Abrir menu principal

If Only I Had My Mind on Something Else

"If Only I Had My Mind on Something Else"
Single de Bee Gees
do álbum Cucumber Castle
Lado B "Sweetheart"
"Then You Left Me"
Lançamento Março de 1970
(Estados Unidos e Canadá)
Formato(s) 7"
Gravação 25 de setembro de 1969, no IBC Studios, Londres[1]
Gênero(s) Pop
Duração 2:33
Gravadora(s) Atco.
Spin Records
Composição B. & M. Gibb
Produção Robert Stigwood e Bee Gees
Cronologia de singles de Bee Gees
"Cherry Red"
(1970)
"I.O.I.O."
(1970)
Capa neozelandesa.
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

"If Only I Had My Mind on Something Else" é uma canção dos Bee Gees que abre o álbum Cucumber Castle, de 1970, e lançada como 2º (ou 3º) single do disco em alguns países. É uma balada pop baseada no violão de Barry Gibb[1] e foi gravada em setembro de 1969, quando a banda era apenas Barry e Maurice Gibb, sem Robin.

Alcançou apenas a 91ª colocação nos Estados Unidos[2] e só tem uma versão cover conhecida. A crítica feita a ela posiciona-se de modo neutro a positivo.

O single não foi lançado em muitos países e seu lançamento variou de acordo com interesses locais: ora foi a segunda canção extraída do álbum a ser lançada,[3] ora foi a terceira,[4] ora ainda esperou um ano para ser comercializada;[5] ora teve como b-side "Then You Left Me",[4] ora "Sweetheart".[3][5]

ContextoEditar

Os Bee Gees são um grupo britâncio que obteve algumas músicas bem posicionadas em tabelas internacionais entre os anos de 1967 e 1969. Porém, em meio a desentendimentos entre os seus integrantes, Robin Gibb anunciou, em 19 de março de 1969, que sairia em carreira solo. Os Bee Gees restantes (Barry e Maurice Gibb, e Colin Petersen), continuaram a gravar algumas músicas como um grupo, até que decidiram levar à frente um projeto que vinha sendo discutido desde 1967: o filme Cucumber Castle. Algumas canções foram gravadas e a filmagem do filme — a esta altura já definido como um especial para a televisão — começou em 11 de agosto. Alguns dias depois, Colin Petersen foi demitido do grupo. Porém, as gravações dos temas do álbum da trilha sonora e do filme seguiram apenas com Barry e Maurice.[1]

Estrutura e gravaçãoEditar

A canção foi gravada em 25 de setembro de 1969 no IBC Studios em Londres. Ao contrário de canções dos álbuns anteriores, ela foi gravada diretamente em estéreo, não havendo versão em mono. A versão monaural utilizada para o single em alguns lugares, portanto, foi reduzida diretamente do estéreo.[1]

Começa com um balbucio harmônico de Barry Gibb e Maurice Gibb: "do-do-do-do, do-do, do-do...". Seguem, então, duas estrofes com canto solo por Barry; após cada estrofe, há o refrão ("oh, help me how to say goodbye..."), que é cantado por Barry em harmonia com Maurice Gibb, que também faz vocal de apoio em outras partes da música.[1]

A base da canção é executada em violão de aço afinado em afinação havaiana (como de costume de Barry), acompanhado de baixo e piano executados por Maurice Gibb[6], sendo ainda evidente um mellotron executado por Maurice, e cordas arranjadas por Bill Shepherd.[7] A bateria é de Terry Cox, músico de estúdio do grupo no álbum, pois Colin Petersen deixara o grupo em meados de 1969.[1]

Lançamento e promoçãoEditar

"If Only I Had..." foi escolhida para ser a faixa de abertura do álbum Cucumber Castle, lançado em abril de 1970 no mundo todo[3]. Seu lançamento como single, porém, se deu apenas em alguns países. Nos Estados Unidos e no Canadá, foi lançada como segunda faixa de trabalho do álbum em março de 1970, em lugar de "I.O.I.O.".[3] Como o single não foi bem nas paradas, "I.O.I.O." foi enfim lançado em abril do mesmo ano. Na Nova Zelândia, com o sucesso de "I.O.I.O.", a Spin Records decide lançar "If Only I Had..." como terceiro single[4] sem, porém, obter sucesso. Na Austrália, a canção só foi lançada comercialmente no primeiro trimestre de 1971,[5].

Devido à separação dos Bee Gees em dezembro de 1969[1] o álbum (e, por consequência, a faixa), teve pouca promoção. Não houve turnê em 1970, e as únicas oportunidades de promoção foram poucas aparições de Barry e Maurice juntos na Inglaterra.[3]

CríticaEditar

A música é considerada um dos destaques do álbum pela crítica da AllMusic[8]. Numa crítica postada no blog Blogger News Network, Kristin Battestella ressalta que, com a saída de Robin Gibb, logo após o lançamento do álbum Odessa, Barry "tinha muito a provar sem os vocais de apoio de Robin", e diz que "a voz de Barry está bem forte (...) especialmente nesta faixa". Diz ainda que a "letra é bem feita".[9]

Crítica neutra partiu da revista Rolling Stone. Gary von Torch chama a canção de "sem vida"; porém, com entonação positiva, diz que isso demonstra a "tamanha diversidade musical" presente no álbum.[10]

LegadoEditar

A canção foi regravada pelo grupo Let's Talk About Girls em 1994[11] no álbum-tributo aos Bee Gees Melody Fair, editado pela pequena gravadora norte-americana Eggbert Records[12].

Lista de faixasEditar

Todas as canções escritas e compostas por B. & M. Gibb

7" (EUA/CAN: ATCO 45-6741 / AUS: Spin EKZ-4206 (1971)[5])
N.º Título Duração
1. "If Only I Had My Mind on Something Else"   2:33
2. "Sweetheart"   3:10
Duração total:
5:43
7" (NZL: Spin FNZK-62[4])
N.º Título Duração
1. "If Only I Had My Mind on Something Else"   2:33
2. "Then You Left Me"   3:11
Duração total:
5:44

Ficha técnicaEditar

Informações retiradas do site Gibb Songs:[1]

Posições nas paradas musicaisEditar

Parada Posição Data de pico
  Estados Unidos (RIAA) 91[2] 28 mar. 1970

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e f g h BRENNAN, Joseph (2006–2011). «Gibb Songs : 1969» (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2012 .
  2. a b «If Only I Had My Mind on Something Else (song by Bee Gees) ••• Music VF, US & UK hits charts» (em inglês). MusicVF. Consultado em 3 de maio de 2012 .
  3. a b c d e BRENNAN, Joseph (2006–2011). «Gibb Songs : 1970» (em inglês). Columbia. Consultado em 10 de maio de 2012 .
  4. a b c d Popsike.com (1 de março de 2011). «popsike.com - SPIN(NZ) FNZK-62: BEE GEES~V.RARE 1970 NZ-ONLY 7" - auction details» (em inglês). Popsike. Consultado em 17 de maio de 2012 .
  5. a b c d «45 Discography for Spin Records - OZ» (em inglês). Global Dog Productions. Consultado em 3 de maio de 2012 .
  6. BRENNAN, Joseph (2006–2011). «Gibb Songs : 1946-1962» (em inglês). Columbia. Consultado em 17 de maio de 2012 .
  7. Atco. Single "If Only I Had My Mind on Something Else". N. cat. 45-6741. Imagem acessível em: [1] (em inglês). Página visitada em 10 maio 2012.
  8. OJFORD, Michael. «Cucumber Castle - Bee Gees» (em inglês). AllMusic. Consultado em 10 de maio de 2012 .
  9. BATTESTELLA, Kristin (18 de junho de 2007). «Cucumber Castle Good Bee Gees Farce» (em inglês). Blogger News Network. Consultado em 10 de maio de 2012 .
  10. TERCH, Gary von (25 de junho de 1970). «Cucumber Castle - Album Reviews» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 10 de maio de 2012 .
  11. BRENNAN, Joseph (2006–2011). «Gibb Songs : 1994» (em inglês). Columbia. Consultado em 10 de maio de 2012 .
  12. «Melody Fair - Songs of the Bee Gees By...» (em inglês). Eggbert Records. Consultado em 10 de maio de 2012 .

Ligações externasEditar