Abrir menu principal

Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong)

A Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) é uma denominação reformada presbiteriana evangélica, conservadora na Coreia do Sul fundada em 1958 por um grupo que se separou da Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap). É atualmente a segunda maior igreja protestante do país.

Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong)
Classificação Protestante
Orientação Reformada e Evangélica
Teologia Confessional, Conservadora e Calvinista
Política Presbiteriana
Associações Fraternidade Reformada Mundial[1]
Área geográfica Coreia do Sul
Origem 1959 (60 anos)
Separado de Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)
Separações 1961: Igreja Presbiteriana na Coreia (Daeshin)

1962: Igreja Presbiteriana na Coreia (Kosin) (que uniu-se a Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) em 1960)

1979: Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDongJinRi)

Congregações 11.922 (2017)[2]
Membros 2.688.858 (2017)[2]
Ministros 23.726 (2017)[2]
Site oficial gapck.org

Índice

HistóriaEditar

Em 1959, na Quadragésima Quarta Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana da Coreia a denominação se dividiu em duas partes iguais devido à visão da igreja da quanto ao ecumenismo e a participação do Concílio Mundial de Igrejas. O grupo HapDong representou a ala mais conservadora teologicamente e o grupo TongHap, a ala liberal e ecumenica. Este manteve sua filiação ao Concílio Mundial de Igrejas e ao Conselho Nacional de Igrejas na Coreia e permitiu relativamente uma ampla gama de posições teológicas em seu meio.[3][4]

A Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) tornou-se um grupo mais conservador. Na sua estrita base doutrinária, foi possível unir-se em 1960 com a Igreja Presbiteriana na Coreia (Kosin) (outro grupo conservador que separou-se da Igreja Presbiteriana da Coreia em 1952). Todavia, o grupo Kosin separou-se novamente em 1962. Cerca de 150 congregações do grupo Kosin de 1952 decidiram permanecer com o HapDong.

A igreja formada pelo grupo HapDong começou posteriormente um seminário e jornais, que deram origem a diversas escolas no país.

Em 1961 um grupo chamado a Igreja Presbiteriana Bíblica separou-se. Este grupo deu origem a atual Igreja Presbiteriana na Coreia (Daeshin).[5]

Na Sexagésima Quarta Assembleia Geral, em 1979, a igreja sofreu uma outra divisão. Kim Hee Bo, o Presidente do Seminário ChongShin, tornar-se defensor da abordagem histórico-crítica do Pentateuco. A igreja se dividiu em uma linha principal que se opunha a visão de Kim Hee Bo e um grupo minoritário que o apoiou.

O debate centrou-se sobre duas questões: a autoria do Pentateuco e da relação com o Seminário ChongShin. A linha principal manteve-se e não fragmentou nos próximos anos e o grpo minoritário formou a Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDongJinRi).

AtualidadeEditar

Na década de 1990 a atual HapDong experimentou um grande crescimento. No início dos anos 2000 HapDong continuou a crescer e tornou-se a maior denominação na Coreia do Sul, com mais de 2.100.000 de membros comungantes. A sede da igreja está em Seul, na Coreia do Sul.[5][6] De acordo com estatísticas da Assembleia Geral a Igreja Presbiteriana HapDong tinha 12.078 congregações e cerca de 2.721.427 membros em 2014.[2]

A igreja tem hoje a Universidade e Seminário Chongshin que é a única instituição de ensino oficial da Igreja HapDong para preparar pastores.[7][8]

DemografiaEditar

Ano Igrejas Pastores Membros
1998 6.281 8.771 2.275.538
1999 6.494 9.351 2.295.766
2000 6.626 10.096 2.321.019
2001 6.795 10.424 2.300.327
2002 6.996 10.515 2.341.460
2003 7.105 11.321 2.348.420
2004 7.259 11.860 2.398.331
2005 10.717 17.037 2.716.815
2006 10.905 17.874 2.818.092
2007 11.112 18.264 2.912.476
2008 11.156 18.580 2.896.967
2009 11.353 18.611 2.936.977
2010 11.456 19.268 2.953.116
2011 11.512 19.829 2.988.553
2012 11.538 21.768 2.994.873
2013 11.593 22.216 2.857.065
2014 12.078 22.646 2.721.427
2015 11.770 23.179 2.700.977
2016 11.937 23.440 2.764.428
2017 11.922 23.726 2.688.858 [2]

Entre 1998 e 2014 a denominação teve um crescimento constante no número de membros, pastores e igrejas. Em 2005 foi registrado um crescimento de mais de 20% no número de membros, quase 50% no número de igrejas e mais de 60% no número de pastores, em um único ano, o crescimento mais rápido já registrado. A denominação continuou a crescer até 2011, onde atingiu o ápice do número de membros (2.988.553). Desde então, o número de membros está em declínio. Ainda assim, o número de pastores e igrejas continuou crescendo ou estável.[2]

DoutrinaEditar

A Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) é uma denominação teologicamente conservadora. O grupo Hapdong subscrever as Confissões presbiterianas históricos como o Credo dos Apóstolos, a Confissão de Fé de Westminster, Catecismo Maior de Westminster e Breve Catecismo de Westminster.

A igreja acredita que de acordo com as instruções do Apóstolo Paulo em I Timóteo 2.11-15, Efésios 5.22-23 e I Coríntios 14.34 não deve existir Ordenação Feminina na igreja e por isso é contra tal prática.[6]

Relações IntereclesiásticasEditar

A denominação é membro da Fraternidade Reformada Mundial[1]. Além disso, é reconhecida pela Igreja Presbiteriana do Brasil em relações ecumênicas de nível 2, o que equivale ao reconhecimento de igrejas que, após os contatos iniciais, reconhecem-se mutuamente em termos confessionais, e vislumbram o possível aprofundamento da relação.[9]

MissõesEditar

A Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) criou a Junta de Missões Globais na Coreia do Sul para apoiar evangelismo e missões. A Junta é o corpo missionário da Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana da Coreia (HapDong), e é a maior organização missionária presbiteriana na Coreia[10], com campos de missão na Europa, Sudeste e Sudoeste da Ásia, Rússia, América Latina, Brasil e África.[11]

Referências

  1. a b «Membros da Fraternidade Reformada Mundial». Consultado em 28 de janeiro de 2018 
  2. a b c d e f «Estatísticas da Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong)». Consultado em 21 de janeiro de 2019 
  3. «História da Igreja Presbiteriana da Coreia». 21 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  4. Jeong, P.Y. (2007). Mission from a Position of Weakness (em inglês). [S.l.]: Peter Lang. p. 125. ISBN 978.1.433.1.009-63 Verifique |isbn= (ajuda). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  5. a b Melton, J.G. (2010). Religions of the World: A Comprehensive Encyclopedia of Beliefs and Practices. A Comprehensive Encyclopedia of Beliefs and Practices. (em inglês). [S.l.]: Baumann. p. 2297. ISBN 978.1.598.8.420-43. Verifique |isbn= (ajuda). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  6. a b «Reformiert Online: Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong)». Consultado em 4 Jan. 2016 
  7. «História da Universidade e Seminário Chongshin». 21 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  8. «Seminário Chongshin». Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  9. «Ata da XXXIX Reunião Ordinária do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, Página 159» (PDF). 23 de julho de 2018. Consultado em 28 de janeiro de 2019 
  10. «Junta de Missões Globais na Coreia do Sul». 21 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  11. «História da Junta de Missões Globais na Coreia do sIL». 21 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  A Wikipédia possui o
Portal do Calvinismo