Igreja Matriz de Baturité

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Palma
Fachada da Matriz
Estilo dominante Barroco
Arquiteto Francisco Xavier de Medeiros
Construção Século XVIII
Função atual Matriz Paroquial
Diocese Arquidiocese de Fortaleza
Ano de consagração 1762
Sacerdote Pároco - Pe.José Benício Nogueira

Vigário Paroquial - Pe. Francisco Sílvio Coelho Lima

Geografia
País  Brasil
Cidade Ceará Baturité
Local Av. Sete de setembro, S/N
Coordenadas -4.32827976

HistóriaEditar

Antes da fundação da cidade, os índios Jenipapos e Canindés, os primeiros habitantes da Região, já cristianizados, adoravam uma pequena imagem de Nossa Senhora da Assunção. A denominação de Nossa Senhora da Palma (Padroeira do Município), foi criada em 08 de maio de 1758, mas, só foi instalada en 19 de Junho de 1762, sendo o seu primeiro Vigário Patrício Joaquim.

A construção da Matriz de Baturité foi iniciada às custas dos cofres públicos sob a direção de Francisco Xavier de Medeiros, o mestre que também edificou a Matriz de Canindé. Construída no século XVIII, possui arte bizantina com predominação do barroco sendo a única paróquia no Brasil a apresentar estas características.

A igreja dispõe de duas naves, cinco altares, dois sinos e um grande relógio público. Comporta até 3 mil pessoas.

No seu interior há ilustrações de cenas bíblicas em pintura a óleo, em estilo clássico, executadas por artístas da região: Raimundo Siebra e Pe. Luis Bezerra.

Em 1824, durante a Confederação do Equador, a igreja foi transformada em depósito de pólvora e depois de armamentos e munição.

Hoje a igreja encontra-se bastante modificada na sua parte interior, pois as sucessivas reformas não obedeceram aos planos originais.

Galeria de fotosEditar


Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja Matriz de Baturité