Abrir menu principal
Il-12
Avião
Ilyushin Il-12 da CSA Czechoslovak Airlines em um serviço regular no Aeroporto de Paris-Orly em 1957
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  União Soviética
Fabricante Ilyushin
Período de produção 1946-1949[1]
Quantidade produzida 663
Desenvolvido em Ilyushin Il-14
Primeiro voo em 15 de agosto de 1945
Tripulação 3
Passageiros 21[2]-32[3]
Especificações
Dimensões
Comprimento 21,31 m (69,9 ft)
Envergadura 31,70 m (104 ft)
Altura 8,07 m (26,5 ft)
Área das asas 103  (1 110 ft²)
Alongamento 9.8
Peso(s)
Peso vazio 11 045 kg (24 300 lb)
Peso máx. de decolagem 17 250 kg (38 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 2x ASh-82FNV 14 cilindros radial em duas linhas
Potência (por motor) 1 850 hp (1 380 kW)
Performance
Velocidade máxima 220 km/h (119 kn)
Alcance (MTOW) 1 500 km (932 mi)
Autonomia 4.5 h(s)
Teto máximo 6 500 m (21 300 ft)

O Ilyushin Il-12 (Designação OTAN: Coach) foi uma aeronave bimotora produzida na União Soviética, desenvolvida na década de 1940 para rotas de aviação comercial de curta e média distância, além de servir como aeronave para transporte militar.

Projeto e desenvolvimentoEditar

O Il-12 foi projetado como uma iniciativa privada pela Ilyushin a partir do outono de 1943 e deveria substituir o Lisunov Li-2, uma versão produzida sob licença do Douglas DC-3. A nova aeronave seguiu um plano clássico para uma aeronave bimotora de transporte com estrutura metálica, monoplano e uma seção de cauda convencional. Uma grande melhoria em relação ao projeto do Li-2 foi o trem de pouso triciclo, que permitiu uma melhor visibilidade durante o taxi, decolagem e pouso. Inicialmente o Il-2 foi projetado para 29 passageiros em uma fuselagem pressurizada, com alcance máximo previsto de 5.000 km em uma velocidade de cruzeiro de 400 km/h. A aeronave utilizaria quatro motores M-88B, já utilizados no Ilyushin Il-4.

Entretanto, durante o projeto, os motores M-88B tiveram de ser substituídos por dois motores a diesel ACh-31 (cada um produzindo 1.500 hp). Os planos para uma fuselagem pressurizada foram abandonados e o número de passageiros reduzido para 27. O Il-12 fez seu voo inaugural em 15 de Agosto de 1945.[4] Logo então foi decidido motorizar a aeronave com os motores radiais Shvetsov ASh-82, tendo seu voo inaugural com os novos motores no dia 9 de Janeiro de 1946.[4]

O Il-12 teve problemas com vibração durante os testes, características ruins no caso de perda de motor e necessitou um reforço na parte traseira da fuselagem para prevenir o tombamento durante o carregamento durante problemas de centro de gravidade. Outros problemas foram a utilização de magnésio próximo aos motores que no caso de fogo em algum dos motores poderia levar a um fogo não controlável, danificando a estrutura da asa (isso foi revelado posteriormente após a queda de um Ilyushin Il-12 próximo a Voronezh, matando todos os ocupantes após um fogo no motor. Subsequentemente, como resultado da investigação do acidente, o magnésio foi substituído por ligas de alumínio e o sistema de extinção de fogo redesenhado.)[5] Entretanto, uma vez que esses problemas foram resolvidos, os pilotos de teste aplaudiram a nova aeronave, que contribuiu na decisão de lançar o Il-12 na produção em série.

Veja tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Ilyushin Il-12». Planepictures.net. Consultado em 4 de maio de 2013 
  2. Stroud 1968, p. 99.
  3. Stroud 1968, p. 100.
  4. a b "Dates of Maiden Flights by Aircraft Designed by "Ilyushin" Design Bureau." Arquivado em 18 de julho de 2011[Erro data trocada] no Wayback Machine. Ilyushin Aviation Complex. Acessado em 08 de Agosto de 2017.
  5. Gordon, Komissarov and Komissarov 2004, pp. 160–161.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.