Abrir menu principal
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em matemática e ciência da computação, a idempotência é a propriedade que algumas operações têm de poderem ser aplicadas várias vezes sem que o valor do resultado se altere após a aplicação inicial.

DefiniçãoEditar

Operação unáriaEditar

Uma operação unária f, isto é, uma função de um conjunto S em si mesmo, é idempotente se para todo x em S,

f(f(x)) = f(x).

Em particular, a função identidade idS, definida por idS(x) = x, é idempotente, bem como a função constante Kc, em que c é um elemento de S, definida por Kc(x) = c.

Operação bináriaEditar

Em um conjunto S com uma operação binária * (ou seja, (S,*) é um grupóide), um elemento a é idempotente quando a * a = a.

ExemplosEditar

  • Os únicos números reais idempotentes em relação à multiplicação são 0 e 1.
  • A união de um conjunto A com ele mesmo, ou seja, A U A, é um exemplo de operação binária idempotente, pois A U A = A.
  • Uma matriz quadrada A, é idempotente se  .[1]

Ver tambémEditar

NotasEditar

  1. CHEN, Mei Yuan (2003)

ReferênciasEditar

  • CHEN, Mei Yuan. Matrix Algebra for econometrics. Julho de 2003. National Chung Hsing University Seção 5.4: Idempotent Matrices.
  Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.