Ilyushin Il-12

Il-12
Avião
Ilyushin Il-12 da CSA Czechoslovak Airlines em um serviço regular no Aeroporto de Paris-Orly em 1957
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  União Soviética
Fabricante Ilyushin
Período de produção 1946-1949[1]
Quantidade produzida 663
Desenvolvido em Ilyushin Il-14
Primeiro voo em 15 de agosto de 1945
Tripulação 3
Passageiros 21[2]-32[3]
Especificações
Dimensões
Comprimento 21,31 m (69,9 ft)
Envergadura 31,70 m (104 ft)
Altura 8,07 m (26,5 ft)
Área das asas 103  (1 110 ft²)
Alongamento 9.8
Peso(s)
Peso vazio 11 045 kg (24 300 lb)
Peso máx. de decolagem 17 250 kg (38 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 2x ASh-82FNV 14 cilindros radial em duas linhas
Potência (por motor) 1 850 hp (1 380 kW)
Performance
Velocidade máxima 220 km/h (119 kn)
Alcance (MTOW) 1 500 km (932 mi)
Autonomia 4.5 h(s)
Teto máximo 6 500 m (21 300 ft)

O Ilyushin Il-12 (Designação OTAN: Coach) foi uma aeronave bimotora produzida na União Soviética, desenvolvida na década de 1940 para rotas de aviação comercial de curta e média distância, além de servir como aeronave para transporte militar.

Projeto e desenvolvimentoEditar

O Il-12 foi projetado como uma iniciativa privada pela Ilyushin a partir do outono de 1943 e deveria substituir o Lisunov Li-2, uma versão produzida sob licença do Douglas DC-3. A nova aeronave seguiu um plano clássico para uma aeronave bimotora de transporte com estrutura metálica, monoplano e uma seção de cauda convencional. Uma grande melhoria em relação ao projeto do Li-2 foi o trem de pouso triciclo, que permitiu uma melhor visibilidade durante o taxi, decolagem e pouso. Inicialmente o Il-2 foi projetado para 29 passageiros em uma fuselagem pressurizada, com alcance máximo previsto de 5.000 km em uma velocidade de cruzeiro de 400 km/h. A aeronave utilizaria quatro motores M-88B, já utilizados no Ilyushin Il-4.

Entretanto, durante o projeto, os motores M-88B tiveram de ser substituídos por dois motores a diesel ACh-31 (cada um produzindo 1.500 hp). Os planos para uma fuselagem pressurizada foram abandonados e o número de passageiros reduzido para 27. O Il-12 fez seu voo inaugural em 15 de Agosto de 1945.[4] Logo então foi decidido motorizar a aeronave com os motores radiais Shvetsov ASh-82, tendo seu voo inaugural com os novos motores no dia 9 de Janeiro de 1946.[4]

O Il-12 teve problemas com vibração durante os testes, características ruins no caso de perda de motor e necessitou um reforço na parte traseira da fuselagem para prevenir o tombamento durante o carregamento durante problemas de centro de gravidade. Outros problemas foram a utilização de magnésio próximo aos motores que no caso de fogo em algum dos motores poderia levar a um fogo não controlável, danificando a estrutura da asa (isso foi revelado posteriormente após a queda de um Ilyushin Il-12 próximo a Voronezh, matando todos os ocupantes após um fogo no motor. Subsequentemente, como resultado da investigação do acidente, o magnésio foi substituído por ligas de alumínio e o sistema de extinção de fogo redesenhado.)[5] Entretanto, uma vez que esses problemas foram resolvidos, os pilotos de teste aplaudiram a nova aeronave, que contribuiu na decisão de lançar o Il-12 na produção em série.

Veja tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Ilyushin Il-12». Planepictures.net. Consultado em 4 de maio de 2013 
  2. Stroud 1968, p. 99.
  3. Stroud 1968, p. 100.
  4. a b "Dates of Maiden Flights by Aircraft Designed by "Ilyushin" Design Bureau." Arquivado em 18 de julho de 2011[Erro data trocada] no Wayback Machine. Ilyushin Aviation Complex. Acessado em 08 de Agosto de 2017.
  5. Gordon, Komissarov and Komissarov 2004, pp. 160–161.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma aeronave é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.