Abrir menu principal
Ida AlvaresVolleyball (indoor) pictogram.svg

Ida durante um treino
Informações pessoais
Nome completo Ana Margarida Vieira Álvares
Apelido Ida Alvares
Compleição Peso: 64 kg Altura: 1,78 m
Período em atividade 1981-2002
Medalhas
Jogos Olímpicos de Verão
Bronze Atlanta 1996 Equipe
Campeonato Mundial
Prata Brasil 1994 Equipe
Copa do Mundo
Prata Japão 1995 Equipe
Grand Prix de Voleibol
Ouro Xangai 1994 Equipe
Prata Xangai 1995 Equipe
Copa dos Campeões
Bronze Japão 1997 Equipe
Goodwill Games
Bronze Seattle 1990 Equipe
World Top Four
Prata Japão 1994 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Prata Havana 1991 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro São Paulo 1991 Equipe
Ouro Porto Alegre 1995 Equipe
Prata Caracas 1985 Equipe
Prata Curitiba 1989 Equipe
Prata Cuzco 1993 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Iquitos 1984 Equipe
Prata Santa Fé 1982 Equipe
Campeonato Sul-Americano Infanto-Juvenil
Prata São Paulo 1980 Equipe
World Top Four
Prata Japão 1994 Equipe
BCV Volley Cup
Ouro Montreux 1994 Equipe
Prata Montreux 1996 Equipe
Campeonato Mundial de Clubes
Ouro São Paulo 1994 Leite Moça
Ouro São Paulo 1991 Sadia
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Santiago 1989 Sadia
Ouro Buenos Aires1990 Sadia
Ouro Ribeirão Preto1991 Sadia

Ana Margarida Vieira Álvares (São Paulo, 22 de janeiro de 1965) é uma ex-voleibolista indoor brasileira que conquistou títulos em todas as categorias pela Seleção Brasileira[1] na posição de Central e também fazia passagens como oposto. Participou da geração que obteve resultados significativos para a modalidade feminina. Em seu currículo destacam-se a medalha de prata no Campeonato Sul-Americano Infanto-Juvenil de 1980 no Brasil, uma medalha de prata e outra de ouro no Campeonato Sul-Americano Juvenil . nos anos de 1982 e 1984, na Argentina e Peru, respectivamente, sendo também nesta categoria semifinalista no Mundial de 1985 na Itália. Pela seleção principal disputou três edições do Campeonato Mundial, nos anos de 1986, 1990 e 1994, neste último conquistou a inédita medalha de prata no Brasil; além de ser medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos de 1991 em Cuba, e possuir duas medalhas de ouro e três de prata em Campeonatos Sul-Americanos, medalhista em das edições do Grand Prix, alcançou a medalha de prata na Copa do Mundo de 1995 no Japão e a inédita medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Verão de Atlanta 1996, assim como o mesmo resultado na Copa dos Campeões de 1997 no Japão.Em clubes é tricampeã do Campeonato Sul-Americano de Clubes nos anos de 1989, 190 e 1991, além de ser bicampeã do Campeonato Mundial de Clubes nos anos de 1991 e 1994[2].

Foi capa da revista masculina Playboy na edição brasileira de número 254 em setembro de 1996.[3]

CarreiraEditar

Ida começou a jogar vôlei na escolinha do C.A.Paulistano[4] aos 10 de idade, onde também pratica suas irmãs, se inspirou no ex-voleibolista: Antônio Carlos Moreno [5].Foi convocada pela primeira vez para Seleção Brasileira em 1980 quando por esta disputou o Campeonato Sul-Americano Infanto-Juvenil em São Paulo-Brasil e obteve o vice-campeonato nesta edição[6][7].

Ingressou no time adulto do Paulistano em 1981 conquistando o título do Campeonato Paulista deste ano [8], ano que integrou também a seleção principal.No ano seguinte alcança por esse mesmo clube o bicampeonato do Campeonato Paulista e seu primeiro título do Campeonato Brasileiro de 1982, nomenclatura predecessora à Superliga Brasileira A[8].Ainda nesse ano disputou pela Seleção Brasileira a edição do Campeonato Sul-Americano Juvenil em Santa Fé-Argentina e novamente fica com a medalha de prata[6][9].

Pelo Paulistano conquistou o tricampeonato no Campeonato Paulista de 1983 e na jornada seguinte foi contratada peloFlamengo/Limão Brahma, cujo técnico era Radamés Lattari, clube pelo qual sagrou-se- campeã do Campeonato Carioca de 1984[8].Ainda 1984 voltou servir a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano Juvenil, sediado em Iquitos-Peru, desta vez obteve sua primeira medalha de ouro a nível continental[6][10].

Participou pela primeira de uma edição dos Jogos Olímpicos de Verão, evento realizado em Los Angeles-Estados Unidos, quando alcançou o sétimo lugar[11].No seguinte ano defendeu as cores do Lufkin/Sorocaba, período que atuou na Seleção Brasileira em preparação ao Campeonato Mundial Juvenil, quando convocada pelo técnico Marco Aurélio Motta, este era o técnico da categoria juvenil, e esta base foi enviada para disputar o Campeonato Sul-Americano Adulto de Caracas-Venezuela e vestindo a camisa#4 conquista ou o vice-campeonato[12].

E no referido Campeonato Mundial Juvenil,cuja sede foi em Milão-Itália, quando foi semifinalista, encerrando na quarta posição[13] e meses depois fez parte também da seleção principal na Copa do Mundo no Japão cuja campanha resultou no sexto lugar da equipe[14].

Em 1986 representou a seleção principal no Campeonato Mundial em Praga-República Tcheca e nesta edição encerrou no quinto lugar[15].Atuou pela Transbrasil/Pinheiros na temporada 1986-87 cujo técnico era o saudoso Inaldo Manta[16][17] e obteve o pentacampeonato paulista nos anos de 1986 e 1987[8].

Foi casada com Deraldo Wanderley, ex-voleibolista e pai de sua primeira filha Ághata nascida na jornada 1987-88 ficando de fora da Olimpíada de Seul[18] .A partir de 1988 fez parte do elenco da Sadia, sagrando-se octacampeã paulista nos anos de 1988, 1989 e 1990[8], tricampeã da Liga Nacional nas temporadas 1988-89, 1989-90 e 1990-91[8][19].

Serviu a Seleção Brasileira na conquista do vice-campeonato no Campeonato Sul-Americano de 1989 disputado em Curitiba-Brasil[6][20].Pela Sadia também conquistou o tricampeonato nas edições do Campeonato Sul-Americano de Clubes nos anos de 1989, 1990 e 1991, cujas sedes foram em Santiago-Chile, Buenos Aires-Argentina e Ribeirão Preto-Brasil[8][21] e o título do I Campeonato Mundial de Clubes de 1991, realizado em São Paulo-Brasil, ocasião que foi eleita a Melhor Jogadora da edição[8][22].

No ano de 1990 conquistou o bronze no Jogos da Amizade (Goodwill Games) sediado em Seatle-Estados Unidos[6][23] em preparação a edição do Campeonato Mundial de 1990 em Pequim-China, quando encerrou pela seleção na sétima posição[24][25].

Ainda pela seleção principal conquistou o vice-campeonato da Copa Internacional de Hong Kong em 1991[6], mesmo resultado obtido na edição dos Jogos Pan-Americanos de 1991 em Havana-Cuba[6][26][27] e alcançou neste mesmo ano o título do Campeonato Sul-Americano disputado em Osasco-SP[6][28] e oitava colocação na Copa do Mundo realizada no Japão, quando vestia a camisa#4[29] e nesse ano foi atleta do Botafogo F.R[8].

Foi convocada para representar a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de 1992 em Barcelona-Espanha, participando do melhor resultado até então neste evento da modalidade feminina, alcançando o honroso quarto lugar[30][31].Por duas temporadas atuou pelo Translitoral/Guarujá , na segunda jornada este clube utilizou a alcunha do BCN/Guarujá e obteve o vice-campeonato paulista em 1993[8], mesmo resultado obtido na Liga Nacional 1993-94[19].

Já em 1993 fez parte da seleção principal na conquista da medalha de prata no Campeonato Sul-Americano sediado em Cuzco-Peru[6][32].Na temporada seguinte pela seleção alcançou o título do Torneio Internacional de Bremen (Beck´s Cup)[5] e da BCV Cup em Montreux-Suíça, competição que mais tarde chamaria Montreux Volley Masters[6][33] e sagrou-se campeã também do Grand Prix de 1994 em Xangai-China, vestindo a camisa#4 na final derrotou a forte equipe cubana[6][34] e ainda pela seleção conquistou a inédita medalha de prata no Campeonato Mundial realizado em São Paulo-Brasil[6][35][36][37] e foi vice-campeã do World Top Four (Super Four) realizado em Osaka-Japão[6].

Nas competições de 1994-95 atuou no voleibol japonês pelo Ito- Yokado Priaulx [8] e foi emprestada para o Leite Moça/Sorocaba no Campeonato Mundial de Clubes de 1994 disputado em São Paulo, conquistando o bicampeonato[22][38][39][40].

Pelo Ito- Yokado Priaulx encerrou na quarta posição na Liga A Japonesa 1994-95[41].Bernardinho a convoca para seleção novamente e conquistou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de 1995 em Porto Alegre-Brasil[6][42] , no mesmo ano foi vice-campeã do Grand Prix em Xangai.[6][43] e alcançou a inédita medalha de prata na Copa do Mundo do Japão[6][44].

Foi repatriada pelo BCN/Guarujá[8] e foi vice-campeã da Superliga Brasileira A[45][46].Na temporada de 1996 pela Seleção Brasileira alcançou o vice-campeonato da BCV Cup[47][48][49][50] e a inédita medalha de bronze na sua terceira participação olímpica, ocorrida nos Jogos Olímpicos de Verão de Atlanta de 1996, a primeira medalha da modalidade feminina da história do vôlei brasileiro, após derrota na semifinal contra as rivais cubanas, Ida participou na disputa da medalha de bronze[51].

Após os Jogos Olímpicos de Atlanta ela inicia sua carreira no Vôlei de Praia ao lado de Kika em etapas do Circuito Brasileiro banco do Brasil[52], cujo melhor resultado da dupla foi um nono lugar em uma das etapas[53] e um fato importante marcou sua vida, nas bancas de revistas e jornais estava ela estampada como capa da Revista Playboy de setembro, edição de número 254, onde fez posou nua, após tentativas frustradas desta revista em fotografar as também voleibolistas: Vera Mossa e Fernanda Venturini [54].

Diante da referida publicação na revista masculina,ela declarou que as fotos foram feitas antes da Olimpíada e consultou o então técnico da seleção Bernardinho, alegando que estava sem clube e precisa do dinheiro naquela situação e ele não se opôs, mas orientou para as fotos serem publicadas após os Jogos Olímpicos, o que de fato ocorreu, não estava mais na equipe no Grand Prix de 1996 , época de tal publicação[55].Depois formou dupla com Gerusa da Costa com quem obteve como melhor resultado um quarto lugar em uma das etapas que disputaram[56]; sua jornada durou seis mês e nesta modalidade[57] e com esta atleta ela disputou uma etapa do Circuito Mundial, precisamente nos Abertos de Melbourne na Austrália, encerrando na décima sétima posição[58].

Ainda representou a Seleção Brasileira na Copa dos Campeões de 1997 no Japão, quando conquistou o bronze[6][59].Após deixar a praia foi contratada pelo Mappin/Pinheiros [60] onde alcançou o bronze no Campeonato Paulista de 1997[8] e a má campanha e por problemas internos na equipe ela e Vera Mossa foram dispensadas durante a Superliga Brasileira A 1997-98[61]; por esta razão reforçou nesta temporada o clube italiano: Magna Carta Roma por intermédio de Ana Paula de Tassis ; onde jogaram juntas na Liga A1 Italiana , e nesta edição sua equipe foi eliminada nas quartas de final e nas oitavas de final pela Copa A1 Itália[62].

Nas competições do calendário esportivo de 1998-99 foi repatriada pelo Uniban/São Bernardo[8], quando obteve o bronze no Campeonato Paulista de 1998 [63], além de conquistar o título da Superliga Brasileira A referente a esse período[19][45], sob o comando do técnico William Carvalho, este foi no total seu pentacampeonato nacional[64].

Sofreu um acidente na Espanha no período de 1999-00, ficando inativa após fraturar ossos do rosto e perna, além de dentes, isso após acidente com uma scooter, tenho uma recuperação demorada após procedimentos cirúrgicos realizados no Brasil[5].Retornou as quadras pelo Vasco da Gama nas competições de 2000-01[8][65],sagrou-se bicampeã carioca em 2000[66] e conquistou o vice-campeonato na Superliga Brasileira A 2000-01[8][45].

Na temporada 2001-02 retoma a carreira no vôlei de praia, quando formou dupla com Adriana Bento cujo técnico foi Domingos Maracanã[53][56], depois jogou ao lado de Jacqueline Silva[67] e com esta jogadora alcançou a décima sétima colocação nos Abertos de Fortaleza, etapa válida pelo Circuito Mundial[58][68] e também jogou com Renata.Ida participou de mais de 300 jogos pela Seleção Brasileira[69] e sua aposentadoria como atleta ocorreu em 2002[55].

Protagonizou na mídia e redes sociais a questão a difícil readaptação de atletas de alto nível após aposentadoria ao mercado de trabalho e declarou que aos 15 anos na preparação para do Campeonato Mundial das categorias de base, treinava de forma negligente para ser cortada da equipe, pois, tinha começado namorar e não queria renunciar sua vida fora das quadras, entre as questões levantadas esta consta nos pontos positivos e negativos da carreira de atleta e passou a dar aula de voleibol no Esporte Clube Pinheiros as categorias de base com um registro provisório do Conselho Regional de Educação Física, para apenas esta finalidade e buscou uma bolsa na Universidade Paulista (Unip) onde cursava o primeiro ano da graduação em Educação Física para ampliar seu mercado de trabalho, e lhe foi negado, mesmo ela tendo representado o por cinco anos o Colégio Objetivo (Unip)[70][71].

Em 2013 passou a residir em Maceió para aproximar sua segunda filha Carolina, apresentada por ela como produção independente, a sua primogênita que residia nesta cidade com o pai.Ida atuou com técnica da Seleção Alagoana Juvenil, e sua filha Ághata fazia parte na época[18].No ano de 2014 foi homenageada pela Nestlé juntamente com mais doze atletas que conquistaram há 20 anos a inédita medalha de ouro no Campeonato Mundial de Clubes de 1994[40].

Títulos e resultadosEditar

Premiações individuaisEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Museu da Pessoa. «Ana Margarida Vieira Álvares (Ida)». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  2. WCB News (10 de agosto de 2013). «POR ONDE ANDA? Ida Álvares». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  3. «AS PIORES CAPAS DE PLAYBOY « Jacaré Banguela». www.jacarebanguela.com.br. Consultado em 28 de junho de 2018 
  4. Club Athletico Paulistano (janeiro de 1999). «O Paulistano-Nº119-O nosso Vôlei no Pódio-Pág.9» (PDF). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  5. a b c d Melhor do Vôlei (20 de agosto de 2007). «ENTREVISTA COM A MEIO DE REDE IDA –TRECHO DA ENTREVISTA AO MELHOR DO VÔLEI EM 2007». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  6. a b c d e f g h i j k l m n o p q r Vôlei.org. «Ídolos do Vôlei: Ida». Consultado em 11 de julho de 2012 
  7. Todor66. «Girls under-18 Volleyball II South American Championship 1980 São Paulo (BRA) - Winner Peru» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  8. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x Flapédia. «Ana Margarida Vieira Álvares-Flapédia». Consultado em 11 de julho de 2012 
  9. Todor66. «Women Junior under-19 Volleyball VI South American Chamionship 1982 Santa Fé (ARG) - Winner Peru» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  10. Todor66. «Women Junior under-19 Volleyball VII South American Chamionship 1984 Iquitos (PER) 25-30.09 - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  11. Sports-Reference.com. «Brazil Volleyball at the 1984 Los Angeles Summer Games-Women's Volleyball» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  12. Todor66. «Women Volleyball XVI South American Championship 1985 Caracas (VEN) 07 - 02.08 Winner Peru» (em inglês). Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  13. a b Todor66. «Women Junior Volleyball III World Championship 1985 Italy 12-22.09 - Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  14. Todor66. «Women Volleyball World Cup 1985 - Japan - 10-20.11 Winner China» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 21 de setembro de 2013 
  15. Todor66. «Women Volleyball X World Championship 1986 Praha (TCH) 02-13.09 Champion China» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 24 de março de 2012 
  16. Revista Placar (21 de abril de 1986). «PLACAR-Nº830- Pág.7». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  17. Revista Placar (5 de maio de 1986). «PLACAR-Nº832- Págs.70-73». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  18. a b Claudia Jordão (25 de outubro de 2004). «Por onde anda?Em busca de emoção-A ex-jogadora de vôlei Ida mudou-se para Maceió para criar Carolina, de dois anos, uma produção independente, e na cidade redescobriu o gosto pelas competições nas corridas de aventura». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  19. a b c d e f g CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Todos os Campeões». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  20. Todor66. «Women Volleyball XVIII South American Championship 1989 Curitiba (BRA) 23-29.09 - Winner Peru» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 7 de março de 2010 
  21. CSV- Confederación Sudamericana de Voleibol. «Ranking Feminino- Sudamericano de Clubes Femenino» (em espanhol). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  22. a b FIVB-Federação Internacional de Voleibol (10 de abril de 2013). «Press release-Suiza y Brasil serán sede del Campeonato Mundial de Clubes FIVB» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  23. Todor66. «Women Volleyball Goodwill Games 1990 Seatle (USA) - 31.07-05.08 Winner Soviet Union» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  24. Todor66. «Women Volleyball XI World Championship 1990 Beijing (CHN) - 22.08-01.09 Winner Soviet Union» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  25. Photo&Grafia (16 de outubro de 2003). «A OPINIÃO DE BAKALHAU-HISTÓRIAS DO ESPORTE». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  26. CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (13 de julho de 2007). «A história do voleibol nos Jogos Pan-Americanos // Perfis da Seleção Feminina e do técnico Zé Roberto». Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2013 
  27. Todor66. «Women Volleyball Panamerican Games 1991 Havana (CUB) - 11-18.08 Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  28. Todor66. «Women Volleyball XXIX South American Championship 1991 Osasco, Sao Paulo (BRA) - 21-29.09» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 18 de novembro de 2010 
  29. Todor66. «Women Volleyball World Cup 1991 Japan 08-17.11 Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  30. Todor66. «Women Women Volleyball XXV Olympic Games 1992 Barcelona (ESP) - 29.07-07.08 Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 26 de junho de 2015 
  31. a b Sports-Reference.com. «Brazil Volleyball at the 1992 Barcelona Summer Games-Women's Volleyball» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  32. Todor66. «Women Volleyball XX South American Championship 1993 Cuzco (PER) 12-19.09 - Winner Peru» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 29 de março de 2012 
  33. Todor66. «Women Volleyball XI Montreux BCV Volley Cup 1994 - 12-17.04 - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  34. Todor66. «Women Volleyball II Grand Prix 1994 Shanghai (CHN) - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  35. Todor66. «Women Volleyball XII World Championship 1994 Sao Paulo (BRA) 17-30.10 Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  36. Edgard Alves; Sérgio Kraselis (31 de outubro de 1994). «Folga de S.Paulo Bloqueio cubano desequilibra final». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  37. Edgard Alves; Sérgio Kraselis (31 de outubro de 1994). «Folga de S.Paulo Bernardinho diz que Cuba fez um massacre». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  38. Todor66. «Women Volleyball Club World Championship 1994 Osasco, Sao Paulo (BRA) -3 UTC 22-27.11 - Winner Leite Moca Sorocaba (BRA)» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  39. Ahe Brasil (31 de março de 2014). «FIVB confirma Molico/Osasco no Campeonato Mundial de Clubes 2014». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  40. a b Jornal Brasil (21 de dezembro de 2014). «Emoção no reencontro das campeãs mundiais de 1994 pelo Leite Moça». Consultado em 10 de janeiro de 2015 [ligação inativa]
  41. a b Wikipédia. «Artigo イトーヨーカドープリオール (Ito-Yokado)» (em japones). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  42. Todor66. «Women Volleyball XXI South American Championship 1995 Porto Algre (BRA) 28.09-01.10 Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  43. Todor66. «Women Volleyball III Grand Prix 1995 - Shanghai (CHN) - Winner United States» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  44. Todor66. «Women Volleyball World Cup 1995 Japan - 03-17.11 Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  45. a b c d e CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (27 de outubro de 2008). «SUPERLIGA 08/09: Histórico da Superliga». Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 17 de outubro de 2014 
  46. Melhor do Vôlei (3 de novembro de 2007). «Superliga 95/96- BCN/Guarujá». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  47. Montreux Volley Masters. «Palmarès- BCV Cup 1996» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  48. «1996 Montreux 6th BCV Volley Cup Women -11-16.06» (PDF) (em Sport Fieber). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  49. UOL Esportes (17 de junho de 1996). «Feminino perde BCV Cup para cubanas». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  50. Todor66. «Women Volleyball XIII Montreux 6th BCV Volley Cup 1996 - 11-16.06 - Winner Cuba» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  51. Sports-Reference.com. «Brazil Volleyball at the 1996 Atlanta Summer Games-Women's Volleyball» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  52. José Alan Dias (21 de setembro de 1996). «Ida é desclassificada em estréia na areia». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  53. a b Diário Web.com (7 de setembro de 2001). «Vôlei de Praia-Duplas aquecem areia do Centro de Eventos-Feminino». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  54. Mundo Estranho. «As 10 Piores Capas da Playboy». Consultado em 11 de julho de 2012 
  55. a b UOL Esportes (6 de março de 2013). «Pioneira em ensaio nu, Ida incentiva atletas a terem carreira 'paralela'». Consultado em 11 de julho de 2012 
  56. a b c Photo&Grafia (12 de julho de 2001). «VÔLEI DE PRAIA - NOVA PARCERIA-IDA & ADRIANA BENTO FORMAM A GRANDE DUPLA PAULISTA». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  57. Folha de S.Paulo Esporte (20 de julho de 1997). «Veja como mudou a vida de alguns olímpicos». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  58. a b FIVB-Federação Internacional de Voleibol. «Athlete's biography-Ana Margarida "Ida" Alvares V.» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  59. Todor66. «Women Volleyball Grand Champions Cup 1997 - Japan 14-23.11 Winner Russia» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  60. Folha de S.Paulo Esporte (26 de abril de 1997). «Ranking feminino estimula a corrida por atletas estrangeiras». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  61. AN-A Notícia (18 de abril de 1999). «São Bernardo busca título inédito-Equipe de William Carvalho vence o playoff por 2 a 0». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  62. Legavolley. «Magna Carta Roma - Piazzamenti Stagioni Precedenti» (em ito). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2015 
  63. a b Wikipédia. «Artigo Campeonato Paulista de Voleibol Feminino-Resultados». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  64. a b c Folha de S.Paulo Esporte (19 de abril de 1999). «"Velhinhas" conquistam a Superliga». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  65. Diário do Grande ABC (20 de maio de 2000). «Vasco apresenta time feminino de vôlei». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  66. a b GloboEsporte.com (13 de janeiro de 2000). «Vasco derrota Flamengo e conquista o Campeonato Carioca». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  67. Folha de S.Paulo Esporte (25 de setembro de 2001). «Jackie Silva formará dupla de vôlei de praia com Ida». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  68. Beach Volleyball Database. «Profile-Ana Margarida "Ida" Alvares V.» (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  69. Imprensa Live.com (8 de julho de 2013). «Ex-jogadora de vôlei Ida Álvares fará palestra sobre épico confronto Brasil x Cuba hoje em Ilhabela». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  70. Ricardo Seno (22 de janeiro de 2014). «O esporte não é um mundo encantado». Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  71. Correio do Estado (15 de agosto de 2013). «Sem dinheiro, ex-jogadora da seleção de vôlei luta por estudo». Consultado em 10 de janeiro de 2015