Igreja de Santo Inácio do Colégio dos Jesuítas do Morro do Castelo

A Igreja de Santo Inácio do Colégio dos Jesuítas do Morro do Castelo foi um edifício religioso, iniciado mas nunca concluído pelos jesuítas, do Rio de Janeiro. Começou a ser construída no Morro do Castelo, dentro das dependências do Colégio dos Jesuítas inaugurado em 1567, sob o comando do padre Manuel da Nóbrega.

Igreja de Santo Inácio ou dos Jesuítas, no Morro do Castelo, ao lado do Hospital São Zacharias, antigo Colégio dos Jesuítas, fotografia de Augusto Malta, por volta de 1920. Acervo do Instituto Moreira Salles.
A torre da Igreja de Santo Inácio ao centro, durante a demolição do Morro do Castelo com jatos de água. Ao fundo, alguns pavilhões da Exposição Internacional de 1922.
Altar maneirista do século XVI pertencentes ao antigo Colégio dos Jesuítas removido em 1922, para o interior da Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso.

O Colégio após a expulsão dos jesuítas do Brasil em 1759, se tornou o Hospital Militar da Corte, onde em 1808 foi fundada e funcionou a Faculdade de Medicina, uma das primeiras do Brasil. Após a Independência, o Hospital ganhou o nome de São Zacharias, até ser demolido junto com o Morro do Castelo em 1922. Partes do edifício, como seu sino, estão preservadas no Colégio Santo Inácio, em Botafogo.[1]

Pátio com o antigo sino da igreja, no Colégio Santo Inácio.
Conjunto Escultórico da antiga Igreja de Santo Inácio, no Colégio de Santo Inácio.

Referências

Bibliografia editar