Il bianco, il giallo, il nero

filme de 1974 dirigido por Sergio Corbucci
Il bianco, il giallo, il nero
O Último Samurai do Oeste[1] (BRA)
 Itália
Flag of Spain.svg Espanha
 França

1975 •  cor •  106 min 
Direção Sergio Corbucci
Produção Pietro Filippone
Roteiro Mario Amendola
Renée Asseo
Luis G. de Blain
Sergio Corbucci
Santiago Moncada
Elenco Giuliano Gemma
Eli Wallach
Tomás Milián
Gênero bangue-bangue
comédia
Música Maurizio De Angelis
Guido De Angelis
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

Il bianco, il giallo, il nero (Brasil O Último Samurai do Oeste) é um filme italiano de 1975, do gênero faroeste e comédia, dirigido por Sérgio Corbucci.

SinopseEditar

Um bando de índios roubam um valioso pônei japonês que seria entregue ao presidente dos Estados Unidos como um presente do imperador japonês. Os índios exigem um resgate de um milhão de dólares, o que o embaixador japonês decide pagar e encarrega para enviar o dinheiro o único homem honesto na região, que não é outro senão o xerife do condado, Black Jack. Ele é acompanhado pelo samurai trapalhão, Sakura, além do simpático e inteligente bandido conhecido como Suiço, que também busca a caixa do dinheiro do resgate do pônei.

ElencoEditar

  • Giuliano Gemma — Blanc de Blanc / Suíço
  • Tomás Milián — Sakura
  • Eli Wallach — Xerife Edward Gideon / Black Jack
  • Manuel de Blas — Major Donovan
  • Jacques Berthier — Kelly Butler
  • Romano Puppo — Kady
  • Cris Huerta — Robinson Grasso
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. O Último Samurai do Oeste no CinePlayers (Brasil)
  Este artigo sobre um filme de faroeste é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.