Abrir menu principal
Iko Carreira
Nome nativo Henrique Teles Carreira
Nascimento 3 de junho de 1933
Luanda
Morte 2000 (67 anos)
Madri
Cidadania Angola
Ocupação diplomata, oficial, político

General Henrique Teles Carreira (1933-2000), mais conhecido pela alcunha Iko Carreira, serviu como o primeiro Ministro da Defesa de Angola de 1975 a 1980 durante a guerra civil.[1] Após a morte de Agostinho Neto a sua posição no partido enfraqueceu. Mais tarde serviu como embaixador na Argélia e adido militar na Espanha.[2]

Foi combatente do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), o braço armado de Agostinho Neto lutando contra o domínio colonial português. Fundador e comandante em chefe das Forças Armadas Angolanas, derrotou a FNLA no norte e a UNITA no sul durante a primeira fase da guerra civil. Como Secretário de Defesa, frustrou uma tentativa de golpe liderada por Nito Alves. Considerado o segundo em comando do regime até a morte de Neto, foi o primeiro oficial militar africano a receber um diploma como general da União Soviética (Academia de Estado-Maior).[3]

Referências

  1. Hodges, Tony (2004). Angola: Anatomy of an Oil State. [S.l.: s.n.] 51 páginas 
  2. James, W. Martin (2004). Historical Dictionary of Angola. [S.l.: s.n.] 28 páginas 
  3. Castanheira, Jose Pedro (1996). «A Ultima Batalha do General Iko Carreira Revista Expresso». pp. 37–61 
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Iko Carreira».
  Este artigo sobre Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.