Australian National Herbarium (d)
Website

O Índice Internacional de Nomes de Plantas, em inglês International Plant Names Index (IPNI), é uma base de dados sobre os nomes dos vegetais que oferece também indicações bibliográficas sobre os Spermatophytas. Seu objetivo é eliminar a necessidade de repetir, nas publicações científicas, informações sobre as distintas denominações das espécies. Os dados reunidos são livremente acessíveis e progressivamente padronizados e comprovados. Inclui nomes de espécies, classes e famílias. Para os nomes recentes inclui também nomes de categoria inferior às espécies.[1][2]

As abreviações dos autores também padronizam-se e seguem as diretrizes do livro de Brummitt y Powell, Authors of Plant Names (1992).

O IPNI é resultado da colaboração entre três instituições: o Royal Botanic Garden, o Herbário da Universidade de Harvard e o Herbário Nacional Australiano.[3]

ReferênciasEditar

  1. Lughadha, Eimear Nic (29 Abril 2004). «Towards a working list of all known plant species». Philosophical Transactions of the Royal Society of London. Series B, Biological Sciences. 359 (1444): 681–687. PMC 1693359 . PMID 15253353. doi:10.1098/rstb.2003.1446 
  2. Croft, J.; Cross, N.; Hinchcliffe, S.; Lughadha, E. Nic; Stevens, P. F.; West, J. G.; Whitbread, G. (Maio 1999). «Plant Names for the 21st Century: The International Plant Names Index, a Distributed Data Source of General Accessibility». Taxon. 48 (2). 317 páginas. JSTOR 1224436. doi:10.2307/1224436 
  3. «About». International Plant Names Index. Consultado em 31 Outubro 2022 

Ligações externasEditar