Ilustração Popular

Ilustração Popular: crónica semanal publicou-se semanalmente em Lisboa em 1884, num total de 26 números, distinguindo-se de outras revistas ilustradas pela ausência de publicidade e apregoando ser redigida por uma Sociedade de Homens Sem Letras. Assume um escrita de crítica social e apresenta-se como uma publicação especialmente destinada às classes laboriosas. Teve duração de 6 meses. Alguns dos colaboradores foram: Adelino Veiga, Fernando Caldeira, Maria Amália Vaz de Carvalho, João de Deus, José Simões Dias e a título póstumo, Augusto Lima, Marquesa de Alorna e Bocage; quanto à colaboração artística, assinam, entre outros, Columbano Bordalo Pinheiro e João Ribeiro Cristino [1].

Ilustração Popular
Periodicidade semanal
Formato (32 cm)
Sede Lisboa Portugal Portugal
Fundação 1884
Proprietário Humberto Pinto
Idioma Português europeu

Referências

  1. Helena Roldão (5 de abril de 2017). «Ficha histórica: A illustração popular : chronica semanal (1884)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 25 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

Lista de publicações disponíveis na Hemeroteca Municipal de Lisboa em formato digital

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.