Abrir menu principal

A Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap) - em coreano 대한예수교장로회(통합) - é uma denominação protestante reformada fundada na Coreia do Sul. A partir de 2014 é maior denominação presbiteriana em número de membros no país.[4][5]

Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)
Classificação Protestante
Orientação Calvinista
Teologia Reformada
Associações Concílio Mundial de Igrejas; Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas; Conferência Cristã da Ásia; Concílio Mundial Para Missão[1] e Conselho Nacional de Igrejas na Coreia.
Área geográfica Coreia do Sul
Origem 1886 (133 anos)
Ramo de(o/a) Igreja Presbiteriana da Austrália; Igreja Presbiteriana no Canadá; Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos
Separações 1952: Igreja Presbiteriana na Coreia (Kosin);

1953: Igreja Presbiteriana na República da Coreia;

1959: Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong);

Congregações 8.843 (2015)[2][3]
Membros 2.789.102 (2015)[2][3]
Ministros 18.699 (2015)[2][3]
Site oficial www.pck.or.kr

Índice

HistóriaEditar

O Presbiterianismo chegou à Coreia no século XIX. O primeiro ministro presbiteriano coreano foi Suh Sang-ryun, que fundou uma igreja na província de Hwanghae em 1884.[6] Pouco anos depois, vários missionários presbiterianos estrangeiros chegaram na península, incluindo Horace Allen, Horace G. Underwood e Henry Davies.

Em 1937, as igrejas presbiterianas tornaram-se em sua maioria, independentes do apoio financeiro das igrejas dos Estados Unidos da América.[7] As igrejas presbiterianas sofreram grande perseguição no país no período da Segunda Guerra Mundial e a ocupação japonesa na Coreia. Em 1947 a denominação se organizou como Igreja Reformada na Coreia.

Na década a igreja sofreu atenções por questões teológicas e ecumênicas que resulto na formação de diversas denominações presbiterianas. Existem atualmente cerca de 100 denominações presbiterianas no país. O segundo maior grupo presbiteriano do país atualmente a Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap).

DoutrinaEditar

A denominação subscreve o Credo dos Apóstolos e a Confissão de Fé de Westminster.[8] Tem uma visão ecumênica e mais liberal que a maioria das denominações presbiterianas do país,[6] de modo que admite a Ordenação Feminina.[4]

DemografiaEditar

Ano Igrejas e congregações Membros
2004 7.158 2.489.717
2005 7.279 2.539.431
2006 7.475 2.648.852
2007 7.671 2.686.812
2008 7.868 2.699.419
2009 7.997 2.802.576
2010 8.162 2.852.311
2011 8.305 2.852.125
2012 8.417 2.810.531
2013 8.594 2.808.912
2014 8.731 2.810.574[9]
2015 8.843 2.789.102[3]

TongHap apresenta um crescimento constate no número de igrejas. O número de membros cresceu constantemente entre 2004 e 2010, ano em que passou a declinar. Ainda assim, a denominação acumulou um crescimento de 12,02% no número de membros entre 2004 e 2015.

Relações Inter-eclesiásticasEditar

ReferênciasEditar

  1. «Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana da Índia em 2012». Consultado em 21 de dezembro de 2015 
  2. a b c d «Concílio Mundial de Igrejas: Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)». Consultado em 21 de dezembro de 2015 
  3. a b c d «Estatísticas da Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)». Consultado em 8 de agosto de 2017 
  4. a b «Reformed Online: Igreja Presbiteriana da Coreia». Consultado em 21 de dezembro de 2015 
  5. «Estatísticas da Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong)». Consultado em 6 de junho de 2018 
  6. a b «História da Igreja Presbiteriana da Coreia». Consultado em 21 de dezembro de 2015 
  7. Latourette, Kenneth Scott (1962). Christianity in a Revolutionary Age. The Twentieth century outside Europe. 5. [S.l.: s.n.] 
  8. «Doutrina da Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)». Consultado em 21 de dezembro de 2015 
  9. «Newsnjoy: demografia das 6 maiores denominações protestantes na Coreia do Sul». Consultado em 6 de junho de 2018 
  10. «Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas: Igreja Presbiteriana da Coreia (TongHap)». Consultado em 21 de dezembro de 2015