Isla de Lobos

(Redirecionado de Ilha de Lobos (Uruguai))

A Isla de Lobos é uma pequena ilha localizada a uns 8 km do sudeste de Punta del Este (Uruguai).

Vista da Ilha.

GeografiaEditar

Trata-se de um afloramento de rochas que é uma continuação da Cordilheira Grande ou coxilha grande (oriental), localizada nas coordenadas 35°03′01″S 54°52′27″O, numa zona do Oceano Atlântico quase na entrada da desembocadura (limite exterior) do estuário do Rio da Prata. Administrativamente pertence à jurisdição do departamento de Maldonado, e se constitui uma Reserva Natural. Está próxima ao noroeste da Isla Gorriti, de dimensão menor. A ilha é o segundo ponto mais meridional do Uruguai, segundo os Uruguaios. Mas considera-se que Punta del Este é o mais meridional por ser um ponto mais ao sul de seu território no continente americano e não em uma ilha junto a sua costa. Entretanto, a ilha dos lobos, que apesar de ser um ponto insular, pode ser considerado o ponto mais meridional de todo o país, devido sua localização e latitude estarem situadas mais ao sul de Punta del Este.

Possui uma área de 41 hectares, 1,2 km de comprimento e 816 m de largura. É uma formação rochosa escarpada, com 26 m. no topo da sua mais proeminente. Suas margens são baixas falésias de areia e praias de calhau. Possui nascentes de água fresca e pouca vegetação, principalmente grama, calagualas e juncos. Quase toda a área central constitui um grande planalto coberto por uma fina camada de solo. Depois de cerca de 880 m. há uma ilhota de 240 por 160 metros.

Foi explorada como colônia de lobos até 1992 quando, em critérios ecológicos, foi parada a matança. Agora é uma reserva natural que integra o Parque Nacional de Ilhas Costeiras gerido pelo Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai através da Direção Geral dos Recursos Naturais Renováveis e da Direção Nacional de Recursos Aquáticos.

 
Lobos marinhos de dois pelos.

HistóriaEditar

Foi descoberta pelo navegador espanhol Juan Díaz de Solís em 1516 e foi denominada "San Sebastián de Cádiz"; posteriormente, em 1527 fora visitada pelo navegador Veneziano 'Sebastian Gaboto' em sua expedição do Rio da Prata ao Rio Paraná. Em 1528, 'Diego García de Moguer' navegou pela região e a nomeou como a "Isla de los Pargos".

Em 1906 o governo uruguaio erigiu um farol sobre a ilha. Com 59 metros acima do nível do mar, é considerado uns dos faróis mais altos do mundo. Do seu balcão exterior, ao interior do farol, é necessária uma prévia autorização ao acesso do mesmo. Através de seus 240 degraus pode observar-se uma vista panorâmica maravilhosa da ilha e da costa da península de Punta del Este.

FaunaEditar

A Ilha dos Lobos é uma Reserva Natural devido ao tipo de local ao qual ela se encontra. Para ter uma ideia, a ilha possui a maior colônia de lobos-marinhos do hemisfério ocidental e de todas as Américas: No ano de 2005 contabilizaram-se uma população de 15000 leões e 250000 lobos marinhos.

Forma parte do "Parque Nacional das Ilhas Costeiras" , que é administrado pelo Ministério da Agricultura e Pesca do Uruguai.

Ligações externasEditar