I Am Legend (romance)

I Am Legend (no Brasil: Eu Sou a Lenda ou A Última Esperança sobre a Terra) é um livro de horror e ficção científica escrito por Richard Matheson e publicado em 1954. A obra foi influente no desenvolvimento do gênero zumbi e na popularização do conceito de um apocalipse em todo o mundo devido a uma doença. A obra foi um sucesso e foi adaptado para o cinema como The Last Man on Earth (O Último Homem na Terra), em 1964, como The Omega Man, em 1971, e como Eu Sou a Lenda, em 2007. O romance também inspirou o roteiro do filme Night of the Living Dead, de George Romero (1968).

I Am Legend
Autor(es) Richard Matheson
Idioma inglês
Assunto vampiros
Gênero Ficção científica, terror, ficção pós-apocalíptica
Editora Gold Medal Books
Lançamento 7 de agosto de 1954[1]

Eu sou a Lenda conta a história de um homem que foi o único sobrevivente não-infectado por uma bactéria mortífera — o resto da população tornou-se vampiros.

AdaptaçõesEditar

História em quadrinhosEditar

O livro também foi adaptado em uma minissérie de quadrinhos por Steve Niles e Elman Brown, intitulada Richard Matheson's I Am Legend. Foi publicado em 1991 pela Eclipse Comics e publicada como uma edição encadernada pela IDW Publishing.

Um tie-in não relacionado com o filme foi lançado em 2007 com título I Am Legend: Awakening, publicado em um especial da Comic-Con de San Diego pela Vertigo.

Peça de rádioEditar

  • Uma leitura resumida de nove partes do romance interpretada por Angus MacInnes foi originalmente transmitida na BBC Radio 7 em janeiro de 2006[2] e repetida em janeiro de 2018.

FilmesEditar

I Am Legend foi adaptado três vezes em longa-metragem, bem como para um filme diretamente em vídeo chamado I Am Omega. Diferentemente do livro, cada um deles retrata o personagem de Neville como um cientista talentoso. As três adaptações mostram que ele encontra um remédio e o passa adiante. As adaptações diferem do romance por definir os eventos três anos após o desastre, em vez de acontecer “no intervalo de” três anos. Também as adaptações são definidas em um futuro próximo, alguns anos após o lançamento do filme, enquanto o romance se passa 20 anos após a data de publicação.

Também foi adaptado no curta-metragem estudantil espanhol Soy leyenda.

The Last Man on EarthEditar

 Ver artigo principal: The Last Man on Earth

Em 1964, Vincent Price estrelou como Dr. Robert Morgan (em vez de "Neville") em The Last Man on Earth (o título original desta produção italiana era L'ultimo uomo della Terra). Matheson escreveu o roteiro original para esta adaptação, mas devido a reescritas posteriores não quis que seu nome aparecesse nos créditos; como resultado, Matheson é creditado sob o pseudônimo de "Logan Swanson".[3]

The Omega ManEditar

 Ver artigo principal: The Omega Man

Em 1971, uma versão muito diferente foi produzida, intitulada The Omega Man. Estrelada por Charlton Heston (como Robert Neville) e Anthony Zerbe. Matheson não teve influência no roteiro deste filme,[4] e embora a premissa permaneça, ela se desvia do romance de várias maneiras, removendo as características vampíricas das pessoas infectadas, exceto sua sensibilidade à luz. Nesta versão, os infectados são retratados como mutantes albinos noturnos, vestidos de preto, conhecidos como Família. Embora inteligentes, eles evitam a tecnologia moderna, acreditando que ela (e aqueles que a usam, como Neville) são o mal e a causa da queda da humanidade.

I Am LegendEditar

 Ver artigo principal: Eu Sou a Lenda

Em 2007, uma terceira adaptação do romance foi produzida, desta vez intitulada I Am Legend. Dirigido por Francis Lawrence e estrelado por Will Smith como Robert Neville, este filme usa tanto o romance de Matheson quanto o filme Omega Man de 1971 como suas fontes. Essa adaptação também se desvia significativamente do romance. Nesta versão, a infecção é causada por um vírus originalmente destinado a curar o câncer. Alguns elementos vampíricos são retidos, como sensibilidade à luz ultravioleta e atração por sangue. Os infectados são retratados como criaturas noturnas e ferozes de inteligência limitada que perseguem os não infectados com uma fúria berserker. Outras criaturas, como cães, também são infectadas pelo vírus. O final do filme também foi alterado para retratar Neville como sacrificando sua vida para salvar a humanidade, ao invés de ser executado por crimes contra os humanos vampiros sobreviventes, embora um final excluído do filme estivesse mais próximo do espírito do livro.[5] O filme se passa na cidade de Nova York em 2009 e 2012, ao invés de Los Angeles em 1975-1977.



Ver tambémEditar

Referências

  1. "Books Published Today". The New York Times: 11.7 de agosto de 1954
  2. «I Am Legend». www.radiolistings.co.uk. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  3. Wiater, Stan.; Bradley, Matthew R.; Stuve, Paul (2009). The twilight and other zones : the dark worlds of Richard Matheson. New York: Citadel Press/Kensington Pub. p. 117. OCLC 302292027 
  4. «Media : Omega Man, The : SFE : Science Fiction Encyclopedia». www.sf-encyclopedia.com. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  5. Christie, Deborah,; Lauro, Sarah Juliet,. Better off dead : the evolution of the zombie as post-human 1st ed ed. New York: [s.n.] OCLC 763156431 
  Este artigo sobre um livro é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.