Ibipeba

município do Estado da Bahia, Brasil

Ibipeba é um município brasileiro do estado da Bahia. Os nascidos em Ibipeba são ibipebenses. Foi fundado no local do dia 19 de setembro de 1961 Pelo Lei n° 1482.[6]

Ibipeba
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Ibipeba
Bandeira
Brasão de armas de Ibipeba
Brasão de armas
Hino
Gentílico ibipebense
Localização
Localização de Ibipeba na Bahia
Localização de Ibipeba na Bahia
Localização de Ibipeba na Bahia
Ibipeba está localizado em: Brasil
Ibipeba
Localização de Ibipeba no Brasil
Mapa
Mapa de Ibipeba
Coordenadas 11° 38' 27" S 42° 0' 39" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Barra do Mendes, Ibititá, Barro Alto, Gentio do Ouro, Itaguaçu da Bahia, Central
Distância até a capital 515 km
História
Fundação 19 de setembro de 1961 (62 anos)
Administração
Prefeito(a) Demóstenes de Sousa Barreto Filho[1] (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 1 417,141 km²
População total (estimativa IBGE/2019[3]) 18 211 hab.
Densidade 12,9 hab./km²
Clima semiárido (BSh)
Altitude 700 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [4]) 0,616 médio
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 50 568,103 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 2 895,23

Etimologia

editar

O nome "Ibipeba" tem origem na família linguística tupi-guarani e significa "terra baixa" (yby = terra, peba = baixa), fazendo referência à planície onde se encontra a sede do município.[7]

História

editar

No ano de 1884, um grupo de caçadores liderado por José Antônio Alves Barreto avistou, na região onde hoje está situada Ibipeba, um rebanho de bodes e uma lagoa cercada por um capim conhecido como Tiririca. Como resultado, deram ao local o nome inicial de Tiririca do Bode. Na época, essas terras faziam parte do município de Xique-Xique e, aos poucos, começaram a ser colonizadas pelos primeiros habitantes, incluindo José Antônio Alves Barreto, o velho Reginaldo, Henrique E. Ferreira, Aquiles Durâes, Liberino Ferreira, Venceslau Herculano, suas respectivas esposas e famílias.[6]

Após a formação do povoado, o primeiro professor a chegar foi Arão de Souza, seguido pela fundação da Agência dos Correios e Telégrafos em 24 de junho de 1927, tendo José de Souza Pereira, conhecido como Zuzão, como o primeiro funcionário responsável.[6]

O nome do local foi posteriormente alterado para Tiririca do Assuruá, uma vez que passou a fazer parte do município de Gameleira do Assuruá, com sede em Santo Inácio. Mais tarde, a região passou a pertencer ao município de Gentio do Ouro.[6]

Finalmente, em 19 de setembro de 1961, foi criado o município de Ibipeba, desmembrado de Gentio do Ouro, por meio da Lei Estadual nº 1482, publicada no Diário Oficial do Estado em 20 de setembro de 1961.[6]

Geografia

editar

Em 2022, a área da unidade territorial do município era de 1.382,008 km², abrangendo tanto áreas urbanas quanto rurais.[8]

No que se refere à hierarquia urbana, o local é classificado como Centro Local.[8]

Sua região de influencia esta vinculada a Irecê - Centro Sub-regional A (3A).[8]

Desde 2021, o município pertence à região intermediária e imediata de Irecê.[8]

Em relação à mesorregião e microrregião, esta situada na região Centro Norte Baiano, com a microrregião de Irecê.[8]

Relevo e hidrografia

editar

A região apresenta uma composição marcada pela Chapada de Irecê e pelas Serras da Borda Ocidental ao Planalto da Diamantina. Essas formações concedem à paisagem uma topografia levemente ondulada e fortemente ondulada na área de Mirorós, caracterizando assim o relevo local.[6]  

A bacia hidrográfica presente é a do Rio São Francisco, cujo rio principal na área é o Rio Verde.[6]

No que diz respeito as represas, destacam-se as barragens de Mirorós e Iguitú.[6]

Apresenta um clima característico do tipo Semiárido, com variações de temperatura ao longo do ano. A temperatura média anual varia de 17,9 °C no período mais frio a 27,6 °C no período mais quente, com uma média geral de 22,2 °C. As chuvas são concentradas principalmente nos meses de novembro a janeiro.[6]

A pluviosidade anual nessa área varia bastante, com uma média de 617 mm, mas podendo chegar a 1.178 mm nos anos mais chuvosos e diminuir para 342 mm em períodos de seca.[6]

Ecologia e meio ambiente

editar

A vegetação da região é composta por Caatinga arbórea aberta, sem a presença de palmeiras.[6]

O solo predominante na região é o Latossolo Vermelho-Amarelo Distrófico, o Litossolo Vermelho-Amarelo Distrófico, o Latossolo Vermelho-Amarelo Estrófico e o Cambissolo Eutrófico.[6]

Demografia

editar

O último censo realizado em 2010, indica que a população era de 17.008 pessoas.[8]

A densidade demográfica, em 2010 do município era de 12,29 habitantes por Km2.[8]

Religião

editar

Em 2010, a população municipal esta composta por 11.666 católicos, 2.350 evangélicos e 213 espíritas.[8]

Política e administração

editar

Desde 1 Janeiro de 2021, o prefeito de Ibipeba é Demostenes de Souza Barreto Filho, do Partido Social Democrático (PSD), eleito em 15 de novembro de 2020 para cumprir o mandato no poder executivo de 1 janeiro de 2021 a 31 de dezembro de 2024. Foram eleitos 11 vereadores, sendo, 7 do partido PSD, 3 do Partido Progressista (PP) e 1 do Partido Liberal (PL).[9]

Economia

editar

Em 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita foi de R$ 8.723,53.[8]

Em relação às receitas, em 2015, dependia de fontes externas, com 93,8% do total de suas receitas provenientes de recursos vindos de fora.[8]

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), em 2010, foi de 0,616.[8]

No ano de 2017, o total de receitas realizadas foi de R$ 37.451,440.[8]

No mesmo período, as despesas empenhadas totalizaram R$ 36.727,800.[8]

Infraestrutura

editar

Saúde

editar

Em 2009 o local contava com 12 estabelecimentos do sistema único de saúde (SUS).[8]

Educação

editar

No ano de 2010, a taxa de escolarização para crianças de 6 a 14 anos de idade foi de 97,6%.[8]

Em relação ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), a pontuação alcançada nos anos iniciais do ensino fundamental na rede pública, em 2021, foi de 5,0. Já nos anos finais do ensino fundamental, também na rede pública, o IDEB foi de 4,6.[8]

No ano de 2021, o número de matrículas no ensino fundamental foi de 2.086, já no ensino médio, houve um total de 584 matrículas.[8]

Quanto ao corpo de professores, o local contava com 144 professores para o ensino fundamental e 22 professores no ensino médio em 2021.[8]

Em termos de infraestrutura escolar, possuía 20 escolas para o ensino fundamental e 2 escolas para o ensino médio em 2021.[8]

Referências

  1. «Eleição para prefeitura de Ibipeba». Cidade Brasil. Consultado em 24 de abril de 2021 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 9 de março de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. a b c d e f g h i j k l «A Cidade | Ibipeba». Consultado em 12 de junho de 2023 
  7. «Panorama IBGE». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 12 de junho de 2023 
  8. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s «Panorama IBGE». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 12 de junho de 2023 
  9. «Prefeito e vereadores de Ibipeba tomam posse; veja lista de eleitos». G1. 1 de janeiro de 2021. Consultado em 12 de junho de 2023 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.